Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de dezembro 2015

Escolha de Gonçalves para o futebol do Avaí não passa no teste do "Sabe quem chegou?"

21 de dezembro de 2015 22

A escolha do Avaí para ter Gonçalves como o cara que vai comandar o futebol do clube (clique aqui e leia)  é, no mínimo, controversa. Eu poderia levar a prosa para o lado de que “o Avaí faz coisa”, “lá é assim mesmo”, “acaba dando certo”, etc.

Mas a minha responsabilidade com a opinião não permite este caminho, muito menos num momento em que o futuro (antes mesmo da escolha), já se mostrava sinistro para o Leão.

A queda para a Série B retira do Avaí poder de investimento, o clube vem com muitas dificuldades financeiras, passou um ano complicadíssimo, com erros na área do futebol históricos (escalação irregular de atleta), um Estadual muito abaixo do aceitável dentro de campo e um ano mais cheio de baixos que altos no desempenho esportivo.

Nesse contexto, onde inventar não é permitido, o anúncio do nome de Gonçalves soa temerário. Sabemos que o dinheiro para investimento será pouco, sabemos que Figueirense e Chapecoense, no Catarinense, largarão com mais orçamento e que no Brasileiro, num ano econômico que se avizinha trágico, a tendência é uma draga para quem está na segunda divisão.

Diante de tudo isso, se esperava que o Avaí anunciasse algo sem “aposta”, ou sem “´pulo do gato”, ou com poucas dúvidas.

Não foi o caminho escolhido. Gonçalves não passa num teste básico que gosto de fazer quando algum clube faz um anúncio. Recorro a torcedores do clube, aqueles que etiverem mais próximos, e dou a notícia. No caso em pauta, 100% dos avaianos que avisei fizeram cara de espanto. E 100% dos alvinegros demonstraram ironia.

Vejam, não se trata de preconceito. Mas Gonçalves não tem histórico na área do futebol. Como jogador? Competente. Depois? Não há histórico como gerente de clubes.

Pode dar certo? Claro. Quero crer que o clube buscou sólidas informações para proceder essa escolha. Quero crer, como quero.

Mas… Gonçalves pode ser um mestre de estratégia de mercado? Pode em pouco tempo entender o DNA do Avaí? É ele um exímio articulador de mercado em ano que há pouco dinheiro? Possui conexões sólidas entre empresários e uma rede de jogadores mapeada?

Tudo perguntas sem respostas.

Bom, vamos ouvir as ideias de Gonçalves, vamos analisar suas palavras, verificar as primeiras ações. E, agora que foi tomada a decisão, dar suporte. E tentar auxiliar para dar certo. Porque o bem do Avaí, um Leão forte, é bom para o Estado, é bom para o nosso futebol.

Repito: torço muito pelo Gonçalves. Mas não entendi a escolha.

Gonçalves

Gonçalves para o futebol

Bookmark and Share