Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O Figueirense se reapresenta "De volta para o futuro" com sotaque espanhol

05 de janeiro de 2012 37

Quem nunca assistiu algum filme da série clássica e cult “De volta para o futuro”? Os mais rodados, como eu, viram os episódios no cinema. A moçada com menos quilometragem (aquela turma que não entrou nos “enta”) em algum momento já assitiu ao filme de Rober Zemeckis na sessão da tarde, tomando um café com leite e comendo rosquinhas ou bolinho de chuva.

O filme é maravilhoso porque trabalha com a ideia de dar uma solução a questões mal resolvidas no passado. Os personagens vão e voltam, visitam o que já foi, partem para o que será, interferem no destino. É um roteiro dos sonhos de que me valho para viajar ao passado do Figueirense, visitar rapidinho o seu presente e vislumbrar seu futuro.

Me vejo entrando no De Lorean pilotado por Michel J Fox, rumo a 1995. O carro estaciona no Estádio Orlando Scarpelli, no desprestigiado Torneio Mercosul. Neste ano, superando equipes do porte de um Cerro Porteño, de um Olimpia, de um Nacional de Montevideu, o Figueira conquistou seu primeiro e único torneio internacional.

Ali, um ano depois de o Figueira encerrar um jejum de 20 anos sem títulos catarinenses, as portas da América sorriam para o Alvinegro. Poderia ter nascido um projeto ousado para tornar o time internacional. O torneio não vingou (seria vencido pelo Inter de Porto Alkegre em 1996) e depois acabaria. Mas era o embrião da Copa Mercosul, que depois evoluiu para a hoje prestigiada Copa Sul Americana, que vale vaga para a Libertadores.

A viagem ao passado a bordo do De Lorean serviu para ver o erro cometido em não valorizar aquele momento. E ter a luz de não deixar o cavalo passar encilhado novamente. Parece que os dirigentes alvinegros também são fãs dos filmes de Robert Zemeckis. Afinal, duas das contratações que se apresentam hoje no Scarpelli têm a cara, o DNA e até o sotaque Sul-Americano.

Atendem pelos nomes de Ignacio Canuto e Franco Niell dois argentinos, rodados, experientes e já testados em clubes importantes dois nomes que chegam junto aos quase 30 atletas. Hablan español, juegan como juegan los porteños. E esta característica que o Figueira foi buscar, para abençoar um projeto bem maior que apenas seguir com a hegemonia (dividida com o Avaí) no Estado. É a mira em um passo maior que ser o único representante de SC na elite.

O Alvinegro quer ser o terceiro maior time do Sul do país. Para isso precisa dar dois passos ao futuro. Então, embarquemos no De Lorean de volta para o futuro. Lá, precisamos ver o Figueirense campeão sul-americano (passo 1), e quem sabe já jogando na nova Arena (passo 2).

O financiador deste filme futurista é o ousado presidente Lodetti e sua equipe formada por Uram, a família Brilinger e seus diretores Leonardo Moura, Marcos Moura Teixeira, Renan e cia. O diretor escolhido é o técnico Branco. Se a empreitada será um sucesso, só o futuro dirá. Afinal, como nos filmes, as vezes são necessários vários capítulos até o final feliz.

Bom, na falta de futebol, fico hoje à tarde com os 102 Dálmatas já programados pela Rede Globo. Pipoquinha na mão e guaraná. pelo menos os cachorrinhos são alvinegros.

Bookmark and Share

Comentários (37)

  • Vicent Junior diz: 5 de janeiro de 2012

    Muito bom o texto castiel, só quem arrisca e pensa grande pode ir longe!!! A torcida alvinegra sempre estará junto!!! Diretoria trabalho quieta e está sendo coerente.
    Figueirense é um time ajustado e está formando um ótimo grupo para o ano de 2012. CATARINENSE – SULAMERICANA – BRASILEIRÃO…Sorte ao alvinegro mais querido de SC.

  • Stark diz: 5 de janeiro de 2012

    Bela analogia !!! Pequenos acertos, a partir de lições aprendidas, e visão estratégica como base do planejamento darão ao Figueirense, e a ao futebol catarinense, sua merecida distinção no cenário internacional. Eu torço por isso !!!

  • Caduporto diz: 5 de janeiro de 2012

    Isto sim é um time de futebol, não aquela raça do mangue, que esta juntando os cacos e se acha um time, temos jogadores de elite, jogadores que sabem o que é futebol e agora sera um baile este catarinense, um zagueiro argentino, acostumado a jogar firme e não dara espaço para os pernas de pau daqui, e um atacante rapido e goleador, figueira no rumo certo…

  • Nodu Mang diz: 5 de janeiro de 2012

    Pucha, Castiel!
    Esse texto foi pacabaaaahhh….
    Assim tu arrombas com a tarrafinha da turma do CariÂnus, pois eles já são ciumentos por natureza. Claro que os Banguelos do Mercado não ficam atraz, e logo, logo, vão estar aqui enchendo o saco no post do MAIOR… heheheh!!!!

  • Gavião Iludido diz: 5 de janeiro de 2012

    É isso ai Castiel, me engana que eu gosto.

    Hahahahahahahehehahahaha, comecei bem o dia.

  • Otávio diz: 5 de janeiro de 2012

    Falou e disse, melhor texto teu que eu já li, e ainda fechou com chave de ouro, ”pelo menos os cachorrinhos são alvinegros”, parabéns!!

  • Carlos Cojeka diz: 5 de janeiro de 2012

    Olha, eu acho que esses gringos tão vindo apenas para fazer jus ao título de “cavalo paraguaio” do janelense.
    Podias aproveitar esse “de volta para o futuro” para arrumar algumas coisinhas, como o roubo do século (1999) e as famosas invasões e acessos pela janela. O quê?
    Saudações avaianas.

  • Mazinho Alvinegro diz: 5 de janeiro de 2012

    Bom dia, Castiel!
    Bom dia, para a IMENSA NAÇÃO ALVINEGRA… e apenas …
    Oi! …Para a turma do porão.

    Belíssimo texto que me fez viajar no tempo, pode isso?
    Aquele cientista maluco me lembrava muito o Prof. Pardal e suas engenhocas.
    Bons tempos aqueles que, infelizmente não voltam mais.

    Castiel! A tua analogia é o retrato fiel do que está acontecendo com o FURACÃO.
    Em 1995, passamos o rodo naquele caneco e não soubemos dar o devido valor, porém, nunca é tarde para se dar uma espiadinha no passado, para não cometer erros no presente, e sempre projetar e planejar um futuro de acertos.

    Simbora meu FURACÃO, uma paixão sem fim.

  • Ricardo Brandt Naschenweng diz: 5 de janeiro de 2012

    Quem disse que férias não fazem bem? Hehe (nem que seja uma semaninha) Excelente texto, parabéns. Afinal, é fácil falar quando se tem assunto (campeonato a “mil”), mas produzir um texto de qualidade na entresafra é para poucos.
    Abraço

  • Ricardo Brandt Naschenweng diz: 5 de janeiro de 2012

    Quanto ao comentário do Cojeka, penso que aprendemos com o erro do passado, hoje a nossa torcida é uma das mais conscientes e civilizadas, hoje, não existe mais espaço para aquelas invasões que marcaram um determinado momento da nossa história. Não as defendo. Estava no estádio quando aconteceram e fui crítico delas. Mas não tiram o brilho das conquistas – apesar de endossadas pela Justiça Desportiva e utilizadas até hoje pelos adversários (torcida) para desmerecer algo que só a paixão sem razão explica. Acima de tudo, serviram para nossa evolução, pois uma nação – um time – que não preserva o seu passado – e aprende com os seus erros – é uma nação – um time – sem futuro. E o nosso futuro é cada vez mais brilhante.

  • Marco diz: 5 de janeiro de 2012

    Castiel: serás responsável pela morte de inveja dos adversários.

  • DA ILHA diz: 5 de janeiro de 2012

    Comentário do Ricardo ficou de bom tamanho, lembrando que nossa invasão foi pra comemorar, só gostaria mesmo que o Julio Cesar Ficasse, mais se não da fazer o que.

  • MAURINO BASTOS diz: 5 de janeiro de 2012

    UM EXCELENTE 2012 PARA VC CASTIEL E TODOS OS INTERNAUTAS, INDEPENDENTE DA OPÇÃO CLUBÍSTICA.
    Realmente um belo comentário, que enche o ego de qualquer Alvinegro. Porém os demais clubes, CEC, JEC, AVAÍ, CHAPÊ, tem também os seus méritos pelo esforço em demonstrar interesse na valorização do Campeonato Catarinense 2012. Campeonato esse que se desenha num dos melhores até a presente data.
    Boa sorte a todos os clubes, e que vença o FIGUEIRA!

  • Rogério alvinegro diz: 5 de janeiro de 2012

    nóis já samu o maior do estado em tudo, unico catarina na sere A, aos ixtepô da sere B…mofas com a pomba na balaia oh istepô óióióió

  • Jhonatan diz: 5 de janeiro de 2012

    grande texto Castiel, parabéns, e a nação alvinegra vai estar junto nessa! É O FIGUEIRENSE!

  • Tigre 3 Estrelas diz: 5 de janeiro de 2012

    Figueirense é o time da massa, Maior do estado (indiscutivelmente), time de tradicoes, titulos, tem a maior torcida do estado disparadamente, tem que trazer contratações a sua altura…

    sem mais

    hahahahahahahahhaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  • Daniel diz: 5 de janeiro de 2012

    Muito bom o post. Tanto quanto o de ontem. Aliás eu ia dizer não sei como tu aguentas o Paulo Brito lá no debate diário, rsrs.

  • Eduardo Rosa diz: 5 de janeiro de 2012

    Castiel. Sem analogias por favor. Um monte de frases pra depois dizer que pode ser cavalo paraguaio. Esse filme eu já vi. Feliz ano novo.

  • Bruno diz: 5 de janeiro de 2012

    Mas a dor de cotovelo das séries inferiores nesse post vai ser grande (podem ver acima que já começou).

    Excelente post Castiel, o clube só pode se tornar grande se arriscar, se entrar com pensamento grande, mas claro, sempre com os pés no chão (que é o que a atual diretoria vem fazendo até demais).

  • GENERAL LEE – QUANTA INVEJA diz: 5 de janeiro de 2012

    Belo texto Castija.
    Time de SÉRIE A merece comentários deste nível.
    FIGUEIRÃO, ARENÃO E CAMPEÃO.
    GUENTA O INVEJÃO. rsrsrsrsrs

  • DA ILHA diz: 5 de janeiro de 2012

    Figueira rumo ao titulo da série A, bom em SC só o Figueira pode chegar, certo.

  • jose ricardo da silva diz: 5 de janeiro de 2012

    ô Nascheweng, quebrasses tudo, do teu amigo Da Silva, da Univali, grandes tempos. E lembrar que se a turma do mangue e da mancha invadissem o gramado seria tragedia na certa, por que aquele lote de abobados gosta mesmo é de violência. Em 94 uma recordação impagável, o primeiro a invadir o gramado foi o ALBENEIR com uma garrafa na mão, hilário, que das arquibancadas eu vaiei, mas aquela altura o quirido Bena estava noutra dimensão. Abraço Ricado.

  • Nodu Mang diz: 5 de janeiro de 2012

    E o xororô ainda não acabou!

    Tem GENI chorando aí, desde 1999? ..Côsa linda!

    Voltei ao passado e lembro como se fosse hoje, vissem?

    Primeiro gol do FURACÃO:
    Genilson, o exterminador de Bvaianos, entorta toda a defesa do mangue, o catreva Dirley chegou a ajoelhar devido a torção na coluna, o FrangMiguel se confundiusetudo, pulou no canto errado e o Genilson guarda a primeira mercadoria.

    Segundo gol do FURACÃO:
    Claudiomir penetra (ui!) a defesa Bvaiana e é puchado pela camisa pelo desesperado perna-de-pau Dirley, PÊNALTY!
    Quem vai para a cobrança, quem? – ELE, Genilson, o exterminador!
    Cobrança perfeita, FrangMiguel até que tentou, mas a mercadoria já estava guardada novamente, era o gol do título e o caldeirão explodiu geral.

