Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Figueirense vai aceitar Chapecoense e Criciúma como favoritos à conquista do turno do Catarinense?

09 de fevereiro de 2016 4

Longe, léguas distante, de contestar nosso querido professor Kmarão. Até porque, dos matemáticos que lidam com futebol, ele já conquistou respeito nacional. Está junto ao Chancedegol, ao Infoesporte, do professor Tristão, e ao departamento de matemática da UFMG, como um dos mais respeitáveis estatísticos do futebol. Apenas construo pequena tese para abstrair em relação às chances do Figueira.

As equações do Kmarão funcionam. Confira o blog dele (clique aqui), veja o histórico de post, e constate que ele acerta, e muito. Pois bem, no seu último prognóstico, publicado no site do DC, ele viu a Chapecoense, mesmo com o tropeço, bem na foto rumo à conquista do título (32,4%), o Tigre como segundo pretendente (24,8%) e o Figueira na sequência (15,6%). Confira o post e veja que um dos pilares do cálculo, além do desempenho, obviamente, é o número de jogos em casa no turno.

Em relação ao Alvinegro, que tem um jogo a menos graças à Sul-Minas-Rio (confira a tabela de classificação), acredito que estes 15 pontos percentuais de distância da Chape possam não ser ratificados desde que o Figueira vença o Guarani.

Vejo no Alvinegro um potencial muito forte para concorrer com a Chape e o Tigre. Não afasto, claro, Avaí e JEC, só acho que estes dois têm um caminho mais complexo para acertar os times.

O técnico Hudson precisa acertar algumas variáveis. Principalmente, torcer para Gatito ser o cara. Sem goleiro acima da média, não há time que prospere. Além disso, tem que ter afirmação na criação de meio, porque, no ataque, as opções são ótimas. Se as equações forem resolvidas, acho que as chances do Figueira são maiores que os 15% ditas pelo Kmarão.

Ah, tem um mega detalhe: o Guarani. Um time encardido, que vai incomodar não só o Figueira, mas será osso duro para todos os demais.

 

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • Edemilson diz: 9 de fevereiro de 2016

    MTM é ciência exata.
    Então as projeções deste tal Kamarão são furadas.
    Pois se Tigre e Chapecoense possuem 7 pontos e cada um ainda possui 6 jogos o percentual de chegar ao titulo do turno deve ser o mesmo(???). Já que adversários e jogos em casa são aspectos que fogem da MTM.
    Até pq no futebol, nem sempre o melhor ou quem joga em casa se sai vencedor. Que diga o Verdão que empatou com o Bugre na Arena Condá e só venceu o Cambura com uma mãozinha da arbitragem. O mesmo valeu para o FFC que só venceu o Brusque com a ajuda do juiz.
    Então na linha da MTM, Verdão e Tigre têm o mesmo percentual de chance de titulo do turno. E o mesmo vale para o FFC que possui um jogo a menos. O resto é balela.
    Agora se é para levar em conta a bola jogada pelos times até agora. Infelizmente FFC e JEC mostraram o melhor futebol e seriam os favoritos mesmo com os tropeços de inicio do campeonato. