Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Depois do que houve na Arena do Grêmio, certamente Avaí terá problemas pela frente

28 de setembro de 2014 109

O impacto recente do que houve na Arena do Grêmio vai cobrar caro também do episódio da Ressacada.

As imagens não deixam dúvida sobre o que falou Antônio Carlos a Francis.

Se houve punição severa ao Grêmio, imagina-se que o STJD vai entrar nesta barca também.

No caso tricolor, houve exclusão da competição num primeiro momento, depois perda de pontos.

A  perda de pontos é uma ameaça concreta, sabemos que o STJD  já condenou o Grêmio mesmo que a lei diga o contrário.

Se fosse seguida a letra fria da lei, a punição seria apenas ao atleta. Mas sabemos que a pressão será grande.

Perda de pontos é sempre ruim para uma disputa tão apertada de G-4.

Gente, lamentável. O que passa pela cabeça do atleta? Câmeras captam tudo.

Bookmark and Share

Comentários (109)

  • vera diz: 28 de setembro de 2014

    As imagens não deixam dúvidas, ele falou duas vezes. Acho essa atitude pior do que a da torcedora gremista. O jogador deveria dar o exemplo. Assim sendo, punição para ele e o clube.

  • Castiel Desinformado diz: 28 de setembro de 2014

    Art. 243-G. Praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a
    preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou
    portadora de deficiência: (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).
    PENA: suspensão de cinco a dez partidas, se praticada por atleta, mesmo se suplente,
    treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de cento e vinte
    a trezentos e sessenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a
    este Código.
    § 1º Caso a infração prevista neste artigo seja praticada simultaneamente por CONSIDERÀVEL NUMERO DE PESSOAS vinculadas a uma mesma entidade de prática desportiva ( CASO DO GREMIO, VARIAS PESSOAS CHAMANDO), esta também será punida com a perda do número de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida……. QUE NAO É O NOSSO CASO.
    PONTO.

  • A diz: 28 de setembro de 2014

    Lamentável a atitude do atleta, sabendo que vai prejudicar sua equipe, não conseguir se segurar emocionalmente em uma disputa de bola. A luta contra o racismo esta em voga, provavelmente a equipe que tanto se esforça, será punida porque seu atleta não consegue ter equilíbrio emocional durante o jogo!

  • Alvaro Farias diz: 28 de setembro de 2014

    Lembramos que afastar o atleta das suas atividades, também prejudicam o clube. Não creio que se perca pontos, mas se perde atleta que deve ser pago sem jogar!

  • Lucas diz: 28 de setembro de 2014

    Pela regra Avaí não será punido,só se o STJD for muito injusto…Pelo regulamento o Avaí não irá perder pontos,apenas ter o jogador fora.Abs.

  • Marcelo Costa diz: 28 de setembro de 2014

    O Castiel não é desinformado… ele só quer por lenha na fogueira… tem muita coisa errada… como que jogador vai pro hotel depois vai a delegacia registra o BO as 17:30 sendo que jogo começou as 16:10hs?

  • Diogo Coelho diz: 28 de setembro de 2014

    Na leitura labial do atleta do boa ele fala FDP que é muito mais ofensivo…

  • Antonio diz: 28 de setembro de 2014

    Se olhar direito da pra ver que nao falou macaco, até pq ele antonio carlos nao é nadinha claro, ele falou palhaço, babaca, algo assim!

  • Rudnei diz: 28 de setembro de 2014

    sr Alvaro Farias, isso não será problemas pois o Avai não paga o salário, brincadeiras a parte só resta a pergunta: onde uma atleta desses anda com a cabeça? lamentável

  • Rodrigo diz: 28 de setembro de 2014

    Art. 243-G. Praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a
    preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou
    portadora de deficiência: (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).
    PENA: suspensão de cinco a dez partidas, se praticada por atleta, mesmo se suplente,
    treinador, médico ou membro da comissão técnica, e suspensão pelo prazo de cento e vinte
    a trezentos e sessenta dias, se praticada por qualquer outra pessoa natural submetida a
    este Código, além de multa, de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais).
    (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).
    § 1º Caso a infração prevista neste artigo seja praticada simultaneamente por
    considerável número de pessoas vinculadas a uma mesma entidade de prática desportiva,
    esta também será punida com a perda do número de pontos atribuídos a uma vitória no
    regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou
    equivalente, e, na reincidência, com a perda do dobro do número de pontos atribuídos a
    uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida,
    prova ou equivalente; caso não haja atribuição de pontos pelo regulamento da competição,
    a entidade de prática desportiva será excluída da competição, torneio ou equivalente

  • Junior diz: 28 de setembro de 2014

    Castiel, em Orlando com a familia, nao vi o jogo, mas acho que se um time esta perdendo um jogo importante, o diretor pede que algum jogador negro avise para um juiz que foi chamado de macaco, que já resolve a situçao, creio que o STJD terminou por dar um tiro no proprio umbigo.
    Estou sendo realista, como o caso da “bola na mao”. Todo mundo mirando a bola no braço para ganhar penalti. Este caso deve se encerrar aqui para nao
    te

  • Bruno diz: 28 de setembro de 2014

    O jogador, em campo, representa a instituição, dessa maneira, tanto o jogador quanto a instituição merecem punição.

  • Leonardo diz: 28 de setembro de 2014

    Quanta palhaçada!!! O elenco do Avaí é feito de +ou – 50, 60, 70% de negros, ou afrodescendente, ou seja, quer dizer q o cara é racista por causa do “calor” do jogo, no objetivo apenas de desestruturar seu adversário. Começo aos poucos ficar com pena das P%#!, elas tbm deveriam reivindicar seus direitos!!! Mais uma vez….QTA PALHAÇADA!!!

  • Leonardo diz: 28 de setembro de 2014

    Castiel, estou escrevendo de novo pq esqueci de comentar… Deveria é acabar com essa coisa de raça, cor, etc… SOMOS TODOS IGUAIS!! Mas ultimamente, qta mais se fala em racismo, mais se cria diferença, rivalidade, ódio, etc… entre as pessoas. Acho q está na hora de parar de falar sobre isso, pois SOMOS TODOS IGUAIS, e não é um xingamento, principalmente em estádio de futebol, onde descarregamos o estresse do dia a dia, q nos fará diferente. SOMOS TODOS IGUAIS PORRA!!!

  • Miro Avaiano diz: 28 de setembro de 2014

    Muita hipocrisia por parte de muitos seres desorientados pelo tempo!!! Chamar isso de racismo é no mínimo ignorância!!! Se relatasse como sendo ofensa moral, até aceitável. Se tratando de futebol e das muitas coisas faladas dentro das quatro linhas, garanto que ninguém chama ninguém de bonito. Logo após o jogo, os mesmos astros da bola conversam como se irmãos fossem, bebem juntos, riem um do outro e ainda assim continuam sendo essa mesma raça que deus criou para esse planeta. Se alguém chamar alguém de “fdp” então tudo estaria dentro da normalidade??? Parem de querer arrumar tempestade em copo de água, afinal todos sabemos que a raça humana é uma só e assim que temos que reagir a qualquer tipo de observação por vezes indevidas. Racismo é o que estão pregando de uns tempos para cá aqui no Brasil, temos que dar um basta nisso ou separaremos a população deste planeta!!! Viva todos os seres do nosso planeta, inclusive os que não podem reagir a maus tratos e outros tipos de injúria.

