Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 22 março 2012

Mais medidores? Ranking mundial e Torcidômetro

22 de março de 2012 61

Já que falamos a pouco sobre estatística, sobre levantamento de torcida, poder aquisitivo, etc, e a discussão é sempre acirrada, às vezes engraçada, em muitos momentos até insana, o blog começa a dar um fecho nestes assuntos (para amanhã ingressar na rodada decisiva, com o Palpites do Castija).

E para movimentar o fórum aqui, coloco dois levantamentos para discussão. O primeiro é o ranking mundial de clubes, de fevereiro, da IFFHS. O levantamento é dos top 400.

O Figueirense é o número é o número 224 (perdeu uma posição) e o Avaí 285 (ganhou quatro posições). Não localizei nenhum outro time do Estado. Confesso que não entendo a fórmula desta entidade, mas é a que mede atualmente a força dos times no cenário internacional.

Os top 10 são:

1. (1.) FC Barcelona España/4 369,0
2. (2.) Real Madrid CF España/4 292,0
3. (3.) CA Vélez Sarsfield Argentina/4 291,0
4. (4.) Manchester United FC England/4 255,0
5. (5.) Manchester City FC England/4 251,0
6. (7.) CD Universidad de Chile Santiago Chile/3 245,0
7. (8.) CD Universidad Católica Santiago Chile/3 232,5
8. (6.) Santos FC Brasil/4 231,0
9. (10.) FC Schalke 04 Deutschland/4 230,0
10. (14.) Club Libertad Asunción Paraguay/3 227,5

Confira o ranking completo no site do IFFHS clicando aqui.

Tem também o rankind da IFFHS com os “times do Século XXI. Neste, só aparece o Figueira.

Clic aqui para o link deste levantamento

Outro medidor interessante para se divertir é o torcidômetro, da Globo.com

Ali, o Figueirense é 22º, com 8.905 “curtidas” e o Avaí 29º com 4.291 “curtidas”.

Os links para o torcidômetro são, no site (clique aqui) ou no Facebook (clique aqui).

Bookmark and Share

Vem o Cruzeiro aí, Verdão. Mobilização da torcida em Chapecó será fundamental!

22 de março de 2012 58

Pois é, a Chapecoense tem pela frente, agora, após a vitória por 3 a 1 sobre o São Mateus, o Cruzeiro. Ponto.

Agora criou-se o lado bom da Copa do Brasil para nosso campeão catarinense. E o lado ruim.

O bom, que é ter o estádio lotado, o gostinho de encarar um time da elite e, quem sabe, aprontar um crime. Como? Muita aplicação tática, muita determinação, muito trabalho psicológico, muita mobilização da população. Aliás, questões que Chapecó conhece muito bem, o faz direto quando arranca para títulos catarinenses.

O ruim, é desandar a maionese no jogo fora. Ou perder logo no primeiro jogo. E aí baixar o moral para o Estadual.

Que comece a mobilização em Chapecó. Para isso, é preciso retomar o caminho no Estadual, será um elixir para retomar a solidez como time.

Estamos na área, com Criciúma e Chapecoense. Começamos bem!

Bookmark and Share