Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Clássico da Ressacada entre Avaí e Criciúma dará o tom do campeonato e vira finalzinha particular

05 de fevereiro de 2015 2

Já dá para afirmar que o modelo de Hexagonal emprestou ao Catarinense um charme que promete perdurar pela fase de classificação.

E isso graças a excelente fase do nosso futebol. A presença de quatro na Série A abriu nosso mercado para bons atletas.

Se não temos jogos excelentes na totalidade, é porque o futebol brasileiro não está legal.

Mas assisti nas férias jogos dos demais estaduais e garanto: não há nada dando um banho no que vemos por aqui.

Tivemos jogos bons, outros regulares, mas emoção tá rolando legal. E equilíbrio também.

Analisando o andar da carruagem, o Marcílio subiu a régua. Vai obrigar Guarani, Inter, Metrô e Atlético a fazerem um “crime” num grande em seus domínios.

O Inter, por exemplo, tinha que ter ganho do Metrô. No campeonato pela “sexta vaga” do Hexagonal, time “médio” não pode não ganhar de outro igual em seus domínios.

Por todo o exposto acima, é que o clássico de hoje na Ressacada é vital. Se der empate, a mistureba na classificação (clique aqui e confira a tabela) começará a dar tons de que um dos cinco grandes pode bailar na primeira fase. Ah, convenhamos, desastre de proporções cataclísmicas se um deles não avançar.

E, se houver vencedor, este respira legal e empurra para o outro um pesinho chato. Em se tratando de times em montagem e afirmação, percebemos como Avaí e Tigre devem fazer uma “final” particular hoje.

Todos os caminhos levam à Ressacada (apesar o horário, que na Ilha é desastroso).

Após o jogo, logo depois, post aqui. Espero vocês.

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Emone diz: 5 de fevereiro de 2015

    Célio Amorim, sempre ele.

  • Milk Sheik com Cacaux diz: 6 de fevereiro de 2015

    Garfaram o Crica…! Sempre a mesma coisa, time da ilha BENEFICIADO!

Envie seu Comentário