Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Clássico entre Avaí e Figueirense tem peso para carimbar rebaixamento

14 de setembro de 2015 5

Espero estar errado. Torço para estar errado. Mas as probabilidades e o ritmo dos catarinenses na Série A do Campeonato Brasileiro apontam para pelo menos dois rebaixados de SC. É a realidade. Não um dogma, apenas uma probabilidade muito coerente com o biorritmos do desempenho..

Mas há também um perigo de termos rebaixamento em bloco (três, por exemplo). E igual chance de termos somente um rebaixado, o que já poderia ser considerado excelente. Nenhum rebaixado, ou todos rebaixados seria daqueles happenings para se debater por séculos, então deixo na carga do debate futuro se acontecer.

Porque as constatações acima? Ora, é semana de clássico. E o debate sobre a ameaça do Z-4 é o que impõe a carga dramática da partida. E sempre que um clássico entre Avaí e Figueirense é turbinado por algo muito forte como consequência do resultado, aquele famoso campeonato à parte ganha fermento em suas proporções.

Já vimos inúmeras vezes o Avaí desabar após uma derrota em clássico; já vimos diversas vezes o Figueirense ruir após uma derrota em clássico; é até comum Leão e/ou Alvinegro sentirem o baque.

Se o Avaí vencer, empurra o Figueira para o Z-4 e pode até sair de lá. Se o Figueira vencer, mantém o Avaí no Z-4 e ganha gordura para tentar decolar na tabela.

É inegável que o resultado do clássico, se não for um empate absolutamente ruim para ambos, pode colocar um clima de rebaixamento perigoso no derrotado.

Senhores, teremos mais um daqueles jogos onde quem tiver mais coração, comer grama com mais gosto, tiver mais gosto pela vitória será recompensado como só os vencedores em clássicos podem ser.

Bookmark and Share

Comentários (5)

  • Joaquim diz: 14 de setembro de 2015

    É estranho ver um jogador de 40 anos entrar na área, aos 45 minutos do segundo tempo, e faltar pernas ao lateral de vinte e poucos anos , para acompanha-lo. Conclusao: o que sobra para os nos times Santa Catarina é refugo. Seria até bom que os quatro fossem rebaixados, para que seus dirigentes passem a pensar grande. O figueira não põe mais de 6000 no estádio porque o torcedor não é burro. Já não jogam nada e ainda querem viver na noite!

  • Da Barra diz: 14 de setembro de 2015

    Castiel, vede!

    O FURACÃO, o + x CAMPEÃO e atual BICAMPEÃO em cima das bailarinas da mini-joinveja, foi promovido a Porteiro da Zona.

    Nessa nova e importante função, o MAIOR baixou o seguinte decreto:
    1 – Blindagem da porta URGENTE. e,
    2 – NAO entra e NÃO sai ninguém.

    Sobre o clássico Barriga-Verde, haverá replay da Copa do Brasil, onde eliminamos de forma impiedosa o ajuntamento do mangue.

    Clayton e Marcão vão avacalhar geral.

  • Alecsandro diz: 14 de setembro de 2015

    Acho que vão ser 3 rebaixados, certos já Jec e Avai, entre Figueirense e Chape sai o terceiros rebaixado.

  • Paulinho diz: 14 de setembro de 2015

    Sempre tem gente acreditando no papai noel, dois timeco esse avai e figueira, vai ser a maior vergonha se cair os quatros de sc no final do brasileirão, quanto ao meu figueira, o que fazer com elias, alemão, tiago santana e etc., sos…………………..

  • Chico Itapema diz: 15 de setembro de 2015

    Para esse clássico citadino em SC, os clubes devem torcer por um empate, já que os dois tem feito jogos ridículo, um empate é a saída, tipo jogo do Jec x Chape um jogo de compadres, ninguém queria ganhar.
    Estourar jogador, ser expulso é para clube burro.
    Mas clube que não tem média de público acima de 10 mil nos jogos nem deveria participar e que dê lugar para outros.
    Vejo que falam que não tem dinheiro, já foi a cota e sem público nos jogos, vão ficar devendo salário, o desespero está começando para uns.

Envie seu Comentário