Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Paraná pensa Sul-Minas pelo ranking. Problema é que Joinville ficaria de fora

06 de abril de 2013 32

O post que fiz aqui e rendeu ótima discussão entre os blogueiros foi oportuno (clique aqui e relembre a postagem). Até porque um forte movimento paranaense deu start às negociações para o surgimento de uma Sul-Minas. Aliás, já com o apoio dos clubes mineiros, veja abaixo no post link para matéria.

O problema para SC é que o modelo foi baseado no ranking da CBF, com quatro clubes de cada Estado, e nesta condição o Joinville ficaria de fora, entrando a Chapecoense, junto a Figueirense, Avaí e Criciúma.

Sabemos que o tricolor do Norte ficar de fora, para nós, no Estado, é uma aberração.

A proposta inclui rebaixamento e substituição via Estadual.

Tirando a questão do JEC, me parece que a conversa estimulada desde o Paraná nasce com critérios interessantes.

Veja matéria da Gazeta do Povo clicando aqui.

Veja matéria no Paraná Online, mostrando que mineiros estão apoiando. (clique aqui)

Lembrando que estou no Facebook com minha Fun Page (clique aqui), tenho o @castija no Twitter (clique aqui) ou via e-mail podemos conversar (marcos.castiel@diario.com.br)

Bookmark and Share

Comentários (32)

  • Eldio Venancio -> Figueira diz: 6 de abril de 2013

    Castija,

    Sou totalmente a favor da criação deste torneio.
    Quanto a “aberração” citado, acho o seguinte. Se nós catarinenses(Imprensa +torcedores) queremos tanto afirmar que a chapecoense é um grande de SC e e que então teríamos 5 grandes para quatro vagas, não acho uma aberração.
    Aberração seria aparecer um Marcílio Dias ou o Ibirama no lugar.
    Imagina se no rio tivéssemos somente 3 vagas??? Como seria???
    Abraço.

  • GUGA IMORTAL diz: 6 de abril de 2013

    Ninguém quer saber dessa sul-minas. Esqueçam essa droga. O primeiro semestre já tem libertadores e copa do brazil.

  • Marcos diz: 6 de abril de 2013

    Se a Sul-Minas for em 2014, depende de qual ranking que vão usar. Se for o de 2012 JEC estará fora, mas em 2013 nossa Chape descarta uma copa do Brasil e o JEC terá uma serie B a mais. Não fiz a conta, mas acho que no ranking 2013 o JEC vai esta na nossa frente. Daí ficaríamos fora. Para nós catarinenses seria bom se pudesse disputar apenas quem esta nas Série A e B, com certeza seríamos a maioria.

  • AIRTON diz: 6 de abril de 2013

    TA BOM CASTIEL, O JOINVILE FICANDO FORA É UM PROBLEMA? E A CHAPECOENSE FICANDO FORA ENTAO ESTARIA TUDO CERTO? …………..

    nota do editor: as vezes eu me assusto com a falta de preparo na interpretação de um texto e paranoia que estão imersos alguns de nossos irmãos na terra. Quem falou em Chapecoense fora?

  • rogerio diz: 6 de abril de 2013

    seria interessante a Copa do Sul. No nordeste foi um sucesso a Copa do Nordeste e teve transmissão por um canal nacional da parabólica. As despesas de viagens não seriam tantas porque PR, RS E SC ficam encostadinhos uns nos outros.Tomara que vingue essa ideia.

  • Mazinho Alvinegro diz: 6 de abril de 2013

    Aberração o JECA ficar de fora?
    Esse Catiel se supera a cada dia, mesmo!
    Escutem!
    Um time sem-teto, que depende da prefeitura de XorôInVille, que NUNCA ganha nada, que a última participação na ELITE foi no século passado, que a mais de 12
    anos não ganha um estadual, aí eu pergunto: É Aberração ficar de fora de uma provável Copa Sul-Minas?
    Apáranéoh, Castiel!
    Aberração seria esse ajuntamento do Bolshoi estar dentro, .. hehehehe!!!

