Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Taça no armário, um abraço... JEC e Figueirense: quem levar em campo não devolve a taça

01 de maio de 2015 29

Não se trata de desrespeitar, ou de desmerecer nossa Justiça Desportiva. Pelo contrário: ela é fundamental para o bom andamento do futebol.

Desde que provocada quando realmente necessário: casos de violência, grandes fraudes, desrespeito flagrantes à regra do jogo, etc. O que contesto é o uso que se faz dos tribunais hoje em dia.

São verdadeiros exércitos jurídicos capinando particularidades na letra da lei para tentar, fora de campo, mudar o que dentro dos gramados foi sacramentado. E aí um jogador amador, que sequer entrou em campo, vira motivo para contestar um possível título, até mesmo para deixar em aberto uma final de campeonato.

Percebam, não digo que é ilegal, Apenas reputo injusto. E nocivo ao futebol, ao torcedor que gosta de bola rolando e vê sua emoção desperdiçada, já que vibrou e chorou nas arquibancadas por algo que pode não ter valido nada.

Dito isso, apenas reafirmo: o resultado de campo, neste domingo, que colocar a taça no armário de alguém, vai ser o que vale. O resto, é um abraço. Será espetáculo para a mídia, sem tirar o título de ninguém.

Bookmark and Share

Comentários (29)

  • Anderson diz: 1 de maio de 2015

    Bom isso é o justo. o choro do figueirense de falar que estão sendo prejudicados pelo último jogo fora de casa. Mas o jogo que valia essa vantagem o figueirense perdeu na arena, então parem de chorar e vão jogar bola.

  • Jorge diz: 1 de maio de 2015

    Perfeito. Então o JEC volta à Série C e dá seu lugar ao time do Amazonas que foi excluído por ação da Justiça Desportiva; o Fluminense devolve seu lugar à Portuguesa na Série A; o Avaí faz companhia ao Criciúma na Série B, devolvendo ao América-MG o posto que ele conquistou em campo. Não sendo assim, importante o seguinte questionamento: Será que o teu raciocínio seria o mesmo se fosse o Figueirense que tivesse cometido o erro primário que o JEC cometeu?

  • Seo Zé diz: 1 de maio de 2015

    Finalmente a lambança acabou, não como queria um lado, bons entendido de justiça, KKKKKKKKKKKKKK
    Nereu acabou com tudo em uma hora de conversa e todos entenderam, por isso é um advogado do bem, um advogado que não admite injustiça, teve tanto sucesso nisso e tem ao seu lado mais de 400 advogados, o maior escritório de advocacia no Estado.
    Falou…agora estão extrapolando, não digo que é o presidente deste clube, mas todos sabem que clube gosta de usar essas artimanha.
    Tribunal foi feito para corrigir erros, e colocar os pontos nos iiiiii, mas nunca para motivar um lado, uma cidade e sem saber o que vai acontecer.
    Futebol é dentro do campo, não para quem imagina ser esperto, ter um técnico agitador.

  • Laercio diz: 1 de maio de 2015

    Mesmo que o jec perca os pontos e perca a vantagem que pra mim nem precisara.tem time pra vencer e bem o figay em qualquer circunstancia. ainda se for tranferida a vantagem para o figay nao tem nem de longe risco de perder na arena muito menos empatar .neste ano nao tera heber nem gol de mao! portanto jec venceria aqui a primeira e na segunda partida sem esses que sitei daria jec! alguem duvida?eu nao abr

  • BOCÓ DE FLORIPA diz: 1 de maio de 2015

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, até parece que o jogador em questão marcou o gol da classificação pra final, mas gol de mão vale, invadir a área antes da cobrança e aproveitar o rebote e marcar o gol pode, roubar o pobre Caxias na final pode, invadir o gramado antes do final pode, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk chora agora

    FLUGUEIRENSE

  • ARTHUR diz: 1 de maio de 2015

    1994
    O jogo que terminou com invasão

    O Figueirense voltou a ser campeão do Catarinense depois de 20 anos. A ansiedade da torcida era tanta que aos 32 minutos do segundo tempo da partida final contra o Criciúma invadiram o gramado do Estádio Orlando Scarpelli. O Alvinegro vencia por 2 a 0 quando o árbitro Dalmo Bozzano decidiu acabar o jogo, afinal, os torcedores fizeram tanta festa que levaram para casa inclusive as traves do estádio. Depois de uma disputa nos tribunais, o título foi confirmado para o Furacão.

