Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Temos que evoluir dos estaduais para torneios regionalizados no início de temporada

02 de abril de 2013 51

Este dias publiquei na minha coluna no DC estudo feito por um leitor, com proposta de calendário mais adequado para o primeiro semestre.

Percebo uma preocupação de quem realmente gosta de futebol com os (péssimos) rumos que nossos administradores tomam.

Não planejam, não estudam, navegam ao sabor do casuísmo e da politicagem. Achei no portal Meu Joinville (clique aqui e confira o site) um pequeno levantamento dos públicos e rendas nos enfrentamentos entre clubes da região Sul em 2012.

Os números mostram que o interesse é muito maior que nos Estaduais. Aliás, recomendo o site, muito bem organizado e com matérias consistentes. Abaixo os números publicados pelo Meu Joinville:

 

Bookmark and Share

Comentários (51)

  • Oliveira diz: 2 de abril de 2013

    Concordo

  • gio – O analista diz: 2 de abril de 2013

    Realmente Castiel, temos que acabar com os campeonatos estaduais, e regionalizar. A Sul minas já realizada outras vezes, foi mais interessante. Vamos lançar uma campanha neste sentido, pois nosso Catarinense já está monótono, e criar no estadual apenas uma divisão de acesso a Sul Minas, que tal?

  • rey you diz: 2 de abril de 2013

    TOP 10:
    Gremio – 3
    Criciúma – 3
    JEC – 2
    Coritiba – 1
    Internacional – 1
    FIGUEIRENSE – ??? ZERO
    AVAI – ??? ZERO

    Criciúma – a 2º maior torcida do Sul do país. Sem mais. Contra FATOS não há argumentos

  • Sou JEC diz: 2 de abril de 2013

    Um torneio sul-brasileiro, ou um sul-minas seria muito bom. Poderíamos ter um torneio com 4 times de cada estado. Em SC seria necessário que essas vagas fossem disputadas dentro de um ranking da CBF ou estadual, pois temos 5 times em condições para disputar um campeonato desse nível. Ficaria assim: Rio Grande do Sul com Inter, Grêmio, Caxias e Juventude (quem sabe o Brasil de Pelotas no lugar num desses dois últimos); SC com JEC, Criciúma, Chapecoense, Figueirense e Avaí (alguém ficaria de fora conforme a posição em ranking pré-estabelecido); Paraná com Atlético, Coritiba, Paraná e Operário/Cianorte/Londrina/J.Malucelli; Minas Gerais com Atlético, Cruzeiro, América e Boa Esporte/Ipatinga. Fechariam 16 times. O custo de deslocamento seria bem mais alto que para o estadual catarinense. E a RBS teria que pagar um valor descente para os clubes catarinenses.

  • emersongonalvesdealmeida diz: 2 de abril de 2013

    Castiel

    Existe uma corrente no Rio Grande do Sul e no próprio Paraná que defende o retorno da Copa Sul. Jornais como Folha de SP e a própria Rede Globo deram destaque a recém-encerrada Copa Nordeste, campeã absoluta de arrecadação este ano, deixando no chinelo os badaladímos (pero no mucho) campeonatos Carioca e Paulista. Diga-se de passagem, o Nordestão é o único remanescente das copas regionais que até hoje não entendo porque foram extintas. Ah, diriam os céticos não tem calendário. Discordo. A CBF destina 23 datas para os Estaduais. Então que se faça o Catarinão, por exemplo em 13 datas. Campeonato de 10 clubes em turno único (9 datas), no qual os quatro primeiros seguem para as semifinais, disputada em dois jogos. Também em dois jogos seriam as finais forma a final. No ano seguinte, só inverte os mandos na tabela da 1ª fase. A mesma fórmula no RS e PR..
    Sobrariam 10 datas para Copa Sul que seria disputada com 12 clubes, quatro da cada Estado distribuídos em quatro chaves de três integrantes. Em seis datas seria disputada a primeira fase em turno e returno.. Ao final da fase, os primeiros colocados de cada chave avançam para as semifinais disputadas em jogos de ida e volta. Os vencedores destes confrontos fazem a final em dois jogos. Fechou 23. Ganham todos! Federações com campeonatos mais curtos porém mais rentáveis, os clubes que terão mais receita com bilheterias e patrocinadores e o torcedor que terá jogos mais atrativos e contra equipes de expressão nacional. Só não vê isso quem não quer, amigo Castiel! Tá aí a Copa Nordeste que não me deixa mentir sozinho!