  • Mateus diz: 6 de abril de 2013

    Bobagem, quero ver eles ganhar na arena se é fácil, não é jogando com time reserva ou junior que conseguem.
    Então olha bem, os estaduais ditos mais sérios só servem pra sacanear o rival. Eles mesmos não gostariam de enfrentar outros times só querem ganhar aquela partida na metade de maio e ganhar uma taça por isso. Quando foi a última vez que não teve Cruzeiro e Atlético MG, Coritiba e Atlético PR ou Internacional e Grêmio nas finais? É o único que importa pelo jeito. Aqui em SC dificilmente se sabe a final e também não faz muita diferença o adversário das finais pois são todos nivelados por baixo.

  • Alexandre diz: 6 de abril de 2013

    Não deveria ser SUL-MINAS. Só Sul (5 do PR, 5 de SC e 6 do RS)…

  • Mateus diz: 6 de abril de 2013

    Qual o quarto clube de Curitiba? Não faço ideia que time possa ser. Não estaria muito abaixo dos demais? Talvez até ganhasse uma e outra dos catarinenses, mas ter o Joinville na lista faria muito mais sentido.

  • Alexandre diz: 6 de abril de 2013

    Justifico minha opinião: entraria também o Jec e valorizaríamos mais o nosso futebol sulista. Sei que seria legal ver Atlético/MG (na fase ótima que atravessa) e Cruzeiro por aqui, mas minha preferência é por uma Copa SUL. No entanto, saindo um SUL-MINAS já é melhor que só aguentar estaduais com baixo nível técnico e fórmulas esdrúxulas, como a do nosso…

  • Mateus diz: 6 de abril de 2013

    “Os participantes, porém, não seriam fixos e mudariam de acordo com o desempenho. O pior time de cada estado abriria lugar no ano seguinte para outro, de acordo com a classificação nos estaduais.”
    Ou seja os clubes catarinenses alternariam o resto não, e nem teria como.

  • Leandro Criciuma diz: 6 de abril de 2013

    Nossa, seria demais, nem tanto por se tornar mais interessante, mas sim pela mediocridade do campeonato catarinense, a mediocridade da federação catarinense, um movimento desse porte nunca partiria do delfim, já disse em outras oportunidades que o sucesso dos times catarinenses não tem absolutamente nada haver com algum estimulo ou prestigio da federação, cada um esta na serie A ou B por méritos e competência de seus dirigentes, a força de suas torcidas enfim… seria um avanço para os clubes a volta da sul minas! e se livrar desta várzea do campeonato catarinense de cartas marcadas pelo delfim.

  • luiz diz: 6 de abril de 2013

    Aberação não é deixar o JEC de fora de uma competição (até porque o ranking muda todo ano e a tendência é o JEC subir conforme a série D e C ficam pra trás), mas sim chutar todos os demais times que não são considerados grandes no limbo no primeiro semestre.

    Destruir os torneios caseiros não é solução para nada, pelo contrário, vai ser o golpe de misericórdia nos clubes pequenos dos seus estados. Onde então um Atlético de Ibirama ou Metropolitano ia disputar uma vaga na série D para preencher o calendário do segundo semestre? Se só classificam quatro, então qualquer um dos 5 maiores de SC que estiver num ano ruim acabará tendo um próximo ano ainda pior, sem calendário para o primeiro semestre?

    Não se pode simplesmente extinguir os torneios e deixar os clubes a ver navios, clube de futebol tem que jogar futebol. Na Inglaterra fizeram justamente o contrário e ressucitaram o futebol inglês, mas aqui na terrinha todo mundo segue na contramão, querem mais é matar de vez os clubes que já sofrem com a falta de calendário.

  • Enio diz: 6 de abril de 2013

    Respeitosamente, discordo e não acho um problema. Tem que ir 4 de cada estado e nada mais justo do que usar o ranking da CBF (que enfim fez um ranking decente). Vale a meritocracia. Azar do Joinville, que participará em uma edição futura. A Copa Sul-Minas vai ser uma coisa muito boa.

  • alison diz: 6 de abril de 2013

    o critério tem que ser estritamente técnico, pela classificação do estadual. No Nordeste é assim. Caso contrário, torna-se apenas uma competição caça níquel com clássicos, tipo Copa Mercosul, ou Supercopa da Libertadores, que sempre tinham os mesmos times.

    Se os grandes não ficarem entre os 4 melhores do Estadual, não participam da Copa Sul no ano seguinte. Simples e justo.