    Castiel isso que acabo de ler é verdade mesmo, o Figueira ficou 20 anos na fila, e ainda vence dessa maneira, kkkkkkkkkkkkkk e ainda tem coragem de falar do JEC 14 anos em branco.

  • BOCÓ DE FLORIPA diz: 1 de maio de 2015

    MEMÓRIA CURTA ESSA DOS TORCEDORES DO FLUGUEIRENSE

    O caso mais célebre envolvendo o tapetão em Santa Catarina tem o Figueirense no papel principal. O Alvinegro, mesmo com um ponto a menos do que o Caxias e com a mesma pontuação que o Avaí, subiu para [...] Veja mais em: http://ndonline.com.br/florianopolis/esportes/252776-historico-do-futebol-brasileiro-e-catarinense-mostra-que-muitos-clubes-foram-ajudados-pelo-tapetao.html.

  • Krall Bolshoi diz: 1 de maio de 2015

    ARGEL, “cada um joga com as armas que tem”, esta foi sua afirmação clássica no último domingo. Pergunto: além da arma da DENÚNCIA que outras armas, fala só uma, você vai usar no próximo domingo, PORRADA, JOGAR NO ATAQUE COMO SEMPRE, RECLAMANDO DO JUIZ, qual delas? Não vá usar aquela que você usou quando estava na PORTUGUESA, correu do JOGO, abandonando o campo de jogo.

  • MAURINO BASTOS diz: 1 de maio de 2015

    Também acho que o resultado em campo é o que vale. Que vença o melhor. Se não foi o meu Figueira, parabéns para o JEC. Até porque estarei assistindo no meio da torcida deles, junto aos meus amigos joinvilenses. Quem sabe não daremos um biquinho e colocamos todos os jogadores embaixo do gol e colocamos água no shop deles, kkkk.
    Agora, o que não concordo é o que está escrito nas entrelinhas, que o Figueirense está errado em exigir o cumprimento da lei. Não foi o Figueirense quem cometeu o erro. Por que não falaram que o que valia era o resultado em campo, quando o JEC foi beneficiado dos erros dos Américas? Aí não interessava o resultado em campo? Eu não entendo porque tem tento puxa saco, que gosta de fazer média com alguém. A bola da vez agora é o Nereu Martinelli, que no debate Diário só faltou chamar a mesa e os demais presidentes de clube de burros, analfabetos.

  • EDUARDO FURACÃO diz: 2 de maio de 2015

    Jorge, assino em baixo e concordo com tudo o que escrevestes , sem tirar nem por !!!
    Fico pensando se fosse o Avai na posição do FIGUEIRENSE…Já imaginou quantos defensores em prol do respeito às leis e as regras do campeonato, para que o Leão azul tivesse seu direito respeitado ???? Seria muito engraçado,… ver estes que agora defendem que seja respeitado os resultados dentro de campo,…. mesmo sabendo que o JOINVILLE e o B-vai foram beneficiados exatamente por este fato, ou seja,…INDO À JUSTIÇA CONTRA OS OUTROS clubes para estarem onde estão hoje, será que mereceram esta posição DENTRO DE CAMPO ??? Quando a coisa é com o FIGUEIRENSE , tudo muda,… ah se muda ,…já conhecemos muito bem como funciona….

  • Mazinho Alvinegro diz: 2 de maio de 2015

    O Zé -Manguaça sempre com esse desejo recolhido de sentar no colo do Nereu-Mauricinho-GEL-Engomadinho. É isso o que dá ficar 15 anos de jejum no estadual e 30 na série A.
    Que burro!