    Gostei de viajar no tempo … hehehe!!!!

  • Mazinho Alvinegro diz: 5 de janeiro de 2012

    Está no DNA do Bvai, pode isso?
    A lanterna não é congênita, é hereditária mesmo.
    Agora temos os mais novos lanterninhos na copa SP, hihihihihi!!!!

  • Carlos Cojeka diz: 5 de janeiro de 2012

    so faltou o margarida e o cavalo amarrado na trave, kkkkk. O time virgem de SC eh soda.

  • Alvinegro em Brusque diz: 5 de janeiro de 2012

    Acertos e erros ocorrem em qualquer ramo da administração. O que considero a grande virtude da atual gestão do Figueira é a consiência e o projeto focado em buscar novas fontes de receita. Através disto é que eles pretendem levar nosso glorioso Furação a se tornar o terceiro clube do sul. É só diminuindo o abismo financeiro entre os grandes e os considerados médios, é que nosso time vai crescer.

    Parabéns por pensarem grande e força aos executivos do Figueira em 2012.

  • Nodu Hu diz: 5 de janeiro de 2012

    Os KriCiúmes banguelos já começaram a copiar o MAIOR, éh?
    Só porque o FURACÃO contratou 2 hermanos de qualidade, ELES, foram correndinho lá e contrataram um hermano perna-de-pau, heheheh!!!
    Ôôh cambada de invejosos, essa turma do Mercado.
    Ah!
    Os GENIZINHOS, levaram um corretivo do poderoso América MG e já estão na lanterna.
    Ôôh viciozinho medonho … hehehehe!!!!

  • Nodu Mang diz: 5 de janeiro de 2012

    Alguém aí falou mal do nosso Margarida?
    Alguém aí falou mal dos nossos cavalarianos?
    Não façam isso, karalius! Porque aí, eu fico chateado! … hehehehe!!!!!
    Explico!
    Enquanto nós, Alvi-Negros, só fazemos festa, ELES, os mangueanos, soltam bombas, rojões, pedradas, tiros e o karalho-a-quatro lá dentro da ressaqueda … hihihihi!!!!

  • Nodu Estreito… arrombado ! diz: 5 de janeiro de 2012

    Pô Castiel… muito bom…!!!
    Só que eu acho que você errou na sala e entrou noutro filme chamado “Eu acredito em Papai Noel”. Ainda acho que esse time e… você… vão ver o outro filme chamado “O Coelhinho da Páscoa”, devidamente interpretado pelo JEC que tem o apelido de “Coelho” como é claro…k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k,k…
    Até tú Brutus ?
    Me engana que eu gosto… Internacional uma ova… Figueirense roxo…!!!
    Fui…!!!
    Sou Jec…!!! Sou série B…!!! Já tem alguns por lá… 2013 chega o resto…!!!

  • Mazinho Alvinegro diz: 5 de janeiro de 2012

    Castiel, LEMBREI!
    Tu és de morte mesmo.
    Aquela tua análise morfológica do abdomem do Zé-Carlos dos banguelos, foi pacabaaaaahh!!
    Quer dizer então que aquela barriguinha tem 3 subdivisões… kkkkkk!!!!
    Vantagem: Com todo aquele jogo de pneus, ELE, nunca vai morrer afogado.
    Oh!
    Hay concorrência!
    Visse aquele tal de Lopes, medalhão do metrô?
    Quando aquela criança entrar em forma, o campeonato já era, finitus, heheh!!!

    Esse campeonato vai ser hilário.

