Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Agora escancarou: CBF praticamente oficializou o uso do replay em lances polêmicos

23 de setembro de 2015 15

Primeiro, já vou informando minha opinião: sou totalmente favorável que, em caso de constatação de que houve irregularidade (e com tempo para corrigir o erro) que se reverta uma decisão errada.

Dito isso, não há como negar que a anulação do que seria o primeiro gol de Figueirense e Santos é prato para uma polêmica que vai tomar de assalto, com proporções enormes, o noticiário esportivo.

Depois que o árbitro deu o gol, o auxiliar correu para o meio, que a partida iria reiniciar, volta-se atrás. Então, o que qualquer criança deduz: ora, tocou o celular de um dos árbitros auxiliares e alguém avisou do impedimento, que aliás, ocorreu.

Para mim é insignificante se demorou 30 segundos ou até minutos. Vale que justiça foi feita.

Para ser criterioso e ficar de bem com minha consciência, fiz um raciocínio inverso. Se fosse o mesmo contra o Figueira, como eu argumentaria aqui?

Acho que da mesma forma, apenas com um outro viés: eu ficaria em dúvida se a volta atrás não seria motivada pelo peso da camisa do Santos. Sem dúvida eu argumentaria nesse sentido, mas na essência não mudaria meu pensamento.

Quanto ao pênalti que deu à vitória ao visitante (veja a crônica do Podi), sem dúvida. Aliás, tenho uma dúvida sim: como é possível um jogador profissional fazer um pênalti tão sem sentido como este?

Bookmark and Share

Comentários (15)

  • Calberto diz: 23 de setembro de 2015

    O Vitorino Chermont (não sei se a grafia esta certa), da Fox, disse que o bandeira ficou parado no lance e chamou o árbitro.
    E de fato estava impedido.
    O penalti, primeiro achei que não, com a repetição, me perguntei como pode, com a calma, aceitei, a marcação e a atitude do lateral. Foi.

  • Chico Itapema diz: 24 de setembro de 2015

    Alguém sabe dizer quantas partida o Figueira ganhou após comemorar o título tapetao.
    A única alegria foi essa, tem uma camisa bonita kkkkkk escolhido por…Quem!
    Eliminado kkkkkkk

  • Paulo Pinheiro diz: 24 de setembro de 2015

    Nesse seu raciocínio, é bom ser “time pequeno”, né não? Se é contra é porque ajudaram um grande. Se é a favor é apenas “justo”. Eu vi o Joinville passar por uma situação semelhante em Curitiba, contra o Atlético-PR. O árbitro cometeu uns três erros crassos contra o JEC (um deles uma expulsão do jogador errado) e apenas um contra o Atlético-PR. Resultado: o árbitro foi avisado do erro contra o Atlético-PR e voltou atrás. Isso é justo? QUEM deu a dica? Quem dá a dica tem a responsabilidade da isenção?
    Enquanto não for oficializado para uso para OS DOIS lados o uso da tecnologia para “corrigir erros” é uma injustiça pior do que a injustiça.

  • Paulo Pinheiro diz: 24 de setembro de 2015

    Calberto. A câmera atrás do gol mostra claramente o auxiliar correndo para o meio do campo sem a menor dúvida de sua interpretação do lance. É um impedimento difícil de marcar. Mas estava. No entanto, quantos erros a favor do Figueirense durante a partida o árbitro deixou de corrigir antes ou depois? Fica justo MESMO? Penso que não é algo que vá fazer diferença no final (o Santos passa fácil lá na Vila Belmiro), mas é um precedente perigosíssimo. Uma atitude tem que ser tomada logo: ou se institui e se REGULAMENTA logo o uso da tecnologia (sou a favor, desde que muito bem regulamentado), ou se pune de forma severa o árbitro que viola o regulamento das competições.

  • Guilherme diz: 24 de setembro de 2015

    Abriu um precedente para o recurso da câmera ser utilizado em todos os jogos…

  • Marcos Assuncao diz: 24 de setembro de 2015

    Não é a primeira vez que é utilizado o “replay”, já ocorreu em outros jogos do juiz voltar atrás de alguma marcação.

    Quanto ao penalty, foi sim, cabeça de bagre esse Leandro. No clássico teve um penalty muito pior e escandaloso, mas como era a favor do Figueira o soprador de latinha não marcou (poderia ter usado o replay também e feito justiça).

  • Wilson Miranda diz: 24 de setembro de 2015

    Se a atitude do arbitro fosse tomada e contrario dos interesses do Corinthians iria para a geladeira e só sairia de lá quando o Brasil virasse o placar dos 7×1 da Alemanha, ou seja NUNCA.

  • Carlos Cojeka diz: 24 de setembro de 2015

    Acho que o Santos deveria recorrer ao tapetão para validar o gol, embora, nesse quesito, o janelense seja quase imbatível! O quê?

  • Elias diz: 24 de setembro de 2015

    Nunca se viu tanta trapalhada num ano. Esses árbitros, terão que voltar a escolinha de arbitragem e os bandeirinha tb, é erro acima de erros. Seria uma nova regra errar a favor dos “grandes?” Pq que grande não tem nada, tudo falido.

  • MAURINO BASTOS diz: 24 de setembro de 2015

    Temos aqui que valorizar a atitude, o caráter, a personalidade, a humildade do arbitro, que não titubeou em corrigir o seu erro. Houve sim outros erros menores durante a partida, que não interferiu no placar. Não importa se foi para o time A ou B, o importante foi a atitude honesta do árbitro. Atitude essa que em vez de ser criticada só porque não foi a favor do nosso (?) time, não deveria ser criticada e sim valorizada e até mesmo seguida por todos nós. Quem de nós no lugar do árbitro teria esse procedimento? É isso que temos que nos perguntar.

  • cyro el bacha junior diz: 25 de setembro de 2015

    O Calberto deve estar de brincadeira! Dizer que o bandeira ficou parado? Em que emissora você viu o jogo, meu filho! Você e o Vitorino, outro maluco! Seja mais coerente e menos figueirense! Tá na cara que quem anulou o gol foi o ponto eletrônico!

  • MARIO/PALHOÇA diz: 25 de setembro de 2015

    aqui foi 3 p/valer 1. la vai ser 1 (de mão aos 48 do 2do tempo) para valer a vaga.kkkkk bigueira piada de sta. catarina….. nunca serão… aki … campeão … só o tigrão…

  • Paulo Pinheiro diz: 25 de setembro de 2015

    Guilherme, pode usar em todos os jogos, desde que não seja só EM BENEFÍCIO DO TIME MANDANTE. Porque normalmente na cidade onde a partida é feita as imagens são geradas pelas emissoras locais, que não vão mostrar quais erros prejudicaram o time visitante. É complicado. É o tipo de coisa que realmente tem que regulamentar. Tem que definir QUEM vai estar no comando das imagens e vai dar a dica para o árbitro. Do contrário é combater injustiça com injustiça.

  • Joao Carlos diz: 25 de setembro de 2015

    Espero que coloquem mil cameras no campinho do mangue, pois certamente o time nativo não ganhará mais de ninguém!!!! hehehehehehehe

    Saudações Alvinegras

  • Paulo diz: 25 de setembro de 2015

    Castiel,

    quer ver sacanagem? Comenta a expulsão do jogador da Chapecoense no jogo contra o Lbertad ontem, nem falta foi. Absurdo total.

    Paulo

Envie seu Comentário