Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de setembro 2012

E o Figueirense foi deixar logo o Juninho livre para jogar, aí complica mais ainda a situação

29 de setembro de 2012 40

Convidos a todos para, amanhã, acompanhar a Maratona Caixa de Florianópolis. Eu estarei lá, correndo os 10K e, depois da corrida, me junto ao Renato Igor e à turma da CBN/Diário para comentar o restante da prova.

É muito bacana ver o esforço dos competidores. A turma vai passar em direção ao Sul da Ilha, depois toma a Beira-Mar, até o CIC, ida e volta. O apoio do público é sempre um incentivo extra na hora que a perna pesa ou o fôlego falta.

Sobre o jogo do Figueirense, vou ser breve. Até porque estou quase dormindo. Sim, acordei ás 4h da madruga hoje, para ter sono cedo e dormir bem. Já que, para correr, é preciso madrugar, fazer um bom desjejum, ficar desperto para o aquecimento e para a força que a prova requer.

Sobre o resultado, foi uma pena, mas previsível. Nos gols do Vasco, uma situação preocupante: Juninho livre para armar? E, no segundo gol, a verdadeira desgraça que é a zaga do Figueirense mostrou por que ocorrem tantos gols de cabeça.

Ou seja, não adiantou sair na frente, o motivo de o Figueira estar por cair de divisão é muito claro: falta conteúdo técnico ao time como um todo. Até há individualidades que têm valor, mas o conjunto é frágil. Especialmente as alas e a zaga. E a criação de meio também.

Bookmark and Share

O Avaí está na briga de novo? Se conseguir, Argel dá um tapa nos críticos. Entre eles, eu

29 de setembro de 2012 24

Uma vitória sobre o Vitória (com o perdão da redundância), por 2 a 0, dá para qualquer time um combustível moral importante.

E eu gosto de ser justo com os técnicos. Críticas na hora certa. No caso do jogo de hoje, Argel leu as necessidades do Avaí para poder ter sucesso diante dos baianos com muita propriedade. Se ele fizer este time jogar mais do que o Hemerson Maria fez, então os críticos, entre eles eu, terão feito uma avaliação equivocada. E, neste caso, eu tenho obrigação de reconhecer o fato. Claro, é preciso esperar os jogos fora para se ter uma medida real.Argel conseguiu fazer seu ataque funcionar, Jesus marcar gol e,no segundo tempo, ser agudo o suficiente para ampliar o placar e não deixar dúvidas de quem merecia os três pontos. Ah, e sem perder uma sólida postura defensiva. Estes quesitos táticos, aliados à vontade do time, mas isso o Argel sempre fez muito bem, botar pilha no grupo.


Tudo isso diante de uma equipe que só perdeu três vezes até o momento.

Bom, a distância do G-4 ainda não é confortável, mas já é uma realidade mais ”possível”, começa a deixar o terreno do sonho para o de algo que pode ser superado com um esforço  a mais.

 

Bookmark and Share

De criciumense para criciumense: a Série A é logo ali, é o aviso que recebo no Twitter

28 de setembro de 2012 55

Tem muitos torcedores do Criciúma que me acompanham no Twitter, aqui no blog, no Facebook e pela minha coluna do DC. Um deles, de longa data, o Frank Botega brincou comigo no Twitter, pedindo o título: “A Série A é logo ali”. Então, pedido feito, pedido atendido. Até porque é um sentimento que todo torcedor do Tricolor do Sul já cultiva com muito orgulho, o de que a Série A é logo ali.

Por quê? Ora, mais uma vitória veio hoje, um 2 a 0 sobre o CRB, fora de casa.

O Zé voltou, o gol que parece fácil de acontecer também deu as caras e aquela gostosa certeza de que o Tigre já tem cor, cheiro e jeito de Série A cresce a cada jogo.

Ah, mas vencer o CRB é tarefa fácil, podem desmerecer alguns. Balela. Um time que fez promoção de ingressos, está com a corda no pescoço e só não cresceu na parada porque a qualidade técnica do Tigre é maior.

O Criciúma foi um time que dominou o primeiro tempo, manteve os 45 minutos iniciais sob controle.

No segundo tempo, outro jogador que brilha este ano, Lucca, antes dos 15 minutos, como já fora o gol de Zé, fez o 2 a 0 poderia ter garantiu a todos: torcedores do Criciúma e cronistas esportivos, vida doce e tranquila, sem sobressaltos e até mesmo sem a necessidade de uma análise apurada, dada a superioridade do tricolor do Sul.

Ah, claro, teve o pênalti, defendido por Michel Alves, ele precisava deste momento para sua auto-estima.

 

Bookmark and Share

Figueirense: quando irmãos de infância viram inimigos. Um vai às feras, o outro surge presidente

27 de setembro de 2012 62

 

Quem diria, amigos de infância, Nestor Lodetti e Wilfredo Brillinger vislumbraram um Figueirense modernizado, com novo estádio e um futuro promissor. A novela ganhou roteiro que nem o dramaturgo mais maquiavélico efetivaria: irmãos de fé, parceiros de infância, rompem, viram inimigos irreconciliáveis e, na queda de braço, um é jogado às feras, o outro ressurge como salvação, ocupando a vaga do ex-parceiro.