  • Sandro Cardos diz: 2 de abril de 2013

    Copa Sul. sem Minas. Temos que fortalecer o Sul.

  • olha diz: 2 de abril de 2013

    Tu tah loko, o estádio do Criciúma fica bem no centro. E esses públicos são de jogos com promoção. Não acredito que a torcida do Criciúma seja maior que a dos outros três mas com certeza é mais fanática e mais presente.
    Mas também Grande parte da torcida do Joinville torce pra Flamengo ou Atlético Paranaense. E em Florianópolis tem muita gente de fora, gaúcho, paulista, baiano, etc. Sempre enche a visitante quando joga Inter, Gremio, Flamengo, Corinthians. Alguns vem de fora mas muitos moram ou pertencem a este estado.
    Se algum clube catarinense levasse a taça do brasileirão e visitasse a libertadores de vez quando com certesa unificaria o estado inteiro.

  • Leonardo diz: 2 de abril de 2013

    Pô Castija, mas acabando com os estaduais, o que seria de Avaí e Figueirense, que só ganham isso?! Haha brincadeiras à parte, já demorou pra voltar com esse tipo de torneio! Muito melhor do que jogar com Guarani da Palhoça, Juventus, Cambura..

  • Sul Alvinegro diz: 2 de abril de 2013

    Pode disputarem até a UEFA Champions League, se não montarem um bom time, o torcedor não vai. Principalmente com os elencos que os times catarinenses apresentaram até agora. Digo e repito: No troféu do campeão catarinense 2013, deveria estar gravado “Ao menos pior”.

  • alvinegro diz: 2 de abril de 2013

    Coitado desse “sou jeca”, só porque foi feita a análise do ano de 2012, depois que disputaram um campeonato de série B que não disputavam a mais de 20 anos e por isso deu alguns torcedores a mais que os outros clubes, já se acha o rei da cocada preta, colocando seu clube como 1º indicado a disputa de uma sul minas.
    Se levar em consideração a classificação atual do catarinense, até o metro está na frente do jeca para uma possivel classificação.
    Iludido, daqui a pouco acorda do sonho

  • Douglas Santos diz: 2 de abril de 2013

    Sou contra…Quem vai disputar? os 4 grandes? e os demais, vão fazer o que? disputar eternamente a copa SC? Eu prefiro ser “campeão catarinense” do que “campeão do sul”. Esta rivalidade aqui do estado é boa, sim. Eu prefiro ver JEC x Marcílio do que JEC x Londrina ou JEC x Brasil de Pelotas.

    Nota do editor: não me parece a “exclusão” ser a proposta. Mas a “inclusão” de alguns times via Estadual, que teria uma versão classificatória para eleger um time que não esteja em séries A,B ou C.

  • garrasdetigre diz: 2 de abril de 2013

    Convence o Delfin!
    Uma iniciativa destas vai gerar muita depressão na capital???
    Vaga garantida pra quem tá na Séria A, os demais disputam uma eliminatória.

  • Eduardo diz: 2 de abril de 2013

    Há tempos os estaduais estão em fim de carreira. Se transformaram em “Vera Fischer”. Segue aí o link do texto com a crítica e a comparação bem humorada. http://www.casadofutebol.net/2013/03/entenda-por-que-os-regionais-se.html

  • tigre diz: 2 de abril de 2013

    É muito simples, encurta este catarinense chato que dá tempo de jogar copa do brasil. Podia ser um turno com 14 times. Os oito primeiros classificam pras finais: joga só ida na casa do time de melhor campanha, se dá empate vai pros penaltys ou classifica o de melhor campanha e a final com dois jogos com gol qualificado, quem foi melhor durante o campeonato decide em casa. Não precisa de trofeu pro primeiro do turno.