  • alison diz: 6 de abril de 2013

    E acho sem sentido os times de Minas Gerais. Não tem nada a ver com o Sul do Brasil. É Copa Sul e pronto. Se teria só 12 times (4×3), dane-se. Faz dois grupos de seis.

  • Do JEC para o … enrustido! diz: 6 de abril de 2013

    Esse Mázinho alvirosa, alias Nodu Mang, aliás… “sei lá o quê”, tem tanto medo e raiva do JEC que quer vê-lo fora de tudo e de qualquer coisa. Menos… menos, assim vc vai bater com as “cachuletas”, espumando de raiva, “seborrando-se” todo com tanta raiva do time que acho vc adora…!
    Realmente é um caso psicológico e patológico, essa raiva enrustida, inexplicável de todos os modos. Por exemplo, eu não consigo reparar essa furia incontida com o time do Juventus, ou Marcilo Dias, ou Guarany, ou qualquer outro que, com o devido respeito, não conseguem fazer frente ao seu time que são as barbies do exxtreito fedido. “Ele” morre de medo… então quer a “morte” do adversário para assim poder ter a supremacia que vê se esvair lentamente diante de seus olhos mortiços e por entre os dedos.
    Parabéns, “raivoso”, vc tem noção de onde mora o perigo…!
    Olhaki, oh furioso, eu quero ver seu time jogando com o meu em todas as competiçoes possiveis, pois assim fica mais fácil de ganhar pontos dum cliente e freguês nosso… o seu timinho de metidos a besta que nem vc! Vc não consegue nem ter noção, que desse jeito só nos dá valor… grato!

  • Leandro Niehues diz: 6 de abril de 2013

    As federações tem interesse na renda e publico. Com certeza não deixarao o JEC de fora vista a necessidade destes interesses. Seria muito interessante que os 5 times entrassem, mas caso não for possivel, avai ou chapecoense deveriam ficar de fora pelo péssimo público que estão levando aos estádios ultimamente.

    Aproveito para fazer uma ressalva ao Mazinho Alvinegro, o tarrafeador do mangue. Tá com muito dodói esse cara. Que inveja grande você do maior time e cidade do estado.

    Saudacoes tricolores.

  • Douglas Zanette diz: 6 de abril de 2013

    luiz: A intenção não é acabar com os estaduais, eles só não teriam a presença dos 4 clubes em melhor posição no ranking da cbf no primeiro ano, nos próximos haveria a troca do pior colocado de cada estado pelo campeão estadual. Ou seja, o catarinense vai continuar existindo (independente de como for a fórmula da Copa Sul-Minas e isso se realmente ela sair do papel) e com a maior possibilidades de times como Metropolitano e Atl. Ibirama serem campeões, tendo como um outro objetivo além de uma vaga para a série D e o titulo, uma vaga para um torneio que será muito mais rentável que o catarinense.

  • Diogo Gustavo diz: 6 de abril de 2013

    Castiel, não fostes feliz nesse post. A impressão que deu foi de que mostrou preferência por determinados times. Pode não ter sido a intenção, mas que deu a impressão, ah isso deu!

  • andre diz: 6 de abril de 2013

    aberração é esse novo ranking da cbf, onde o MAIOR DE SC, que tem os MAIORES TÍTULOS não é o primeiro da lista…fora isso, as bailarinas ou os índios disputando é a mesma coisa, não vão chegar a lugar algum!
    Saudações Carvoeiras!

  • Silvio SZ diz: 6 de abril de 2013

    Nao entendi Castiel. Qual é o problema do joinville ficar fora? Alguem vai se matar?
    Alguem vai chorar?
    E se fosse o Criciuma ficar fora ou a Chape ou o Avaí ou Figueira.
    Seja mais claro, o que vc quis dizer com isso?

  • Dá-lhe tigre diz: 7 de abril de 2013

    É André é como a seleção estar em vigésimo no ranking, palhaçada, Mas também se ficar se amarrando às coisas passadas não vai pra frente.

  • Marco diz: 7 de abril de 2013

    No meu ponto de vista Minas nem precisaria entrar. Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná tem clubes suficientes para uma boa peleja. No RS: Inter, Grêmio, Juventude, Caxias e Brasil de Pelotas. Em SC: Criciúma, Joinville, Chapecoense, Avai e Figueirense. No PR: Coritiba, Atlético PR, Paraná Clube e Londrina. 14 clubes e um bom campeonato.