  • Fredy diz: 28 de setembro de 2014

    Se o Grêmio foi excluído de uma competição por causa da atitude racista de uma torcedora, então o STJD deve aplicar o mesmo para qualquer clube. Ou será que a manifestação racista de uma torcedora é menos pior do que de um jogador? Não adianta querer pôr panos quentes para defender o Avaí. Quando o Grêmio foi excluído da Copa do Brasil todo mundo se posicionou a favor do STJD. Agora, quando o fato ocorre com o clube que você torce, as pessoas acham que não deve acontecer nada. Hipócritas!! A punição deve ser para o clube e para o atleta. Se há jurisprudência, então que se aplique as mesmas punições que foram aplicadas a outro clube. Racismo é uma vergonha!!! E o clube tem responsabilidade sim.

  • Fernando Avaiano diz: 28 de setembro de 2014

    Não houve nenhuma forma de racismo, não existem provas disto, mas se houvesse só o jogador seria punido. Claro que paraco desesperado Jec, que está saindo do G4 vale isto tudo. Daqui a pouco todo mundo vai ter que ir com um esparadrapo na boca. E mesmo assim são capazes de fazer leitura labial pra condenar alguém. Um absurdo, 70% do Leão são descentes de africanos, negros pronto. Eu sou Alemão e daí?

  • Fernando Avaiano diz: 28 de setembro de 2014

    FREDY , lá houve racismo de um grupo de torcedores, não foi um só como dizem. Engraçado é que o jogador do Boa não fez nada na hora, como o Aranha, tampouco foi registrado em súmula, só muito depois do jogo, depois de ter ido pro hotel se lembrou de racismo. O Pablo, seu companheiro de zaga é o que porra, o Felipe é o que. Para de hipocrisia, isto só foi levantado aqui pra dar audiência, nada haver com racismo. Outro é o próprio Jec, que já não tem acompanhado o pelotão de frente pelo seu baixo futebol.

  • Arthur diz: 28 de setembro de 2014

    Casta, informe-se. Discriminação racial é quando, por exemplo, um negro não pode entrar em uma festa, ou em um emprego, pela cor ( ou um branco, ou um chinês, ou um japonês).
    Quando uma pessoa é chamada de macaco , no caso de um negro, ou de macaco albino, no caso de um branco, trata-se de injúria racial, bem distinto na lei. Nestes casos aplica-se a lei acima colocada. Exatamente assim. No caso do Grêmio, há uma desinformação e uma confusão: o Grêmio não foi eliminado da Copa do Brasil pelo STJD. O campeonato que o clube disputava era mata-mata e ele já havia perdido um jogo, ou seja , três pontos. No julgamento perdeu mais três .Assim perdeu a chance de reverter o resultado e foi eliminado da Copa em questão. No caso do Avaí, não teria sido injúria praticada por considerável número de pessoas, prova é que o BO indica apenas o Antônio Carlos. Se provado, será pena ao jogador e, no máximo, multa ao clube. Questão bem pior, com considerável numero de pessoas , no Paraná Clube, deu em multa ao clube, recentemente. O resto é fumaça preta lá do continente. Simples assim!!

  • Calrei diz: 28 de setembro de 2014

    Não tem jeito, o Leão vai ser punido duas vezes: com a perda dos 3 pontos conquistados em campo e com a suspensão do atleta pela pena máxima. E tem mais, o próprio Antonio Carlos é descendente da raça negra, o que mostra que o racismo está dentro até da própria raça. Mas se um negro chamar no campo um jogador branco de “seu branquela”, a repercussão vai ser igual? Duvido. Existe muita hipocrisia na sociedade e no meio esportivo.

    Sobrou para os torcedores que poderão ter o time fora do G4.

  • kleber diz: 28 de setembro de 2014

    O atleta do Avaí é negro, agora como fica quando um próprio negro está sendo racista???
    O atleta do Boa que de santo não tem nada, ofendeu um monte o atleta do Avaí, isso pode??? Se o Avaí perder pontos por causa disse , será uma vergonha, se alguém tem que ser punido, tem que ser os dois atletas e não o clube…Repito atleta do Avaí é negro, e foi também ofendido..

  • marcos diz: 28 de setembro de 2014

    Imprensa que se presta a fazer o joguinho de interesses… se é que me entendem!

    O futebol tá virando uma palhaçada!
    Daqui a pouco jogadores vendidos estarão gritando ofensas virados pra televisão para eliminar determinado Clube….. é a força do dinheiro e dos grandes interesses ganhando mais um espaço no campo de jogo!

    E os “alguns” da vida, cujo o coração também fala alto, ainda fomentam a situação.

    Que se puna o jogador…. jamais o Clube seus idiotas! Um dia será o time de vocês…….

  • Joffran Guilherme da Silva (14400482) diz: 28 de setembro de 2014

    Castiel, o objetivo da decisão no caso do Grêmio era excluir o clube da Copa do Brasil. Tirar 03 pontos ou 21 é a mesma coisa. Se o Avaí perder apenas 03 pontos, não terá a mesma punição que o Grêmio. Nesse caso vai sair barato para o Avaí receber só 03 pontos. Por um escalar um jogador irregular o América Mineiro perdeu 21 pontos, agora por cometer um crime o Avaí ganhar somente 03? Não tem sentido. A punição tem que ser bem maior.

  • rodrigo diz: 28 de setembro de 2014

    Fredy, o Gaymio foi excluido pq perdeu os pontos da partida, conforme prevê o Paragrafo 1º do Art 243, assim sendo jogo de mata-mata o clube foi eliminado da competição. O regulamento é bem claro! Uma pena, perder um zagueiro que está tão bem, mas ele deve ser punido pra servir de exemplo. Chega de Racismo!

  • leo diz: 28 de setembro de 2014

    Como foi dito em um comentário anterior: são circunstancias e atitudes diferentes com “penas” diferentes.
    O atleta do Avaí foi claramente provocado e insultando anteriormente a sua suposta atitude. Lembrando que foi o jogador do Boa que correu atrás do jogador do Avaí iniciando a discussão. O jogador do Avaí apenas retornou os “elogios” que recebeu do jogador do boa.
    Esse tipo de denuncia apenas banaliza as questões que realmente envolvem racismo, injúria etc.

  • Edytigrão diz: 28 de setembro de 2014

    Marcelo Costa, saiba ler o B.O……. Ele foi registrado as 20hs:59min e o fato ocorrido foi as 17hs:30min.
    Punição ao Avai deveria ser mais rigorosa que a do Grêmio, pois foi um funcionário direto do clube que proferiu a injúria racista.

  • Marcos HC diz: 28 de setembro de 2014

    Castiel, eu lia se blog diariamente, mas hoje foi a ultima vez. Voce, de forma maldosa, está incitando um prejuízo injusto ao Avaí, que mesmo após tantas dificuldades (financeira, interna…) tem obtido uma campanha irretocável.
    Ora, nao me causa preocupaçao alguma o que aqui foi escrito, mesmo porque temos capacidade suficiente para diferenciar os episódios, mas é lamentável flagrar tal tentativa de provocar a raiva contra um atleta ou incentivar um prejuizo ao clube. Francamente..

  • vadico diz: 28 de setembro de 2014

    Bom Dia
    Esqueceram até da homenagem ao João. Agora o assunto é a ¨INJURIA¨.
    Isso é excesso de vaidade e bobagem. Vejam que o Francis se levanta xingando o Antonio Carlos. Este só revidou, com um palavrão que poderia ser muito bem qualquer um, não cito porque até nós podemos ser processados (sic) , etc, até o que presumivelmente chamou. Mas, querer punir um time por isto, já explicaram lá em cima que é ilegal. Como diriamos nós manés das antigas, ¨essa turma tá com muita frescura¨, parece que nem é homi, essis murrinha, imunado e intojado, se queimando ou por qualquer côsa, ô istepô¨.

  • alvinegro diz: 28 de setembro de 2014

    o Avaí vai se incomodar. pode preparar o time de advogados.

  • Rodrigo diz: 28 de setembro de 2014

    Pra começar isso não é racismo e sim injúria racial e outra o cara que supostamente xingou, ta,bém é negro nitidamente. Só é um pouco mais clarinho, mas é negro. Ou seja, no final fica só o crime de injúria. Muito mimimi.

  • Katia de Paula diz: 28 de setembro de 2014

    Tens certeza que tu estudou jornalismo??? Pelo amor de Deus, quanta asneira por pura desinformacao e vontade de colocar lenha na fogueira por ibope. A polemica requer inteligencia pesquisa e estudos apronfundados sobre o assunto levantado no texto jornalistico. Apaga isso, Sr.Castiel. Obrigada, de nada.

  • Cesar diz: 28 de setembro de 2014

    Chamou de malaco do c. e todos já colocam palavras diversas. Pode ser feita qualquer interpretação labial, basta a intenção e interesse de outras agremiações. Os ignorantes que procurem o que é malaco.

  • luiz tigrao diz: 28 de setembro de 2014

    E os frouxos ja estao acostumados com atos racistas pouco tempo faz a propria torcida chamou o beto de macaco, entao nao e de hoje que os bananas sao racistas e pau neles esperem pq. a puniçao sera exemplar.

  • Fábio Salum diz: 28 de setembro de 2014

    Antônio Carlos deve e merece ser punido, não há mais espaço pra esse tipo de coisa na sociedade. Com o Avaí não vai acontecer nada. Antes de se aventurar em jurisprudência, aprende a ser jornalista!

  • Machado diz: 28 de setembro de 2014

    Como observou bem o internauta Diogo Coelho, o jogador do BOA foi quem ofendeu primeiro o Antonio Carlos, chamando-o de fdp.
    Isso ele não cita, nem colocou no BO.
    Não justifica chamá-lo de macaco mas, é muito diferente do caso gremista onde não houve uma provocação do goleiro Aranha.
    Aqui, foi uma resposta a uma ofensa, também grave.

  • Mauricio Avaiano diz: 28 de setembro de 2014

    Quanto besteirol do Sr. Castiel e de alguns torcedores frustados de times que só conseguem seus sucessos pela JANELA e no TAPETÃO, como o Fredy, a vera e outros mais analfabetos de pai e mãe!

    Leiam a lei antes de defecarem pela boca, só por raiva de uma agremiação que não é a sua e que por sinal sempre conseguiu seus acessos pela porta da frente!

    Se o Antônio Carlos falou alguma coisa, foi “MALACO DO CARAL…”, pois ele antes de chamar o jogador do Boa de MALACO, ele foi xingado de FDP, e outros palavrões pesados!

    No caso do Grêmio, grande parte da torcida xingou o Aranha, e conforme a lei 243-G, perdeu pontos e foi excluído da competicão, isto está na LEI!

    No caso do jogador do AVAI, se houve xingamento (coisa que não acredito), ele também não é diferente do jogador do Boa, a punição será somente para ele, está na LEI, artigo 243-G!

    Então caríssimos hipócritas, vamos parar de querer prejudicar instituições que conseguem seus sucessos de forma lícita, dentro das quatros linhas e DENTRO DA LEI!!

  • arlindo diz: 28 de setembro de 2014

    Porque o tanso do Francis náo fez escändalo na hora, porque nao botou a boca no trambone na hora, chamasse o juiz, saisse de campo como aconteceu na Russia, ele no maximo foi orientado, mais isto e Brasil, e o pior de tudo somos nos brasileiros, somos um povo xinfrim, mal educado, soberbo, que se acha, ignorante, este jogador caso se comprove a ofensa, que acredito náo seja bem esta de racismo, deva ser banido do futebol e de sua boa historia, ser esquecido e otrnar-se u ze ninguem, para aprender a respeitar o proximo, para ter um bom tempo para meditar e no minimo exercitar o respeito, esta ai a semente que esta sendo plantada e quando germinar gera a violencia que recentemente aconteceu com o torcedor avaiano e num passado recente
    com o torcedor joinvilense, nasce destes atletas inconsequentes, desterro esportivo para ele.

  • Felipe Anderson Conceição diz: 28 de setembro de 2014

    Parabens Castiel, um minimo de pesquisa tu teria achado o artigo que fala sobre essa situação. O Avai só corre o risco de perder ponto se rasgarem as regras que regem esse assunto. Esta bem claro que quando é um grande numero de pessoas o clube corre o risco de ser punido. Por ser um jogador, ele deve ser punido. Já colocaram o artigo aqui, nao preciso mais ficar explicando.

  • Matheus Braz de Lima diz: 28 de setembro de 2014

    O que diz o Código Brasileiro de Justiça Desportiva

    Art. 243-G. Praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência.

    PENA: suspensão de cinco a dez partidas, se praticada por atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica. Acho melhor você ler o regulamento primeiro, abraços

  • Maycon diz: 28 de setembro de 2014

    Chamar de FILHO D P… PODE?
    Falam em direitos de igualdades e os negros se acham diminuidos ao ser chamados de macaco…
    Ninguem tem direito de chamar ninguem de FDP E NEM MACACO…MAIS ALI NO FUTEBOL eles se entendem…
    Aos secadores de plantão…chupa que se sor punir alguem sera o jogador…chupa cambada de secadores.

  • adriano diz: 28 de setembro de 2014

    se o grêmio foi punido por xingamentos de uma torcedora,pior ainda a situação do avaí,pios foi um atleta e funcionário do clube que fez os xingamentos racistas.o clbe deve ser punido e banido da série b.

  • marioj diz: 28 de setembro de 2014

    No caso do gremio não foi apenas uma torcedora, mas um numero considerável de pessoas da torcida. Uma torcedora foi claramente identificada, mas não restou dúvidas que foi um grande numero de que torcedores cometeu a infração prevista no art. 243, por isso a entidade foi punida. No caso do Avaí está claro que apenas um atleta cometeu o ato (se é que cometeu), então só ele deverá ser punido. Quando o jogador dentro do jogo da soco, cotovoledas, cospe em adversários ou xinga o juiz, por exemplo, só ele punido, não o clube, porque é uma atitude isolada dele; neste caso não pode ser diferente. Porque é tão importante identificar o torcedor que atira algum objeto em campo? Justamente para caracterizar que foi um ato isolado e o clube não ser punido. Além disso, olhando o vídeo pensando na palavra “macaco” tem-se a impressão de que foi esta palavra dita, mas não é possível ter certeza. Estão fazendo terrorismo barato.

  • Diego Silva diz: 28 de setembro de 2014

    Castiel acorda pra vida! Só enxergas aquilo que queres ver?

    Os hipócritas atacam outra vez! Aqueles de olhar seletivo e de juízo falho ou duvidoso já se acotovelam. O lance:

    1) A dividida de bola acontece. Particularmente achei falta do jogador do AVAI mas o juiz não deu. Até aí nenhum problema.
    2) O jogador do AVAI se afasta normalmente do lance em direção ao meio da área para retomar sua posição. Até aí nenhum problema.
    3) O jogador do BOA se levanta bravo e xinga o jogador do AVAI com mais de uma ofensa. “vai tomar no…”, “filho da …”, etc. Aí surge o problema, o jogador do BOA é justamente o primeiro errado no caso.
    4) Os dois jogadores caminham um na direção do outro.
    5) Os dois jogadores discutem e o jogador do AVAI responde o jogador do BOA também com ofensa. ” macaco do cara…”. Aí se aumentou o problema e jogador do AVAI é o segundo errado no caso.
    5) O árbitro não viu e/ou não puniu/relatou. Sinceramente, todo jogo os jogadores ficam discutindo/reclamando e deixando o jogo mais difícil para arbitragem. O árbitro não tem como acompanhar toda esta falta de profissionalismo em campo.
    6) O jogador do AVAI ao fim da partida se dirigiu ao jogador do BOA e pediu desculpas.
    7) O jogador do BOA não aceitou as desculpas do jogador do AVAI.

    Quem esta certo? Quem esta errado? Resposta: Os dois jogadores
    O que é mais grave, “filho da pu..” ou “macaco do cara…”? Resposta: Pouco importa, ambos estão errados.

    Mas ainda poderiam aqueles hipócritas de juízo falho ou duvidoso dizer: “mas é injuria racial tem que punir!”
    A estes eu perguntaria: Você prefere ser macaco do cara… ou filho da pu…? O que é melhor pra você? Qual injuria você gostaria de receber?
    Ou ainda, se fosse um negro (racismo) e um homossexual (homofobia), você preferiria ser o macaco ou o veado? Escolha aquela que você mais gostar!
    Toda injuria deve ser punida, esta hipocrisia de achar que negro e homossexual são intocáveis é coisa uma palhaçada populista.

    O caso do goleiro aranha foi diferente.
    O goleiro não iniciou o caso, ele não ofendeu a torcida para então ser xingado de macaco. Ele foi ofendido gratuitamente no exercício de seu trabalho e por várias pessoas, refletindo o pensamento preconceituoso da coletividade da torcida.

    O jogador do AVAI foi ofendido pessoalmente pelo jogador do BOA, respondeu pessoalmente com outra ofensa. O resto é palhaçada, que se punam os 2 exemplarmente e pronto.

  • Eduardo bombilio diz: 28 de setembro de 2014

    Então que se comece a julgar todo e qualquer caso onde a torcida usou de xingamentos… Filha da puta, corno e viado se incluem nisso…

    E que sejam concertadas também todas As situações com o uso da imagem, incluído os resultados dos jogos prejudicados por erros da arbitragem… Bolas que não entrarm, pênaltis e impedimentos não marcados…

    Pelo visto, a surra recebida pela Alemanha na copa nao serviu pra nada. Futebol brasileiro ta virando piada, e daqui a pouco teremos campeonatos disputados apenas em tribunais…

  • vera diz: 28 de setembro de 2014

    Quanto rábula defendendo o 4v4e! É! está provado pimenta no dos outros é refresco. Tem que punir mesmo. Porque eles se dizem sangue azul. Alto nível! Portanto racistas. Ou agora na hora do pega pra capar e são povão?

  • Rogério de Floripa diz: 28 de setembro de 2014

    O Avaí ganhou 8 milhões do Estado agora por um terreno de posse. É o protegido dos políticos e NUNCA foi punido.
    Vão pagar os atrasados com $$$$ público na impunidade.
    É típico.
    Vão abafar o caso e ponto final.

  • luiz diz: 28 de setembro de 2014

    AVAI CAMPEÃO SERIE B 2014 CHORA PRAIA DO CAGÃO KKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Éder diz: 28 de setembro de 2014

    Parabéns Castiel, os fatos precisam ser apurados.
    Torcida Avaiana, não coloquem o JEC no meio dessa questão, eles não estão desesperados, estão a 4 pontos do quinto colocado.
    Para que tanta defesa, estão com medo do que???…
    …de ficar mais um ano na série B.
    Vamos assumir que o Avai poderá perder pontos sim.

  • carlos rodrigues diz: 28 de setembro de 2014

    O jogador deve ser punido com suspensão de 180 dias e o clube ser excluído da competição.. A lei a para todos….

  • luca diz: 28 de setembro de 2014

    pessoal tá se pegando no regulamento, esqueçam isso…STJD usou o grêmio para mandar um recado, este atleta representa o avaí como a torcedora do grêmio

    se for denunciado, avai perder 3 pontos . Castiel está certo, eles querem colocar ordem…acabar com isso.

  • Hélio diz: 28 de setembro de 2014

    Minha opinião. No âmbito esportivo, o jogador deve ser punido. No âmbito criminal, o atleta registrou BO e deve buscar reparações na justiça comum. Simples não?
    O problema é o que fizeram com o Grêmio. O Grêmio foi excluído (tirar 3 pontos depois foi uma maneira de os auditores do STJD não se comprometerem tanto) da competição. O clube foi taxado para o mundo todo de racista. Mesmo que o clube tenha colaborado para tentar identificar os criminosos, mesmo que o clube já tenha se punido ao excluir os identificados do quadro social abrindo mão de receita, mesmo que tenha buscado em seu sistema de CFTV do estádio ajudar a identificar os torcedores que cometeram o ato, mesmo que todos saibam que o clube não é racista, tem atletas, funcionários e torcerdores negros e trata todos da mesma forma. O crime foi cometido por torcedores, e num estádio de futebol qualquer um paga ingresso e entra, é um evento público, e nenhum clube no Brasil consegue controlar todos que entram e como irão se portar durante o evento, mas devem colaborar, como fez o Grêmio, para identificar as pessoas que cometem crimes. Mas de que adianta o clube colaborar, se punir, se depois o STJD vai punir igual. Se um torcedor jogar objeto no gramado, o clibe vai ser punido mesmo que identifique o autor? Então não vale a pena investir em monitoramento.
    No caso do Grêmio houve um crime, e estes criminosos devem ser punidos, na justiça comum respondo ao fato e reparando o dano a vitima, e no ambito esportivo, sendo proibidos de acessar eventos esportivos. Usaram o Grêmio para tentar da exemplo e criaram um problema absurdo agora.
    E o atleta, sofrerá como sofreu a torcedor flagrada ofendendo o goleiro Aranha? Os valentes que até queimaram a casa onde ela morava, farão o mesmo? Isso é culpa de um judiciário lento e incompetente do país, onde ão se vê punição a criminosos e a população tenta resolver com as próprias mãos.

  • vão estudar diz: 28 de setembro de 2014

    O caso do grêmio ta na lei e pra quem não sabe já foi revertido a para a perda de 3 pontos que tb acaba excluindo da competição. Quando é feito por mais de uma pessoa perda de 3 pontos ou excluído da competição. Foi a torcida…no caso do avai foi somente uma pessoa e ela será punida não o clube. Art 43 por favor antes de falarem besteiras vão no mínimo ler a lei.

  • Wolnei Brito diz: 28 de setembro de 2014

    Independente das leis, penso que as coisas não são tão simples como aparentam e não devem ser levadas na frieza da Lei, é muito mais difícil para um clube conter a ação dos torcedores, do que dos próprios atletas. Não estou tão seguro que o Avaí passará ileso por este caso. Neste momento em que este assunto predomina na mídia e sociedade, um atleta ofender um colega de profissão, é no mínimo idiota.

  • Semprefigueira diz: 28 de setembro de 2014

    Se o Gremio foi punido por causa de uma torcedora, sobre a qual o clube não tem controle nenhum, gostaria de ver a punição ao Avai, pelo crime cometido por um de seus jogadores?

    se houver JUSTIÇA, ao mesno deve perder 6 pontos.

    Mas vou epserar pra ver pois o Avai nunca é punido por garrafas jogadas ao campo, por pedradas atiradas, por gandula invadir o campo e atrapalhar ataque de adversário, por sinalizadores que oaram o jogo por 15 minutos, por bombas em estadio em crciciuma, por tiroteio em chapecó, por incendiar as cadeiras do scarpelli, pelo incidente que matou o torcedor do Jec, pelos desvio de finalidade de verbas da Fundesporte etc, etc, wtc

    Quero ve agora o posicionamento da mídia esportiva. Ou vao aliviar o avaizinho mais uma vez?

    Semprefigueira

  • cleber duart diz: 28 de setembro de 2014

    Ele é funcionário do clube…o mesmo é responsável pelos atos do atleta ….Então a punição do clube é certa.

  • Miguel diz: 28 de setembro de 2014

    Que denúncia esquisita! Não houve agressão física e os xingamentos entre jogadores no calor do jogo é normal. Por que não comunicou ao 3º árbitro ou ao representante do jogo ao término da partida? Por que só se injuriou ao estar no hotel? Quem está pagando para tentar tirar o Avaí da disputa de uma das vagas? Aonde vai parar o futebol com essas picuinhas? Depois reclamam que os jogos tem pouca presença de torcedores.

  • Ricardo diz: 28 de setembro de 2014

    Obrigado ao leitores que apresentaram o regulamento explicando que, em caso de punição ela será restrita ao atleta.

    Eu como muitos avaianos desinformados ficamos preocupados com uma possível perda de pontos. O Avai faz uma campanha linda com todos os problemas de salários atrasados, enfim, não merecia ser prejudicado por um ato impensado, no calor da partida.

  • Miguel diz: 28 de setembro de 2014

    E mais, quantos especialistas em leitura labial! Doravante os jogadores terão que entrar em campo com esparadrapo colados nos lábios.
    Hipócritas!

  • ernesto diz: 28 de setembro de 2014

    lamentável e olha que este Antonio Carlos é bem moreninho, mas este Francis vai acabar ajudando o Jec mais do que ajudou quando jogava no Jec.

  • fabio silva diz: 28 de setembro de 2014

    ADEUS PRIMEIRA DIVIZÃO KKKKKKKKKKKKKKKKK

  • luiz tigrao diz: 28 de setembro de 2014

    Estao alvoraçadas as azuis calcinha, tentando justificar dequalquer maneira o injustificavel e jogador racista e ponto final e a torcida tambem e racista lembram o caso beto? e mulanbada nuca aprendem, e tambem sobre violencia nao podem reclamar vquem tanto pratica um dia sofre.

  • matias diz: 28 de setembro de 2014

    se o avai (antonio carlos), não for punido igualmente ao grêmio, ai sabemos da mal intenção dos cariocas (stjd) em prejudicar o time gaucho. se um atleta que representa a instituição ofende outro atleta, não é nada como uns ignorantes acima falam, vemos que os ignorantes acima também são carioqueis.

    avai ou gremio tem que pagar por seus representantes mal educados.

  • Odson José Laurindo diz: 28 de setembro de 2014

    Coisa de time pequeno. Tem que perder pontos, e parar no “Z” 4 que nem o America(MG)

  • Macaco diz: 28 de setembro de 2014

    Chamar o o juiz de viado e de FDP a torcida pode, chamar um jogador negro de macaco não pode. Chamar um jogador branco de branquela, alemão pode. Isso tudo virou uma palhaçada. Agora qualquer negro que quiser se aparecer é só falar que foi chamado de macaco.Não somos uma evolução do macaco?

  • elizeu diz: 28 de setembro de 2014

    Não sou avaiano mas devemos ser imparcial.

    Notem que quando o jogador do Boa Esporte se levanta ele ofende o zagueiro do Avaí.

  • Lourival Amorim diz: 28 de setembro de 2014

    Caríssimo Castiel,

    Quem é boleiro, quem é do futebol, sabe muito bem o que rola dentro das quatro linhas de um campo de futebol. Não estou falando de estádio. Para não deixar dúvida, não estou falando de torcedor na arquibancada.

    Dentro de campo diversos lances são “resolvidos” com “seu filha-da-puta”, “seu corno”, “seu merda”, “seu viado”, “VTNC”, etc. É evidente que não se trata de preconceito ou racismo. É coisa de “boleiro” mesmo. Termina o jogo sai tudo abraçado.

    A ESPN já fez uma enorme maldade com aquela menina de Porto Alegre. De repente ela virou o bode expiatório de todo o racismo que é bem vivo no Brasil, embora muitos insistam em dizer que no Brasil não há racismo. Há sim e muito.