  • da ilha diz: 2 de abril de 2013

    Bom, o Figueira sempre esteve bem na copa sul minas, quem sabe voltar essa competição, seria mais interessante

  • emerson diz: 2 de abril de 2013

    Caro rey you, se considerar QUALQUER confronto, em 2012 a quantidade de bons públicos do JEC foi bem maior que a do Criciúma. Ali na lista estão apenas confrontos entre times do Sul x times do Sul.

  • JV diz: 2 de abril de 2013

    O SUL É O MEU PAIS…somente os tres estados…menos custo para os clubes.
    Excluir todo clube que nao oferece renda…campos vazios, nao da mais.
    clube que nao tiver media de publico perto de 10 mil…na serie A e B – D deste ano, deve ficar de fora.

  • César diz: 2 de abril de 2013

    Castiel,

    Note que se levarmos em conta a pomtuação, a campanha do mangue foi a pior de todos. Conclusão: O vexame deles, vem de longe…Só ganhou da Paraná clube.
    Acho uma ótima idéia um torneio só com times do sul, seria bem legal, o favorito de SC seria o Figueira, pois tem mais vitórias que o Gaymio, no confronto, e já venceu o Inter várias vezes. ISSO É QUE É TRADIÇÃO…. Certamente o Criciúma iria cair, o mangue tbém já que assim como a Tigresa é adepto a vexames e a quedas. Já as Bailarinas e os ìndios iriam só figurar.

    Saudações alvinegras

  • Serginho (Sheik) Sarda diz: 2 de abril de 2013

    Nao facam isso!
    Vai ser a vergonha do futebol catarinense, somente levando porrada e vendo Gremio, Inter, AtleticoPR ou Coritiba serem campeoes…

  • Leandro Niehues diz: 2 de abril de 2013

    Seria uma boa opção.

  • tricolor diz: 2 de abril de 2013

    O maior público de times de sc em 2012 pertence ao JEC 18115.
    O maior público de times de sc em 2011 pertence ao JEC 19620.
    JEC o maior de Santa Catarina e ponto final.

  • david diz: 2 de abril de 2013

    O único campeonato que não era deficitário tecnicamente e financeira era o paulista. Mas era, já está em franca decadência tbm, o que dira o catarinense. Tanto é que o ano que vem irão tentar outra fórmula. Uma copa Sul, com todos participando e na sequencia criando as séries inferiores, como foi feito no campeonato brasileiro.

  • Edemilson diz: 2 de abril de 2013

    Concordo que tecnicamente seria um campeonato mais atrativo. Contudo vamos ser sinceros, nós catarinenses num torneio como este talvez iriamos comemorar um titulo a cada dez anos(sendo otimista). Isso tirando como base, o brasileirão da série A, onde nossos times entram apenas com o intuito de não cair.
    Portanto, apesar do nível técnico do campeonato, é no catarinense que podemos sonhar com algum titulo.
    Por outro lado, a média de público do campeonato poderia ser melhor se tivéssemos o preço dos ingressos mais acessíveis e o horário dos jogos mais adquados.

    Abs

  • Douglas Zanette diz: 3 de abril de 2013

    Vejo como a melhor alternativa transformar os estaduais em uma série E (obviamente sem os times que disputam alguma divisão do brasileiro) e adiantar o inicio do nacional para meados de Fevereiro, podendo até ter uma copa regional ou estadual, mas com uma fórmula curta e intercalada a copa do brasil e ao brasileiro, terminando só no 2º semestre.
    Mas como dificilmente a CBF e federações aceitariam algo desse tipo, a Copa Sul é realmente uma boa alternativa, mas não como a Copa do Nordeste, aonde os times jogam o regional e o estadual no mesmo ano. É possível fazer torneios curtos de até 12 datas com fórmulas semelhante a Copa América (3 grupos de 4) ou a Olimpíadas (4 grupos de 4, sendo 5 times de cada estado mais um extra), com o pior de cada estado rebaixado para o estadual, que seriam divisões de acesso.

  • Francisco Luft – Recife diz: 3 de abril de 2013

    Não concordo, pois com os estaduais sem os grandes o futebol do interior morreria. O que precisamos é de um calendário mais enxuto, com estaduais nos quais os times de série A e B, por exemplo, entrando em fases mais avançadas. Sem os estaduais, que são fracassos de público por conta da falta de identificação das comunidades com os atletas, muitos de fora dos estados, o futebol brasileiro camnharia para a ruína.