    Caso seja a Sul Minas entram: Inter, Grêmio, Juventude, Criciúma, Chapecoense, Joinville, Avai, Figueirense, Coritiba, Atlético PR, Paraná Clube, Cruzeiro, Atlético MG e América MG. 14 Clubes e uma boa disputa.

  • Edson – Jec diz: 7 de abril de 2013

    Uma ideia é montar o torneio com os 16 melhores ranqueados independente do estado, por exemplo no RS, quem alem de Inter e Gremio tem destaque?? ou no Parana alem de Atletico, parana e coxa, nao tem outro time…idem em minas que é Atletico, cruzeiro e America…Ou faz o ranking por Serie preferencia serie A…B…C…assim por diante ate fechar os 16…

  • Edson – Jec diz: 7 de abril de 2013

    Castiel – Missao dificil escrever em blog para pessoas nao muito esclarecidas…O que o Castiel quis dizer é que é INJUSTO, qualquer um dos cinco ficar de fora, no momento o JEC, ele escreveria o mesmo texto se ficasse de fora o Criciuma ou o Avai ou a Chape ou o muti rebaixado Figueirense…

  • Pedro diz: 7 de abril de 2013

    Grande iniciativa! Como o COLORADO ja é o CAMPEÃO DE TUDO tem que criar novos torneios pra ganharmos!!! NOVAS TAÇAS PRO CLUBE DO POVO!

  • Jack diz: 7 de abril de 2013

    Figueira 1 x 0 Time do Mangue…com gol impedido aos 49:58 do seg tempo…so p/ ver o xororo das cinderelas.

  • Ciro diz: 7 de abril de 2013

    Essa conversa, de sul-Minas, é coisa dos paranaenses, que possuem somente clubes da Capital na “elite” ou seja, para eles é uma mão na roda ressuscitar esse torneio, o resto disputaria uma espécie de campeonato do interior(afinal, aparentemente, é um interior rico mas que, ultimamente, não decola no futebol). Aqui, a coisa é diferente: 5 clubes nas duas príncipais divisões, sendo: 3 do interior (norte-sul e oeste) e 2 da Capital, obviamente. Portanto, não vejo o nosso campeonato como sendo de baixo nível, se comparados com os nossos vizinhos sulinos (nós temos é uma equiparação de forças). No RS e PR sim que o torneio se resume, na grande maioria das vezes, em decisões entre equipes das Capitais.Temos é que valorizar o catarinense, porque, aqui, volto a repetir, as forças são equilibradas (interior e Capital se revezam frequentemente no domínio) tanto é que os jogos entre os 5 são considerados clássicos.Concluindo: Não é somente em SC que o futebol esta desagradando muita gente ou seja, é uma PANdemia futebolística, portanto o remédio tem que servir a todos e não somente aos escolhidos,se não, estaremos dando previlégios a uns em detrimento de outros.(Chega de tanta mesquinhez no futebol, afinal de contas todo ranking é discutível)

  • Alemão diz: 8 de abril de 2013

    Pelo amor de Deus, não façam essa besteira isso só vai acabar com o futebol do interior e um monte de pessoas que dependem do futebol para viver vão ficar desempregadas. Será que o Castiel e todos voçês que defendem essa idéia vão empregar essas pessoas que ficarem desempregadas por causa dessa idéia, eu acho que não. E como times como o Atlético e o Metropolitano vão conseguir uma vaga para a Série D. O que se precisa é valorizar o futebol do interior, se isso for feito, além de Ibirama, cidades como Rio do Sul, Lages, Caçador entre outras voltariam a ter um time de futebol. Castiel não acabe com o Atlético de Ibirama, a nossa Ibirama não merece isso.

  • Fernando Avaiano diz: 10 de abril de 2013

    Jack, Avai 2 X 1, com gol polêmico aos 46 do 2º tempo, he, he, he, só errase de lado…

  • jean Marangoni diz: 30 de maio de 2013

    Eternos fregueses, Avai e Figueira, quantas vitorias o clube de maior torcida Catarinense, tem a frente de vcs ? No minimo umas 20 vitorias aproximadamente! Jec nasceu campeao, e vcs ? Com um remo na mão ! Rsrsrssrsrrsrssr

Envie seu Comentário