    Agora, respeitosamente, mal intencionado mesmo é quem tenta se aproveitar de um lance de bate boca entre jogadores para se passar por paladino da justiça.

  • elizeu diz: 28 de setembro de 2014

    Sou gremista e não concordo com ounição ao Avaí e nem concordei com punição ao Grêmio.
    Todos ops torcedores de todos os times chamam árbitro e jogadores adversários de viad.. ou seja seria homofodia?
    Todos deveriam ser excluídos?

    Notem que quando o jogador do Boa Esporte se levanta ele ofende o zagueiro do Avaí o chamando de filho de uma “fruta”….

  • lucio flavio diz: 28 de setembro de 2014

    Se duas pessoas se ofendem,se xingam…….é problema deles,eles q se resolvam.

  • Semprefigueira diz: 28 de setembro de 2014

    Clube e jogador devem ser punidos.

    O caso do Grêmio é recente e o STJD. Não poderá enquadrar o Avai em outra situação.

    Alias, merecem a punição, nas bastasse o xingamento inaceitável, deveriam ser punidos pela BURRICE. Como pode um jogador, tendo a midia explorado ao maximo o caso Gremio fazer a mesma coisa. E mais , vencendo o jogo , em boa fase, no G4′e commsalraios em dia, pelo din din da INDEMIZAÇÃO. Vai ser burro,assim la no sul da Ilha.

    semprefigueira

  • Reinaldo diz: 28 de setembro de 2014

    Porra!! Vamos parar com essa palhaçada, os dois (jod go Avai e Boa ) são ´´afro descendentes. Nas antigas todo mundo chamava Péle de tudo e ele destruia o jogo.

  • Serginho_Jec diz: 28 de setembro de 2014

    Chamar de filho d p…pode sim. Vai tnc pode tambem, pois são ofensas indiretas e que não ofende a raça do ser humano. Macaco é muito forte. Lembro que na epoca de escola, alguns amigos negros chegavam a chorar quando recebiam esse tipo de calunia.
    #foraavai
    Time podre.

  • Geraldo Mattos diz: 28 de setembro de 2014

    Não fica caraterizado descriminação quanto ao racismo no caso, pois ois dois atletas são da raça negra, vejam a definição de racismo: Racismo consiste no preconceito e na discriminação com base em percepções sociais baseadas em diferenças biológicas entre os povos. Muitas vezes toma a forma de ações sociais, práticas ou crenças, ou sistemas políticos que consideram que diferentes raças devem ser classificadas como inerentemente superiores ou inferiores com base em características, habilidades ou qualidades comuns herdadas. Alguns consideram que qualquer suposição de que o comportamento de uma pessoa está ligado à sua categorização racial é inerentemente racista, não importando se a ação é intencionalmente prejudicial ou pejorativa, porque estereótipos necessariamente subordinam a identidade individual a identidade de grupo. Na sociologia e psicologia, algumas definições incluem apenas as formas conscientemente malignas de discriminação. No máximo atleta avaino se provado que chamou o outro de macaco de ser processado por injuria ou difamação

  • Guilherme Prim diz: 28 de setembro de 2014

    É engraçado ve torcedores de clubes irais ao do Avaí querendo que ele perca pontos por uma atitude tomada por um jogador no clamor do jogo, atitude essa que nem da ora ter certeza. Acho que todos antes de comentar aqui coloque na frente o clube que torcê, vão cuidar dos seus times vando de M****.

  • rogerio diz: 28 de setembro de 2014

    Se por um torcedor o time foi punido, imagina pra crime de racismo em pleno campo…lamentavel!

  • roberto diz: 28 de setembro de 2014

    a câmera pegou tudo… e não tem nada de malaco não… o que vocês falam é tudo bobagem… o stjd deve ver o que é mais correto… vamos aguardar…

  • julio jovitomdemsouza diz: 28 de setembro de 2014

    Nao interessa que clube é, se STJS for justo tem que ser punido tanto o atleta como o clube.

  • Fabio diz: 28 de setembro de 2014

    Babacas, bando de hipócretas vão arrumar o que fazer..

  • Lico diz: 28 de setembro de 2014

    O Juca Kfouri no comentario da CBN Já disse q o caso é semelhante ou mais grave q o do gremio e que o Avaí deve sofrer puniçao, e agora?

  • mareclo zomta diz: 28 de setembro de 2014

    na hora a camera do pfc pegou os dois descutindo e o jogador do avai chamando francis de manaco eo o narador que e avaiano viu e nem cometou pra nao prejudicar seu time o comentarista era silvio criciuma e uma vergonha e o avai deve ser prejudicado com perdas de pontos igual o gremio perdeu

  • Alexandre diz: 28 de setembro de 2014

    Primeiro, ele disse “malaco do caralho” e depois, ele é negro e inda foi xingado primeiro… deixem de ser ridiculos… o cara nao fez nada!!! Vamos subir leão!!!

  • Seo Zé diz: 28 de setembro de 2014

    Não adianta avaianos, podem escrever o que quis e não vai ser vocês que vão dizer o que é certo ou errado, vai ter a denúncia e vão acatar.
    Na última sexta-feira, o pleno julgou o caso do Grêmio e está lá para todos ver ou ler, não vão permitir nenhum ato de racismo, ou xingamento comprovado.
    Aconteceu sim, e o Avai vai pagar queiram ou não queiram.
    Só resta rezar, burros.

  • Marcelo Costa diz: 28 de setembro de 2014

    PRONTO! CHEGA DE BLA BLA BLA… O CARA FALOU MALACO E NÃO MACACO… CADA UM VOLTE PRO SEU BLOG

  • Chen diz: 28 de setembro de 2014

    Essa ocasião se aplica a outro artigo, que nesse caso somente o jogador é punido. E esse Francis nao é nenhum santo. Ele provocou também,de filho da p* pode chamar? Tá é se aproveitando dessa situaçao de mobilizaçao contra o racismo pra tirar pontos do Avaí pra tentar subir. Lamentável

  • Fernando Avai diz: 28 de setembro de 2014

    Os 2 são loiros e nórdicos, vai ver. O AC chamou o outro de malaco, soa parecido mas não é. E dá-lhe Porcoooo…

  • tinho sangue azul diz: 28 de setembro de 2014

    O pior foram blogueiros, julgando e encaminhando punições. Todos sabem a camisa de torcedor deles. Prova que desconhecem as leis e usam os blogs para tentarem tumultuar o ambiente tranquilo que existe no AVAÍ. Torcedores, identifiquem estes blogueiros e no momento famos dar a resposta (sem violencia), invadindo o blog e postando recados pelo título.
    “AVAÍ PAIXÃO PRA TODA VIDA”, slogan do AVAÍ não copiem

  • Medo! diz: 28 de setembro de 2014

    Como tem um monte de sofredores de verem o AVAI na série A e como campeão! kkkkkkkkkk

    Chooooraaaaaaa mulambada, AVAI o MAIOR de SC, e se tirar 6 pontos não faz mal, o LEÃO recupera tudo de novo até o fim da competição! kkkkkkkkk

    AVAI, o TIME INVEJADO de SC!!