  • Anderson R Felipe diz: 3 de abril de 2013

    Esse torneio por região seria muito mais benéfico que o Catarinense sem sombra de duvidas.

    Inativa o campeonato catarinense e mantem a copa Santa Catarina..
    dos 4 times que estiverem no torneio Sul o ultimo colocado dá lugar ao campeão da Copa Santa Catarina…

    Isso ajudaria mais os times pequenos de SC como Guarani, Juve, Brusque, Marcilio e etc.

  • Edytigrão diz: 3 de abril de 2013

    É verdade César,a tradição do FigayrenC é levar grandes goleadas Inter 6 X 0 Figayra (1976); Criciúma 6 X 0 Figayra (1988); Creiciúma 6 X 0 Figayra (1989); São Paulo 6 X 1 Figayra (2002); Atlético MG 6 X 0 Figayra 2012 e a maior derrota de um clube mandante na história da Série A Figayra 1 X 7 Grêmio(2008).
    Tradição realmente é jogar 25 vezes contra o São Paulo, perder 19 vezes e ganhar somente 3 vezes.
    Tradição na capital é ser bi lanterna consecutivo na Série A, sendo que o FigayrenC em 2012 nas 38 rodadas foram 22 resultados negativos, 9 empates e apenas 7 vitórias; aproveitamento ínfimo de míseros 26.3%, que acabou culminando, pasmem, na pior campanha de um time catarinense da Série A do Brasileiro.
    Sem mais. CRICIÚAM CAMPEÃO INVICTO DA COPA DO BRASIL.

  • Renato Alvinegro diz: 3 de abril de 2013

    No meu ponto de vista deveria continuar o estadual pois caso contrário os times de menor expressão vão fazer o que ?? Mas concordo que um campeonato com os estados do sul ( sem minas ) é muito bom….Poderia ser, Fim de semana campeonato do sul e as quartas o catarinense…..Garanto que os clubes iriam se preparar melhor no primeiro semestre….Também deveria fazer um catarinense com pontos corridos…Alguma coisa tem que ser feita pois caso contrário nosso campeonato vai ser encarado como coletivo de luxo para preparar os times para o brasileirão e em coletivo dá 2000 mil pessoas…….Mas para qualquer mudança acontecer tem que acordar o Delfim Peixoto que esta embernando lá pelas bandas de Camburiu….O homem só aparece para entregar taça, dando ar de soberbo e mal exemplo fumando seu charruto , e tudo isso com a complacência dos clubes do estado…..Ele é o Hugo Chaves catarinense, pelo jeito só sai depois de morrer…

  • Ricardo Guedes diz: 3 de abril de 2013

    Caro Francisco Luft, um contraponto para sua reflexão.
    Os estaduais poderiam não morrer sem os “times grandes”. Imagine um campeonato gaúcho sem os times das séries “A” e “B” do Brasileirão. Seria muito mais competitivo para os times do interior. A torcida se animaria pois seus times teriam alguma chance de título. Veja o São Luiz e o time deste ano que chegou a final contra o Internacional.
    Os campeonatos estatuais poderiam servir como trampolim de acesso a competições mais prestigiadas. Por outro lado, os times grandes, das séries A e B, não precisariam investir milhões de reais pagando salários no início do ano somente para disputar o regional. O calendário das competições nacionais poderiam ser extendidos e todos ganhariam com isso.

  • Vinicius diz: 3 de abril de 2013

    Pois é, já disse. Calendário unificado com o europeu. Campeonato brasileiro dividido em 5 divisões com 20 clubes cada. total de 100 times. Os estaduais seriam disputados apenas com os time que não disputam qualquer divisão nacional. Os campeões estaduais ganhariam vaga na 5 divisão nacional. No começo do ano começaria os regionais, Copa do Nordeste, copa Norte, Copa centro oeste, Rio -São Paulo – Minas e Copa Sul, valendo vaga aos campeões para a Sul Americana. Teríamos também a Copa do Brasil nos moldes atuais e uma espécie de copa no sistema mata mata em cada Estado, para não “acabar” com as rivalidades regionais..
    Sei lá, algo parecido com isso….

