Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O que Delfim x Eurico tem a ver com o JEC x Figueirense deste sábado na Arena?

16 de outubro de 2015 15

Analisar o quadro de bastidores do futebol brasileiro hoje é tão intrincado quanto tentar entender o jogo político que polui Brasília. Estes duelos de poder têm semelhanças no que diz respeito aos danos: a disputa nos bastidores da CBF enfraquece, adoenta, mina o futebol brasileiro e, por tabela, sua Seleção;  a feroz batalha entre congressistas e destes contra o Executivo na capital federal detona a economia nacional e por tabela seu povo.

Delfim

Delfim chegou para chacoalhar bastidores da CBF

Pois bem, fica difícil ver/entender quem quer o quê, qual o objetivo de cada movimento nos bastidores. Por que Eurico Miranda ataca Delfim? Certamente não foi pelo jogo Vasco x Chapecoense, Miranda mira o elefante mas quer acertar a mosca. Neste caso, o que aparece na superfície, a ponta do iceberg, certamente é o fato de o catarinense avançar com força liderando uma corrente que quer redirecionar os rumos da CBF enquanto Eurico deseja manter o status quo. Vasco de um lado, Fluminense e Flamengo de outro. Vasco pró-Del Nero, Fla-Flu pró-Delfim.

Essa é daquelas brigas que, quando há choque, o terremoto é proporcional. Foi só uma trombada inicial, deu um início moderado na famosa escala Richter, pode crescer conforme os próximos capítulos e a tal encrenca pode vir a ser gigante. Ou seja, previsão de tsunami por aí.

Em meio a este momento delicado de luta pelo poder, estão os times catarinenses penando para tentar permanecer na elite.

E o final de semana será crucial para todos os representantes de SC. Só que uma das partidas têm todos os ingredientes para marcar o ano: falo, obviamente, de Joinville x Figueirense.

E Delfim deve estar de olho nesse confronto. Nem tanto pelo resultado, que pode encaminhar o sepultamento do JEC e a salvação do Figueira ou uma arrancada do tricolor do Norte e o reinício do drama Alvinegro (veja a classificação). Mais pelo histórico do duelo, que deixa para Delfim um de seus calcanhares de Aquiles nas batalhas com Euricos e Del Neros que virão por aí.

Afinal, o palco que deveria ter sido da final do Campeonato Catarinense e se transferiu para os tribunais, com sumiço de taça e tudo, certamente é lembrança a Delfim de que um erro semelhante em nível nacional seria catastrófico.

Bookmark and Share

Comentários (15)

  • Marcelo diz: 16 de outubro de 2015

    Castiel, tenho certeza que o próprio Delfim aprendeu muito com seu erro e sua arrogância esse ano, uma vez que teve sua decisão contrariada pelo próprio STJD.

    Sabe aquela criança que leva um choque quando coloca o dedo na tomada, mesmo depois de ouvir 1001 vezes da mãe que não deveria fazer aquilo? Pois é…

    Em relação ao confronto, o JEC foi a Florianópolis no turno e fez o crime perfeito da sua participação no campeonato. Agora o Figueira tem que ir lá com a mesma mentalidade e dar o troco, pois se ganhar esse Sábado já pode ir jogar um pouco mais leve contra o Coritiba na 32ª rodada. O JEC não tem mais como escapar, então o máximo que pode fazer é levar os outros catarinenses com ele pra B…

  • Gustavo diz: 16 de outubro de 2015

    Não acredito que o Jec tenha feito crime ao vencer o Figueirense em Florianópolis. Crime no futebol é quando um pequeno vence um grande na casa do adversário, o que o time da capital esta longe de ser. O Jec antes de cair, tem que fazer um crime fora de casa, quem sabe no internacional???

  • Marcelo diz: 16 de outubro de 2015

    Caro Gustavo, o time da capital foi campeão em cima do teu as TRÊS ÚLTIMAS VEZES em que os dois foram finalistas. Quem é o pequeno dessa história? Te enxerga! Teu time só tem estadual da época que se amarrava cachorro com linguiça, sabe-se lá como, né?

  • Tiago diz: 16 de outubro de 2015

    Castiel, me explica uma coisa, se o Delfim está “licenciado” como ele dirigiu uma reunião na FCF ontem?

    http://www.fcf.com.br/fcf-divulga-tabela-do-catarinense-nao-profissional-adulto/

  • William diz: 16 de outubro de 2015

    Castiel,

    O Figueira tem que aprender a jogar na chuva.
    Em duas ocasiões com pista molhada, perdemos para dois times pequenos, Jeca e Bvai dentro de casa.
    Claro que foi um acidente de percurso, mas lá se foram 6 pontos preciosos.