  • Aos JANELENSES, secadores e invejosos… diz: 28 de setembro de 2014

    Leiam o link do STJD abaixo, sobre as punições ao jogados que poderão ter, se conformadas as injúrias raciais, pois o clube NADA vai acontecer!!

    Chega de mimimi, e parem de querer usar o TAPETÃO para tudo, e façam igual ao AVAI, tenham sucesso jogando bola e dentro da lei, sem ajuda de FCF, CBF e tribunais!!

    http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/esportes/noticia/2014/09/stjd-afirma-que-punicao-por-injuria-racial-deve-ser-aplicada-a-antonio-carlos-e-nao-ao-avai-4608656.html

  • LODY diz: 28 de setembro de 2014

    SE A LEI E PRA UM TEM QUE SER PRA OUTRO NA MINHA OPINIÃO TEM QUE COLOCAR ORDEM O AVAÍ TEM QUE SER PUNIDO E QUE ISTO SIRVA DE EXEMPLO ABAIXO O RACISMO

  • Miguel diz: 28 de setembro de 2014

    Há uma orquestração nacional para impedir SC de ter possíveis 5 clubes na série “A” de 2015. O Avaí já está sentindo o peso deste complô. As “bailarinas” que se cuidem, foram responsáveis pela perda de 21 pontos do América-MG e para os demais clubes em nível nacional elas que dancem em qualquer lugar, menos na série “A”.
    Um aviso ao Avaí e JEC: Abram os olhos!
    Como tem especialistas em leitura labial! O caso não tem gravação de som e nem testemunha. Será o depoimento de um contra o depoimento do outro.
    Se houve, como declarado no B.O., a injuria racial, por que, no momento, não correu ao encontro do árbitro e relatasse a agressão verbal e se o árbitro não levasse em consideração que fosse ao representante do jogo.
    Isto é uma armação!

  • Semprefigueira diz: 28 de setembro de 2014

    Avaianos,

    Se fosse um jogador do figueirense o discurso seria outro. Vcs iriam querer a exclusão do MAIOR do estado da série A.

    Não da pra tapar o sol com a peneira. O Grêmio foi punido por causa de uma torcedora, então, por analogia, o Avai deve se punido. Não há o que chorar. Ou o STJD vai ferrar o Grêmio, e passar a mão na cabeça do Avai?

    Tem de ser punido o jogador, pra deixar de ser burro, e o clube por extensão e como medida pedagógica.

    Se não for punido, será mais uma vergonha. Mais um favorecimento descarado a esse time tão ajudado e que , recentemente, ganhou 8 milhões de dinheiro publico pra botar as contas em dia, ajuda travestida de INDENIZAÇAO. vergonheira total.

    Semprefigueira

  • Fernando Avaiano diz: 29 de setembro de 2014

    Coloca o que disse o Procurador do STJD Sr Castiel, só pra esclarecer os leigos.

  • marco diz: 29 de setembro de 2014

    Ei janelenses…….
    Ei jecaviles dedos duros…….

    É isso mesmo….. Avaí Campeão brasileiro da Série B !

  • Edson – Jec diz: 29 de setembro de 2014

    O pior eh que no Brasil, o STJD faz um campeonato a parte, vai entender o que se passa na cabeca daquele povo…

  • Edson – Jec diz: 29 de setembro de 2014

    Outra coisa, PUNIR O GREMIO EH UMA COISA, ja punir o pobre do Avai eh outra.

  • Zé da Pomba diz: 29 de setembro de 2014

    Castiel!

    O DESTAQUE é um SÓ:

    MENTIU o jogador do BOA ao DIZER que foi ofendido.

    Ou seja, ELE ofendeu PRIMEIRO e com a RESPOSTA obteve do nosso GUAPO zagueiro essa :

    M A L A C O .

    M A L A C O.

    M A L A C O.

    Veja, bem diferente de MACACO.

    No mais as do Grêmio foi o CONJUNTO – TORCIDA, bem diferente e como diz o Miguelzinho:

    “Uma coisa é uma coisas; outra coisa é outra coisa, COMPLETAMENTE diferente”.

    Avaí meu querido :) :) :) :)
    Avaí meu querido :) :) :) :)
    Avaí meu querido :) :) :) :)

  • Adair diz: 29 de setembro de 2014

    Como tem gente (me desculpem a palavra) BURRA!!! Não veem que o caso do Grêmio é completamente diferente, Lá foi um grupo de pessoas (torcedores), aqui foi um atleta, primeiro leiam a lei e depois comentem, Até o procurador do STJD Paulo Schmidt já se declarou que são casos diferentes e que o Avaí não será denunciado.
    Me admira o Castiel, que era pra ser bem informado, fazer um post sem antes ler a lei.

  • XÔ, SECADORES!! diz: 29 de setembro de 2014

    Castiel, você errou. Todos estão passíveis de errar, é algo inato, humano.

    Não sei porque você tratou este caso com igualdade ao praticado por toda a torcida “geral do Grêmio”, caso em que além da menina filmada VÁRIOS TORCEDORES reproduziam sons semelhantes aos de um macaco, em um caso de AGRESSÃO LIVRE e GRATUITA, pois nada Aranha havia feito para eles.

    No caso em questão, Francis afirmou que DESDE O MOMENTO QUE CAIU NO CHÃO foi xingado por Antonio Carlos, e que este teria IDO EM DIREÇÃO A ELE produzindo xingamentos, fato este mentiroso pois vê-se claramente na imagem que na verdade Francis xinga até a quinta geração do colega de profissão para depois receber uma resposta (algo como Vai tomar caju e Filho da fruta). Se ele mentiu a respeito disso penso que claramente possa ter mentido a respeito do xingamento recebido. Aliás, como seria uma injúria racial se ambos são de origem afrodescendente?

    Aos secadores de plantão, para finalizar, segundo o Procurador Geral do STJD, Paulo Schmitt, MESMO QUE Antônio Carlos SEJA declarado culpado de injúria racial pelo STJD, o Avaí não corre risco de ser punido.

    O artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva diz que se o ato é praticado por “atleta, mesmo se suplente, treinador, médico ou membro da comissão técnica” a pena é uma suspensão de cinco a dez partidas, além de multa de R$ 100,00 a R$ 100.000,00.
    O clube só é passível de punição quando a ofensa racial é “praticada simultaneamente por CONSIDERÁVEL NÚMERO DE PESSOAS VINCULADAS A UMA MESMA ENTIDADE DE PRÁTICA DESPORTIVA.

    CHOREM, SECADORES!

    CASTIJA, NÃO deu desta vez.

    AVAÍ BI-CAMPEÃO BRASILEIRO 2014!

  • José Martins diz: 29 de setembro de 2014

    Não foi dito “MACACO”, mas sim “MALACO”, termo carioca que se refere a malandro. Além do mais os dois são negros, houve sim um mal entendimento ou má fé.