  • zé alvinegro diz: 3 de abril de 2013

    Francisco Luft concordo com voce , ao invés de abandonar o interior o futebol precisa voltar ao interior , um canpeonato destes vai privilegiar os clubes maiores e os menores serão sufocados , o nosso estado tem um potencial muito grande e diferenciado dos outros dois estados no que se refere ao estadual ou seja a diferença de forças não é abismal como porto alegre e bagé ou curitiba e cascavel , na verdade se faz necessario um aumento para pelo menos 14 clubes na primeira divisão isto dara oportunidade para cidades como lages , tubarao , concordia dentre outras a participar do nosso futebol isto com um preço acsesivel porque pagar 50 reais para ver Figueira e Juventus não é posivel ,( falam tanto na copa do Nordeste que é sucesso de publico mas ninguém aqui citou o valor do ingresso cobrado por lá ! ) , dai se usar uma forma regionalizada na disputa ,um capeonato sulbrasileiro que alguns defendem seria disputado por clubes maiores que em seguida se enfrentariam pelo brasileiro na serie A ou B que estão jogando a copa do brasil e a sulamericana …..isto desgasta e confunde o torcedor vamos valorizar a nossa casa primeiro é aqui que nasce e cresce o futebol .

  • Leninha Avaiana diz: 3 de abril de 2013

    Concordo contigo!Seria uma boa!!!!!Saudações Avaianas!!!!!!!!!!!

  • Márcio Tigrão diz: 3 de abril de 2013

    Só pra lembrar

    HÁ 11 ANOS…
    São Paulo 06 x 01 Figueirense
    em 03 de abril de 2002
    copa do brasil..

  • Leonardo Serpa diz: 3 de abril de 2013

    Sempre fui a favor de uma competição regional, porém sem Minas Gerais. poderia ser nos moldes da copa nordeste, ou então uma competição envolvendo 16 times divididos em 2 grupos de 8, seguido de semifinais e final. Para dar oportunidade aos clubes menores se criaria uma segunda divisão, nos mesmos moldes. os estaduais poderiam ser transformados em mata-mata, como a copa do brasil, ou simplesmente extintos.

  • Rodrigo Figueiredo diz: 3 de abril de 2013

    Concordo plenamente, do jeito que está não da mais.

  • zé alvinegro diz: 3 de abril de 2013

    RICARDO GUEDES na verdade voce esta chovendo no molhado , porque os melhores classificados no estadual já tem vaga na copa do brasil ou nas divisões inferiores do brasileiro afinal a porta de entrada da elite começa assim ,quanto a exclusão dos clubes da serie A do estadual ( não existe clube gaucho na serie B ) o que daria a chance de um são luiz ser campeão não penso que motivaria o publico , a atração é os clubes da capital , alem de que o são luiz seria tachado de campeão generico do estado e outras ironias , quanto o fato de os clubes gastarem milhoes para o estadual não faz sentido , eles não precisam disso , ate porque jogam com times reservas a maior parte da competição pois estão disputando conpetições mais inportantes .

  • Pois é diz: 3 de abril de 2013

    Criciúma também já fez feio:
    Atlético PR 5 1 Criciúma (2012)
    Criciúma 0 4 América MG (2012)
    São Caetano 5 0 Criciúma
    Atlético PR 6 1 Criciúma
    Santos 5 2 Criciúma
    Esses últimos 3 acho que foi em 2004 ou 2003.

  • Carlos Cojeka diz: 3 de abril de 2013

    Castiel, mudando de saco pra mala, vais fazer o tradicional comparativo de jogadores para o clássico? Faça e dê ganho de causa ao Bigueira, pq aí venceremos no campo!
    Hehehehe.
    Abraço.

  • Renato Alvinegro diz: 3 de abril de 2013

    Olha não adianta querer mudar campeonato se a própria torcida não muda, o blogueiro postou um assunto e tem meia dúzia lá de Cri-ciúme falando em resultado de jogo do Figueirense !!!…Pela amor de Deus pessoal, vamos discutir os assunto, dar idéias, cobrar dos Presidentes de clubes e FCF para o bem do futebol estadual e crescimento do clubes…..