Desfecho lógico com Wilfredo

Fica até difícil escrever algo sobre o Figueirense. Porque, em minutos, fatos novos acontecem no clube. Eis que Wilfredo Brillinger será referendado como novo presidente do clube.

Basicamente, resumindo de forma bastante simples para compreensão, quem tem dinheiro, quem tem bala na agulha, é o cara que prevalece na hora da guerra de poder.

E quando se faz esta análise, sem juízo de valor, apenas à luz da lógica, percebemos que o desfecho está longe de ser surpreendente.

 Destrato com a Alliance

O quebra-cabeça não encaixava na totalidade. A peça que faltava junto ao comitê gestor era o desconforto com a Alliance. Uma renúncia coletiva de diretoria e um distrato amigável foram a solução para um acordo.

Bookmark and Share

Terremoto Alvinegro e muros avaianos pichados na Capital. Estádios de Tigre e JEC cheios e em festa

27 de setembro de 2012 75

 Não é dinâmico o futebol? O time que nos representa na Série A, o Figueirense, está com um terremoto em escala máxima acontecendo fora de campo e muito perto de descer para a Série B, graças a fragilidade do time.

O Avaí, por sua vez, atual campeão estadual, faz uma campanha para lá de contestável na Série B. E os muros do estádio apareceram pichados contra a direção.

Há pouco tempo, os dois times com mais títulos estaduais davam as cartas em SC.

Bastou um segundo semestre de bola rolando, para Joinville, que desde 2001 não é hegemônico em SC, e para o Criciúma, que não foi bem no Catarinense, crescerem, terem seus estádios cheios e seus times ajustados.

Ambos podem subir para a elite. E ver a Capital na B. Confesso, só o futebol pode protagonizar situações assim.





Bookmark and Share

Questão de tempo para o futsal ganhar projeção - Coluna do DC desta quinta-feira

27 de setembro de 2012 4

Joinville bombando

É questão de tempo para o futsal ganhar a projeção que o vôlei já consegue em nosso país. Claro que a presença olímpica seria fundamental, infelizmente uma briga entre a Fifa e o COI impede uma homologação. Enquanto isso, nosso Estado vive a final entre Krona e Intelli, mais um momento de destaque nacional para SC. E a Manchester catarinense despertou com todo seu potencial também com o nosso querido JEC. É um patamar que o clube sempre mereceu estar, lutando de forma viva e intensa para ser da elite no futebol de campo.

Vazou o contrato

É claro o interesse da nação alvinegra por detalhes do que acontece nos bastidores do clube. Em menos de uma hora após a divulgação em meu blog do furo de reportagem do site Meu Figueira (meufigueira.com.br), o bit ly (medidor de acessos) registrou no link do twitter o recorde do ano de cliques.
Ou seja, o torcedor está ávido pela verdade. Ele quer detalhes do que acontece nos bastidores de seu clube. O site divulgou o teor do aditamento do contrato, e fez uma análise por meio de um de seus advogados, Nikolas Bottós.

Democracia

Por estas e por outras que eu aguardo com ansiedade a reformulação dos estatutos do clube, que está sendo efetivada pelo Comitê de Transição. Nele, a democratização do processo de escolha da presidência e dos conselheiros seria um grande avanço para um time que é do povo. Tenho minhas dúvidas se isso realmente vai acontecer, mas vamos conferir.

O “Tite” do Verdão

Me conta o Darci Debona, setorista pelo DC da Chapecoense: “Já notou como o time está mais leve, mais alegre após a saída de Schulle. O clima com o antigo treinador estava mais sisudo.”
Que bom saber disso, a alegria no futebol, em todas as esferas, é sempre importante. Lá em Chapecó tem quem compare o novo técnico, Gilmar Dal Pozzo, ao estilo Tite. Até a voz é parecida. Ele, aliás, foi goleiro campeão gaúcho pelo Caxias em 2000, quanto o técnico era o próprio Tite.

Vai dar o que falar

E esta capa da Revista Placar? Pelo que conheço dos radicalismos religiosos, certamente vai repercutir muito. Uma ousadia da revista, com certeza. E uma discussão interessante: afinal, o craque santista (porque é diferenciado, não há dúvida) é cai-cai, ou apanha mais do que o normal.
Minha opinião: joga muito e apanha muito. Temos que proteger o talento.

Bookmark and Share

Divulgado o aditamento do contrato da Alliance com o Figueirense no site Meu Figueira

26 de setembro de 2012 48

Uma série de questões dos bastidores alvinegros estão em ebulição. O mais recente foi divulgado pela manhã, onde o aditivo do contrato foi divulgado e analisado por um dos advogados em pontos que julgam abusivos. (Os dados estão no portal Meu Figueira, clique aqui e confira)

Não entro no mérito da avaliação feita pelo site, mas destaco a importância da leitura do documento pelos torcedores do Figueirense.