  • Fernando Avaiano diz: 6 de janeiro de 2012

    Estou vendo é uma turma que toma muito chá de cogumelo neste Site, está faltando torcedores alvinegros conscientes. Não se iludam com o pessoal da imprensa, o Figueira realizou um desmanche, contratou jogadores com qualidade duvidosa, apostas, trouxe um cara que nunca foi técnico, ser bom jogador não é predicado para ser bom treinador, se fosse assim o Muller seria um dos melhores. Fora a velha e boa soberba de sempre, pra mim, o Branco não aguenta 5 rodadas, estão igualzinho ao Avai de 2011, começam tarde, trazem jogadores duvidosos, a diretoria e parte da torcida se acha os melhores da face da terra, é o primeiro predicado para cair. O Figueira vai disputar rebaixamento com times como a Portuguesa, azeitadinha, azeitadinha, com o Atlético GO, Ponte Preta, Atlético Mg, Cruzeiro, entre outros. Com esse time vai se ferrar bonitinho, de 2ª a 6ª. Enquanto isso, o Avai com seu time de operarios e sem alarde já está trabalhando no RS com bola para corrigir os erros do ano passado. Vamos lá galera, esse ano tenho a imprensão que a maior torcida de SC, segundo todas as pesquisas, com mais de 10% percentuais na frente do 2º colocado, vai ter alegrias em 2012.

  • emerson diz: 6 de janeiro de 2012

    Torneio Mercosul?

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Fernando Avaiano diz: 6 de janeiro de 2012

    Pois é, a imprensa fala que o Willian não se apresentou, que está saindo, e o Júlio César hein, que não voltou do RJ e segundo dizem, já tem um pré contrato com o Vasco, já que vai substituir o Elton que saiu. O Igor pode ter 2 destinos, só sei que não fica, Inter PA ou futebol Italiano. Ou seja, o time base se escafedeu. Além disso, o responsável pelo crescimento do Figueira nos últimos anos treina o Criciúma e o Jorginho que pegou um time pronto, já se mandou para o Japão, em seu lugar veio o desconhecido, em termos de treinador, Branco. O time pisa em ovos e se apresenta tarde, se não fosse pelo aspecto dinheiro, poderíamos dizer que o Figueira está ferrado em 2012. Enquanto isso sua torcida ainda está com 2011 na cabeça, o ano já passou rapaziada, agora é vida nova, e pelo jeito o time da praia do cagão e seu torcedor não vai ter vida fácil. Pega o Avai com seu time de operários, mordendo. Pega o Tigre com o Uran, será???, municiando o “inimigo”, dando apoio pra A e B. Pega a Chape,atual Campeã e incardida como sempre e o Jec, Campeão da Série C. Vão se achando o Barça pra ver onde isso vai parar!

  • João Otávio diz: 6 de janeiro de 2012

    Hegemonia dividida com Avaí?

    Que hegemonia é essa que na final do ano passado não houve nenhum dos dois.
    Hegemonia é essa que o interior tem mais títulos que a capital?

    Acho que deves estudar mais o futebol Catarinense, Castiel e observar que aqui não é como para vocês Gaúchos que só existem duas equipes.

    Aqui existe um time para torcer em cada região e ninguém tem hegemonia dentro do estado não.

    Estude um pouco mais!

    Nota do editor: no Estado, 15 títulos Avaí e Figueirense; 12 Joinville; Criciúma 9 (incluindo Comerciário). Falo só do Estado. OTigre é o maior vencedor nacional, não há dúvida.

  • Rogério diz: 6 de janeiro de 2012

    Avaí e Figueirense somam juntos quase 30 titulos catarinenses, o interior junto tem quantos mesmo?
    Quem é o mais vezes campeão do estado mesmo? FIGUEIRENSE

  • marquinhos alvinegro diz: 7 de janeiro de 2012

    castiel, muito bom… já estou contando os dias pra ver esses gringos em campo.
    agora quem sabe vamos ganhar o Flu,pois o carrasco deles Franco Niel esta chegando.

  • Fernando Avaiano diz: 10 de janeiro de 2012

    Marquinhos, o Franco jogava dentro de um contexto, de um time, de um conjunto. Achar que só um jogador faz milagre, é coisa de brasileiro. É lógico que é uma tendência do Argentino se dedicar mais do que o Brasileiro, questão de mentalidade, o gringo costuma honrar o seu salário, enquanto o jogador brasileiro costuma honrar as baladas noturnas. Agora, o problema é o desmanche e a falta de conjunto, pra ser sincero, se o Figueira der certo, vai ser no 2º turno, isso se as contratações funcionarem. Hoje no Figueira tudo são especulações, pelo menos nós sabemos com que time o Avai vai estrear no Estadual.

Envie seu Comentário