  • Luciano diz: 29 de setembro de 2014

    Sr. Castiel e demais tansos que não enxergam ou não querem enxergar a realidade: O Clube ter que pagar por atitude de 1 (apenas um) atleta? é demais pra minha paciência… Primeiro que antes de tudo vão ter que provar que A.C. xingou de Macaco como os secadores ceguetas deste blog querem acreditar, não esquecendo que foi um lance isolado e que ele (AC) Primeiro tbém foi xingado juntamente com sua mãe tadinha (foi chamado de FDP e etc…)…Então esse jogador do BOA não é nenhum santo não. Segundo que um clube que cumpre todas as obrigações junto a CBF e FIFA não pode ser punido pela atitude de um atleta principalmente no calor do jogo. Portanto, existe lei para julgar isso CORRETAMENTE. Se for condenado, o que acredito que não deva ocorrer pois considero injusto, só poderá ser o atleta não o clube seus Tansos! Outra coisa AVAI, te cuida pois essas câmeras só filmam e divulgam o que querem. Pagar verba de TV ao clube pagam pouco, mas tumultuar time que vence EM CAMPO (e não no tapetão como muitos outros) é com esses bocas alugadas mesmo.

    Luciano

  • Nathan Lima diz: 29 de setembro de 2014

    Acho que quem deve ser punido é o jogador pois o clube não tem culpa da má educação. Isto vem de casa, não é no clube que o atleta aprende boas maneiras e sim ele apenas aprimora, porém, se o atleta não tem boas maneiras o clube não tem resolver. É claro que pode resolver com uma punição severa até com a demissão do clube por justa causa, mas sabemos que ainda não temos esta lei e que também se houvesse não impediria o caso. Penso que apenas punindo o jogador severamente terá uma diminuição do racismo no futebol, caso contrário, se o clube continuar sendo penalizado por um ato de ma fé de um único jogador, isto infelizmente se repetirá muitas vezes.

  • Fernando Avai diz: 29 de setembro de 2014

    O Kfouri é Procurador do STJD. Alem disso, a Sumula excluiu o Avai de qq coisa e não existem provas de injúria racial apesar da forcacao de barra da RBS, Alvinegra de carteirinha. Claro que a visão de torcedor deixa miope o sujeito. Avai, rumo a 2° título brasileiro. Abc mulambada. Seus malacos do k…

  • Sousa A diz: 29 de setembro de 2014

    Vamos falar de série A… BOA, ICASA, ABC? Por favor!

  • Certeza! diz: 29 de setembro de 2014

    Castiel,

    é só botar assunto do MAIOR de SC e MAIS VEZES CAMPEÃO que o teu blog bomba!

    AVAI, O TIME DE SC! O MAIS INVEJADO, MAS NUNCA ALCANÇADO!

    AVAI, PAIXÃO PRA TODA A VIDA!

  • ALEXSANDRA diz: 29 de setembro de 2014

    Sinceramente, sem explicacao… Se o Gremio foi eliminado, ou seja, expulso… imagine o Avai, depois deste episõdio…o atleta tm que dar exemplo… tera que perder pontos, mando de campo e eliminacao do brasileirao..1 ano para o jogador…

  • MAURINO BASTOS diz: 29 de setembro de 2014

    Avaianos, não venham querer tampar o sol com a peneira. Ele chamou sim o Francis de MACACO DO CARVALHO, como também o Francis primeiramente chamou o Antônio Carlos de FDP. Somando tudo dá empate, portanto PUNIÇÃO PARA OS DOIS JOADORES. Não acredito que o clube sofrerá punição. A menos que algo espírita pairar nesse caso, em prol de outrem, que todos sabem o que é. Portanto, não gastem neurônios com algo que está cristalino aos olhos da minha santa ignorância. O Castiel só quis apimentar o assunto para ter o seu ibope. SAUDAÇÕES ALVINEGRA!!!

  • Dirceu Kuhn diz: 30 de setembro de 2014

    A questão que se coloca, inicialmente, é a seguinte: o jogador usou o termo “malaco” ou foi mesmo “macaco”? Bem, ficará para a “leitura labial midiática!” Se esta apontar a primeira, haverá uma pena menor ao atleta; entretanto, se decidir-se pela segunda, a pena será maior ao atleta e talvez respingue no próprio Avai. Pois convencionou-se, fazendo um corte no tempo no caso do Grêmio: antes poderia ser feito muita coisa pelo mundo e as punições seriam meio sim e meio não, e a partir deste corte o Brasil vai dar exemplo e não vai tolerar mais nada por aqui (e o Brasil dar exemplo, já é prova de que não iria dar certo!). Deste modo, o STJD optou pela pena máxima ao Grêmio, acossado pela “pressão midiática.” Só que viram que o tiro sairia pela culatra e o precedente de sair eliminando todo mundo em decorrência de atos individuais suscitaria uma verdadeira tragédia nos campeonatos de futebol. Daí que, numa manobra desesperada, houve por bem “consertar” o insano, aplicando a perda de 3 pontos; todavia, tal apenas minimiza o caso porque continua espalhando o terror de um clube ter que pagar caro por uma ato individual de alguém, mesmo que por si só descubra e de antemão puna o indivíduo. E onde vai parar a balbúrdia, estabelecida por quem julga atos esportivos como se fora a própria justiça máxima (não se deram à inteligência de ver que a injúria, em todas as suas formas, não é um problema desportivo, mas social). Faltando educação, vai haver atos reprováveis de mal-educados; e não havendo conscientização, não adianta punição! Prova de que a coisa está toda torta, é o caso do próprio membro do STJD postar conteúdos supostamente enquadráveis como de injúria racial e julgar o clube Grêmio por injúria racial, e esta decisão não ser invalidada no ato! Fé aí Avaí, que torço para ver 5 de SC na Série A (isto seria de abalar, no bom sentido).

  • Fernando Avai diz: 30 de setembro de 2014

    Temos o náutico no sábado pra chegar aos 52 pontos. Hoje sou Paraná desde pequeno, um empatezinho ou derrota por um gol de diferença. A liderança tá chegando povao Catarinense, tou vendo que a maior torcida de SC vai ter muito pra comemorar, o maior título de SC nos últimos anos.

  • Fernando diz: 1 de outubro de 2014

    A lei e para todos.
    O racismo tem que acabar.
    STJD, julgue e faça JUSTIÇA.
    Além do “avai” perder pontos deveria ser multado, o jogador tem que ser punido com rigor.

  • CARLOS AVAIANO diz: 3 de outubro de 2014

    Alguém já viu pegarem no pé do Guarani da Palhoça?
    Não se chuta gato nem leão morto.
    É o rei da selva e dos acessos dentro das regras do futebol sério e sem tapetões com viradas de mesa.
    Deu, Avaí, eterno grande, dentro e fora de santa catarina. (2009)eterno.
    Só pra lembrar, não haverá mutreta da CBF, pois o Sr.Armando Marques não é mais dirigente decisivo e o clube em questão não veste código de barras, e sim AZUL ANIL.

Envie seu Comentário