  • felipe diz: 3 de abril de 2013

    acho uma exelente ideia.. chega de jogar contra guarani da palhoça, ibirama, concordia, camburiu…. eles que joguem o estadual e os grandes (JEC, CEC, avai e figueira) o regional..

  • Zéca Gol diz: 4 de abril de 2013

    Sei que meu time não está bem no campeonato e está se preparando para série A. Mas eu gosto do campeonato catarinense. Essas copas sul, desfavorece muito nosso time que precisa viajar quilometros e quilometros de onibus. O SUL DE SC É UM ABANDONO SÓ.

  • Alemão diz: 4 de abril de 2013

    Não façam essa besteira, isso só vai acabar com o futebol do interior. O campeonato Paulista é forte porque o interior é forte, o campeonato Gaúcho é forte porque o interior é forte. O que se precisa é fortalecer o futebol do interior, se isso for feito além de Ibirama, cidades como Rio do Sul, Lages, Caçador entre outras voltariam a ter um time de futebol. Pessoas como voçê Castiel só desencentivam pessoas como o Seu Ayres Marchetti a colocar dinheiro no futebol. O que se precisa aqui em Santa Catarina são pessoas como o Seu Ayres Marchetti que investem dinheiro no futebol e não de pessoas como voçê Castiel que desencentivam pessoas como ele a investir no futebol. Eu queria ver se voçê botasse dinheiro no futebol como o Seu Ayres faz se voçê ia concordar com esse projeto.

  • Jonas Johnes diz: 4 de abril de 2013

    LIGA SUL 12 TIMES (MELHORES RANQUEADOS NA CBF). Jogos de ida e volta. Caem três e sobem os campeões dos estaduais de RS, SC e PR.

    SEM MINAS!

  • alvinegro diz: 4 de abril de 2013

    Por favor, dizer que o futebol do interior gaucho é forte é brincadeira.

    Tirando o gremio e o inter, os demais estão abaixo do nosso futebol, pois nem série B disputam.

    Penso que uma fórmula legal seria uma disputa de catarinense que desse vaga na sul minas, pois levaria muito mais pessoas aos estádios quando a disputa fosse vinculada a mais vagas em outros torneios. Por exemplo, a disputa para uma vaga na série D, com certeza será uma motivação a mais para o jogo entre Ibirama e Metro.
    Imaginem com possibilidade de disputar um torneio entre estados.

    Lembrando que no passado o Tubarão, se não me engano, chegou até as finais do torneio sul minas.

    Abs,

    Alvinegro

  • Rodolfo diz: 4 de abril de 2013

    Gostei dos números obtidos por Avai e Figueirense neste levantamento. Sensacionais.

  • Fernando diz: 4 de abril de 2013

    Castiel.
    Vale a ideia, pois as informações de publico contidas no site não estão corretas. Grêmio teve mais de dois jogos com ou mais de 40 mil pessoas ano passado.

    Grêmio 2 x 1 Atl (Go) 46.309 torcedores – Brasileiro
    Grêmio 1 x 1 Santos 45.762 torcedores – Brasileiro
    Grêmio 0 x 2 Palmeiras 43.359 torcedores – CB
    Grêmio 2 x 1 São Paulo – 45.821 torcedores – Brasileiro
    Grêmio 1 x 1 Botafogo – 31.950 torcedores – Brasileiro
    Grêmio 1 x 0 Fluminense – 27.405 torcedores – Brasileiro
    Grêmio 2 x 0 Corithians – 20.663 torcedores – Brasileiro
    Grêmio 2 x 1 Cruzeiro – 31.565 torcedores – Brasileiro
    Grêmio 2 x 0 Flamengo – 18.601 torcedores – Brasileiro
    Grêmio 1 x 0 Millionarios (Col) – 20.055 torcedores – Sulamericana