  • celsocafé diz: 2 de maio de 2015

    o Jorge vamos por os pingos nos iiii o America de manaus o jogador entrou em campo e foi o STJD no rio que julgou não o TJSC ,A portuguesa o jogador entrou em campo o STJD no rio julgou, o America MG perdeu somente os pontos (6) em que o jogador irregular entrou em campo STJD julgou Certo tu entendeu ou quer fazer vc as regras ou interpretar as regras diferente da realidade? e mais chorar antecipadamente porque ? ja sabe o que é o teu figueira x JEC ? chora, chora mas analise corretamente as coisas certas . perder tambem faz parte do jogo não precisa inventar regras diferentes perdeu amigo perdeu.

  • Julio Cesar Silveira diz: 2 de maio de 2015

    Engraçado quando o Marcilio Dias podia parar esse campeonato e nao o fez todo mundo bateu palma foi criada jurisprudencia em Santa Catarina tem que perder os pontos se isso vai mudar no Rio de Janeiro e outro papo.

  • Lucas diz: 2 de maio de 2015

    Se acha tão injusto assim Castiel, diga pro teu time azul calcinha devolver a vaga da serie A do America/mg, se fosse pro-time do mangue, essa varzea das bailarinas, a imprensa azulina ja tinha acionando até o papa.
    Essas vergonhas só acontencem pq colocam times de varzea (avai, jec e marcilio) para jogar camp profissional, depois o Castiel acha injusto o Figueirense procurar os seus direitos….faça me o favor neh ???

  • david diz: 2 de maio de 2015

    E viva a bagunça no futebol catarinense, pra variar.

  • Paulo Henrique diz: 2 de maio de 2015

    “Um milagre azul que eu me orgulho muito de ter testemunhado na mágica Ressacada”

    A frase acima foi o título usado por você em novembro do ano passado para enaltecer a subida do Avaí para a Série A. Todos sabemos que o time dos Carianos só conseguiu o acesso porque o Joinville denunciou o América MG e este perdeu pontos no tapetão.

    Em campo quem ficou em quarto lugar foi o time mineiro.

    É muita hipocrisia.

  • Marco diz: 2 de maio de 2015

    1o: foi a FCF que encaminhou o assunto à Procuradoria do TJD; 2o: o Procurador ofereceu denúncia porque entendeu que a lei foi ferida; 3o: o colunista só critica o tribunal e não quem afrontou a lei; 4o: recomendo aos dois finalistas que busquem reforços para esse jogo; 5o: o Fred está de folga e poderia reforçar o Figueira, que assim ganhará com mais facilidade, no campo.

  • jose diz: 3 de maio de 2015

    Beleza, se for assim, o figueirense vai escalar o Carlos Alberto sem contrato para jogar hoje contra esse jecaville.

  • Fernando Avaiano diz: 3 de maio de 2015

    Faltam poucas horas para o título do Jec, SC está com vcs.

  • inezita maria cabral diz: 3 de maio de 2015

    Esse povo sempre coloca o AVAI nos comentários, ano passado ele fez a parte dele, claro teve também sorte, qual o problema este ano com o AVAI ? o que ele fez de errado no caso do Antônio Carlos o próprio prejudicado foi ele, foi para o hexagonal da morte e sobreviveu e ponto final séria AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

  • Semprefigueira diz: 3 de maio de 2015

    Então tá Castiel.
    A justiça só deveria ser chamada, na sua opinião, para grandes causas.
    Certo.
    E quem definiria o que é uma “grande causa” que mereça a atuação da Justiça?
    Fala sério.
    Um campeonato é feito de times, jogos, árbitros, imprensa, torcida e REGULAMENTO.
    O,comjunto destes ingredientes faz o campeonato. E todos atender as regras.
    Os árbitros não podem fazer o que bem entenderem, nem torcedores, nem imprensa que precisa se credenciar para entrar no estádio.
    Quem será u supra sumo, o entendido, o ser supremo que definirá que este ou aquele assunto não precisa ir a julgamento? Nunca haverá unanimidade.