Assim vai se entender melhor o que o comitê de transição está discutindo, o que está sendo proposto para o futuro.

De minha parte, cultivo muita cautela em julgamentos neste quesito, principalmente para emitir opiniões sem entender direito contratual, algo bastante complexo.

O que não quer dizer que, jornalisticamente, ouvindo diversas fontes capazes de desvendar as cláusulas, não se chegue a uma conclusão.

Aliás, já estamos (eu e equipe) cuidado deste processo para seguirmos adiante.

Bookmark and Share

Chances de até 45% para o Joinville subir

26 de setembro de 2012 20

Sempre na linha mais positiva, prefiro analisar o JEC dentro de suas possibilidades de subir. Vejam que, antes da rodada, no blog do professor Kmarão, nosso estatístico, as chances eram de 22h. Estou aguardando a nova projeção do professor, mas já sei, por cruzar a informação por pontuação, que deve subir para algo entre 40% e 45%.

Ainda é necessário secar o São Caetano contra o Paraná, sendo que o tricolor paranista joga em casa.  Depois é o virtualmente rebaixado Grêmio Barueri.

É um momento de mobilização da nação tricolor do Norte. Todas as ações são válidas dentro e fora de campo. De mobilização dos atletas, de motivação da já presente torcida e de muita atenção fora de campo, com escalas de arbitragem e julgamentos.

Bookmark and Share

Bastidores quentes do Figueirense. Renan e Marcos Moura fora. Leia sobre o próximo alvo

25 de setembro de 2012 83

A figura de Nestor Lodetti, como ex-presidente do Figueirense, neste momento, é algo tabu no clube. Sua foto desapareceu das paredes, sua vaga de estacionamento removida, tudo que lembra ele fisicamente dentro do clube é apagado.

Agora, concretizou-se a saída de Renan Dal Zotto do clube. Oficialmente, corte de despesas. Sabe-se que não o queriam mais lá, principalmente o investidor, que há algum tempo chegou a anunciar sua saída.

Marcos Moura, que foi afastado informalmente pelos atletas, era mantido pela Alliance. Parece que o grupo investidor perdeu a queda de braço e ele também deixa o clube, como já era esperado. Mas esta informação não pude conferir, pois o dirigente não atendeu ao telefone.

Os bastidores do Figueirense seguem tensos, enigmáticos, cheios de movimentações de poder.

Capítulos fortes ainda virão por aí.

O próximo alvo, pelo andar da carruagem, deve ser Chico Lins. Este um craque dentro de campo no futsal, um craque fora de campo como administrador. Se for “removido”, qual será o motivo? Corte de despesas também?

Bookmark and Share

Wilson para Cristo no Figueirense? Só ele é o culpado? Minha coluna de segunda-feira do DC

24 de setembro de 2012 61
  • Wilson para Cristo

    Uma rodada antes, Wilson era herói. Um goleiro que tem uma história construída no clube merece sair debaixo de vaias de seu torcedor, como ocorreu no último sábado? Ele teve problemas, sim, na derrota para o Palmeiras, mas sua história, pelo jeito, não vale nada. Sei que vaia de torcedor é tão espontânea quanto a idolatria. Mesmo assim, fico intrigado em casos como este. Por que ninguém percebe que a zaga do Figueirense não dá segurança nem a uma sombra? Pode colocar ali o Petr Cech, o Buffon, o Casillas, o Van der Saar que a saída de gol vai ser instável, sem confiança. Bom, tem que tirar alguém para pregar na Cruz, futebol é assim!

  • Sensação de que já caiu

    Tento entender como o pior ataque do campeonato e pior visitante da competição conseguiu aplicar três gols numa tacada só no Figueirense. Pior, num jogo absolutamente chave para a competição. Houve uma jornada infeliz de Wilson, mas, só isso não explica. Nas próximas rodadas, visita a Vasco e Atlético-MG fora, ou seja, encrenca pura.

    Tento não me impregnar da sensação de que já era, de que o rebaixamento é inevitável. Como desistir não faz parte do meu dicionário, dou um desconto para o Alvinegro.

  • Sensação de que já subiu

    Em 12 rodadas, deixar uma diferença de seis pontos para o quinto colocado (Atlético-PR) desabar é situação que soa improvável para o Criciúma. Até porque não só o Tigre teria que desabar, mas terceiro e quarto colocados também precisariam manter rendimento acima da média. Portanto, o Criciúma vai consolidando sua volta à elite.

  • Boa, Verdão

    Existem empates e empates. Quase sempre ele é um mau resultado; você perde dois pontos, ao invés de ganhar um. Mas existem situações em que ele é bem-vindo. Foi o caso do jogo sem gols da Chapecoense. Segurou fora de casa um Macaé que é G-4, manteve-se no grupo que sobe para a Série B e viu seus seguidores mais próximos não ganharem.

  • Ganso pichado

    Ganso, agora, é vilão na Vila Belmiro. Estes caras que foram lá pichar os muros são os mesmos que brigam em jogos e são usados por dirigentes quando lhes convém. Uma praga no futebol brasileiro: torcida organizada.

  • Bookmark and Share