    Isso que levei em conta só os jogos do Grêmio, mas certamente o Criciuma teve uma média de publico melhor do que a divulgada na lista acima, e o próprio Internacional, mesmo com Beira Rio diminuido, teve uma média boa de publico que não foi considerada na lista tambem.
    Alem do mais, infelizmente, hoje, os estaduais são campeonatos amadores, onde equipes sem objetivo algum comprometem muitas vezes o desempenho e o planejamento de equipes que trabalham em cima de acessos a Série B, A, Libertadores e enfim. Não existe mais como situações como a do Juventus existir no meio do futebol, considerando os investimentos que times como Avai, Figueirense, Criciuma, Joenville e agora até mesmo Chapecoense fazem, e terem de disputar um campeonato com times amadores! Por os melhores jogadores a jogar em campos de pelada, sujeitando a machucados desnecessários.
    Acredito que a regionalização de equipes, melhoraria publico e estimulária mais os times menores e que são organizados a participar de um campeonato envolvendo os grandes do sul do Brasil. Melhor ver Joenville x Camburiu ou ver Joenville x Inter, Joenville x Grêmio, Joenville x Coritiba?? Eu prefiro ver Grêmio x Avai, Grêmio x Criuciuma Grêmio x Atlético PR que ver Grêmio x Veranopolis…entendem? Competitividade verdadeira…nivelar por cima, comparativo e preparação pro 2°semestre enfrentando os melhores da sua regiao ao menos. Pois dpois ficam 1°semestre todo jogando uns estaduais semi amadores, e vão pro Brasileiro enganando todo mundo, e se dão mal, caem ou fazem campanhas ridiculas. Profissionalizaçãod e fato JA!

  • 6X0 ETERNO diz: 4 de abril de 2013

    Pois é diz:
    3 de abril de 2013
    Criciúma também já fez feio:
    Atlético PR 5 1 Criciúma (2012)
    Criciúma 0 4 América MG (2012)
    São Caetano 5 0 Criciúma
    Atlético PR 6 1 Criciúma
    Santos 5 2 Criciúma
    Esses últimos 3 acho que foi em 2004 ou 2003.
    Mentir é feio, então vamos aos fatos:
    Criciúma 0X4 América – Série B, Tigre conseguiu acesso neste campeonato e América vai mofar mais um ano com avaíbis e tombense/letrense;
    São Caetano 4X1 Criciúma – Copa Brasil jogo ida, no jogo da volta Tigre 4X0, ELIMINOU o SC
    ATLÉTICO pr 6×1 nUNCA EXISTIU

  • rogerio diz: 5 de abril de 2013

    Castiel, eu vi a copa do Nordeste pela parabólica, que foi paralela aos campeonatos regionais de lá. Seria interessante uma copa do Sul com transmissão nacional. A RBS de SC tinha que estar na Sky ou parabólica, seria legal também. Mas o catarinão deveria ser paralelo a copa sul, porque o catarinão tem o charme e a rivalidade capital x interior, rivalidade sadia que fortalece os times, tanto é que a Chape e o Criciuma se tornaram times grandes em SC graças a rivalidade.

  • Zéca Gol diz: 5 de abril de 2013

    caro rogerio, o criciuma não se tornou time grande “graças a rivalidade”. O criciuma se tornou o único time grande de santa catarina, graças as conquistas nacionais.

  • ZE ALVINEGRO diz: 6 de abril de 2013

    ALEMÃO estou de acordo com voce quando defende a valorização do nosso estadual , mas afirmar que o interior do estado sulino tem um futebol forte ! para com isso , exclui os dois de porto alegre e o restante esta abaixo de nós , quer uma prova ? criciuma , joinville , chape , subiram das series D , C nos ultimos dois anos ao contrario de seus adiversarios que permaneceram na mesma ou cairam a saber , juventude , pelotas ,caxias , zequinha e por ai vai , o futebol do interior do rio grande é muito fraco .

  • Anderson diz: 6 de abril de 2013

    Eu acho que o alemão quis dizer quando falou em interior gaúcho forte, foi mais o fato que muitos times ainda existem, mesmo que as duras penas. Isso tem a ver com tradição futebolística da cidade, mesmo que não representem nada a nível estadual. Onde anda o Próspera, Hercílio Luz, Caxias de JOinville, Tubarão, Blumenau, times de cidades grandes acabaram, fecharam as portas.

Envie seu Comentário