    Há tá. É só colocar no regulamento quais os assuntos São importantes pra levar a justiça e quais não são, né?

    Regulamento? Mas ai também esse regulamento não poderia ser desrespeitado?

    Lei é lei. Regra é regra . Não existe meia lei ou meia regra. Não existe meio infrator, meio bandido, meio honesto, meio desonesto.

    É isso. O resto é …. Resto.

    Semprefigueira.

  • Mazinho Alvi Azul diz: 3 de maio de 2015

    VICE – VICE – VICE,

    Nós já sabíamos.

  • Maria do Avai diz: 3 de maio de 2015

    O FiGAYrenC vai brigar pelo título – na casa do CarValho!!!

  • Seu João diz: 3 de maio de 2015

    FiGAYra!

    Desespero ETERNO…

  • Tonha do Tabaco diz: 3 de maio de 2015

    Castiel meu lindo!

    Os AVAIANOS parabenzam o FiGAYrenC pela conquista do VICE Campeonato – repetimos de VICE – de VICE…

  • sergio diz: 3 de maio de 2015

    Castiel,

    O que nosso Futebol esta precisando é de renovação ,começando
    pela FCF.
    Acho que a imprensa deveria defender sim uma renovação
    na FCF . A alternância no poder é sempre positiva e nossa Federação
    tem um Presidente a 30 anos e com um agravante mantém no quadro
    de funcionários um filho que vive arrumando confusão.
    Acredito que nossa imprensa não tem coragem de levantar esta
    bandeira pois seus ” patrões ” não irão deixar.
    Então ficam escondendo este assunto e não comentam
    de maneira alguma, até a CBF já entrou em um
    processo de renovação depois da saída de Ricardo Teixeira.
    Sergio

  • Celso- café diz: 4 de maio de 2015

    O José qual o problema de o Carlos Alberto se ele ficar no banco não tem problema agora se entrar em campo ai o figuey perde os pontos e outra o Carlos Alberto não tem 20 anos ele tem bemmmmmmmmmm mais e vcs sabem que se ficar no banco só paga multa assim foi com o America MG perdeu só os seis pontos que o cara entrou em campo os que ele ficou no banco o America pagou multa e mais CHEGA DE CHORADEIRA vão treinar que na próxima quem sabe vcs entram na justiça novamente porque faz tempo que vcs figuey não ganham uma legalmente gol de mão etc.etc. chega TAPETÂO TAPETÃO. FEGUETÂO tapefigueira.

  • Celso- café diz: 4 de maio de 2015

    Oi José e figueirenses vai ter revanche vem ai o brasileirão dai vcs vão estar reforçados com Carlos Alberto e cia quem sabe vcs não ganhem kkkkkk espere a revanche que vc vai ver novamente sei la o que vcs tapetão vão arrumar pra chorar kkkkk tchau e fique chorando até la kkkkkk

  • waltencir diz: 4 de maio de 2015

    para mim os principais responsáveis de não ter saído o time campeão ontem foi o Clayton e Mazola, como pode, dois jogadores que treinam todos os dias perder gols como estes, estes dois ai tem que ser mandados embora, vão carpir cana que é o que vocês dois sabem fazer, vergonha ganham mais de 30 mil por mês e fazem uma lambança dessa? quanto a decisão jurídica eu não discuto, decisões judiciais se cumprem, assim como os regulamentos devem ser cumpridos, vivemos em um país que as pessoas e as instituições tem que buscar seus direitos livremente, quem comete erros tem que pagar, mas já que o Brasil não é um país sério tudo pode acontecer. Ah fica fácil fazer um time quando não se gasta dinheiro para manter um estádio nem água nem luz, tudo bancado pelo poder público, estádio de graça para time de futebol outra vergonha nacional, quero saber se a arena Joinville foi construída com dinheiro do estado ou da prefeitura, se entrou dinheiro do estado dado pelo então governador LHS, este dinheiro tem que ser devolvido, alô ALESC ou Polícia Federal, investigação já, Dinheiro público e para saúde, educação e segurança, não para time de futebol.

Envie seu Comentário