    Pior que São Pedro tirou uns dias de folga e esqueceu a da torneira aberta.

    Atenção Hudson Coutinho, mô quiridu!

    Coloca “Wet-Weather Tires” nessa mulambada, mô filho! … hehe…

  • Fernando Avaiano diz: 16 de outubro de 2015

    Acredito muito na vitória do Jec nesta partida. Vamos juntos colocar o Figueira no Z4.

  • Paulo Pinheiro diz: 16 de outubro de 2015

    “Neste caso, o que aparece na superfície, a ponta do iceberg, certamente é o fato de o catarinense avançar com força liderando uma corrente que quer redirecionar os rumos da CBF enquanto Eurico deseja manter o status quo”. Sério que eu li isso? Agora o Delfim virou referência de administração moderna e transparente? Lembra que ele foi o cara que quis proibir faixas de desagravo a Ricardo Teixeira dentro dos estádios catarinenses?

  • Mazinho Alvinegro diz: 16 de outubro de 2015

    Ólhóóh!
    O Fernando Bvaiânus fujão, reapareceu com suas previsões, tipo mãe Malvina.
    Esquece ele que, a Malvina era Alvinegra, criada na Coloninha, um anexo do Estreito.
    Que burro! … kkkk!

  • BOCÓ DE FLORIPA diz: 16 de outubro de 2015

    MARCELO, se você não sabe como o JEC conseguiu seus títulos, foi na bola e dentro de campo, não precisou invadir o campo antes de terminar a partida, CRICIUMA, penalti safado, CAXIAS, gol de mão, JEC, tapetão, JEC, essas foram as brilhantes conquistas de um clube fardado a ser sempre pequeno, que se vangloria de conquistas melancólicas e que precisa colocar faixa de campeão no alambrado e escrever que tem a maior torcida de SC, pois conta uma mentira varias vezes pra ver se vira realidade.

  • Euclides Augusto diz: 17 de outubro de 2015

    Hoje será o jogo da desforra, a FCF irá com tudo para se vingar do alvinegro, até o delegado da partida será o não muito honesto Delfim Neto, por isso e tudo o mais o jec irá ultrapassar o Vaisco do Sr. Miranda, dai mais uma vingança do sapo de barbas.

  • Marco diz: 18 de outubro de 2015

    Os ridículos representantes da capital conseguiram perder as partidas de hoje. O Avai perdeu de 3 para os reservas do Palmeiras e o Figueira perdeu novamente para o lanterna. Aliás, o Figueira é campeão em ressuscitar cadáveres, eis que perdeu para o Avai e entregou 6 pontos para o Jec. Assim, quebram-se todas as esperanças de permanecer na Série A.
    Os dois técnicos erraram muito: O Kleina entrou com o Gamalho, que é inimigo da bola. O Hudson deveria ter tirado o Juninho e o Dudu, que jogaram muito mal.

  • Paulo Pinheiro diz: 18 de outubro de 2015

    É… OUTRA vez a capital é sparring preferido do JEC. Ficamos assim: o Figueirense foi o “legalmente” campeão catarinense de 2015. O JEC foi o LEGÍTIMO campeão.

  • jonis diz: 18 de outubro de 2015

    aeeeeeeeeeee..ñ atualizou torcedor ??? kkkkkkkkkkkkkk chorando muito , queriam dar volta olimpica e tomaram no rabo

  • Edson – JEC diz: 18 de outubro de 2015

    Marcelo voce vem me dizer que o JEC ganhou titulos na epoca que se amarrava cachorro com linguiça???? e o teu time que ganho citadino e considera titulo catarinense ganho em 1920 epoca que acho que nem linguica nao existia…

    ALIAS O TEU TIME EH PEQUENO, QUANTOS TITULOS NACIONAIS ELE GANHOU????

    DESCULPA AI….

  • Jack diz: 19 de outubro de 2015

    Como foi que acabou a media de publico do Camp Catarinense ??? ja que na metade do camp fizeram um “lambe-saco” pro lado do time do mangue que tinha a maior media, isso, aquilo…as baboseiras de sempre….quero saber como acabou essa media.
    Fernando Bvaiano …o time do pasto esta mais perto do z4 do que o Figueira, alegria de azul calcinha é ganhar o classico ajudado pela arbitragem e ser rebaixado no final do camp.
    Bvai a vergonha de SC.

Envie seu Comentário