Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Criciúma afunda Chapecoense e comprova que vencer clássicos regionais é um dos segredos para se salvar neste Brasileiro

22 de maio de 2014 9

Parece tão óbvio, que muitos não dão valor. Mas o Criciúma, pelo jeito, dá. Usou o fator local, usou a força de sua torcida, usou seu estilo guerreiro para arrumar duas vitórias no Brasileiro justamente nos jogos contra Chapecoense e Figueirense.

Como já alertei em post aqui neste blog, as vitórias contra os pares regionais vão conferir um diferencial. E a tabela não deixa mentir, com duas vitórias, o Tigre deixa a briga pelo rebaixamento para respirar um pouco em relação ao descenso.

Foi daqueles jogos Copados, sob chuva, onde a garra e a determinação falaram mais alto que a técnica (confira aqui a crônica da partida no DC Esportes).

No caso do Verdão, eu acredito que Dal Pozzo mereça ainda créditos, embora saiba que o futebol é meio cruel e imediatista. 

Bookmark and Share

Comentários (9)

  • OS TRÊS PATETAS DA SÉRIE A diz: 22 de maio de 2014

    VELHO OESTE, VERDÃO, CHAPE, KKKKKKKKKKKKKKKKKK.
    A TARTARUGA VERDE EM CIMA DO MURO, TODO MUNDO SABE ONDE ELA VAI PARAR, HIHIHIH.
    COLONADA NA SÉRIE A ?, NÃO SABE NADA INOCENTE.
    KKKKKKKKKKKKK

  • Abdul Zido diz: 22 de maio de 2014

    Tigre está se recuperando, mas a torcida não vai tolerar esse esquema de fazer um gol e se fechar todo no segundo tempo. Contra figueira e chapecoense pode funcionar, mas com os demais times não vai rolar. Com o Palmeiras foi a mesma coisa, e veja no que deu. Se diz a lenda que 2 a 0 é um placar perigoso, o que dizer de administrar 1 a 0? Só se for aos 40 do segundo tempo. Queremos um time que tenha domínio de bola, que parta para o ataque, que faça 2 a 3 gols por partida, mesmo q leve gols. A torcida não vaia qdo o time perde tentando ganhar.

  • Renir Juanito Kahl diz: 22 de maio de 2014

    Manda o Pingo embora e tragam o Dal Pozzo pro AVAI.

  • Everton – Chapecó diz: 22 de maio de 2014

    De fato.. o Criciúma foi infinitamente melhor em todo o jogo.
    Também acredito que o Dal Pozzo tem crédito, mas a partir deste momento todo mundo tá começando a questionar o que de fato esta acontecendo com a Chape. Será só a falta de um homem-gol”? Cadê a defesa consistente que nos alegrávamos tanto? Cadê o meio criativo que tínhamos e que sempre “pifava” o atacante, deixando ele na cara do goleiro? Será que tudo isso é só “culpa” do Dal Pozzo?

  • garrasdetigre diz: 22 de maio de 2014

    A meta é 10 pontos nos confrontos regionais. 6 já estão na conta! Ruim seriam empates entre os três!
    A Chapecoense não veio pro jogo, só entrou em campo.

  • Carlos Cojeka diz: 22 de maio de 2014

    Castija, clássico em SC só tem um. Qto ao jogo, querem dar de relho no Gilmar Dal Pozzo. Se ele soubesse, teria aceitado melhores propostas. Capaz de vir parar no maior de SC = Avaí FC.

  • Supremacia Azul diz: 22 de maio de 2014

    Prato do dia: índio escalpelado à moda carvoeira!

    Rendimento: 1 porção!

  • barra brava catarinense diz: 22 de maio de 2014

    Vencer os classicos regionais não é mais que obrigaçao para quem quer se manter na elite. FORÇA TIGRE

  • Serginho Sardá(o SHEIK diz: 22 de maio de 2014

    Times medíocres,tanto a Chapicuensi como o Kiciúme,todo mundo já sabia antes do campeonato que seriam dois sérios candidatos ao rebaixamento,portanto,nada de espanto gente.,,

Envie seu Comentário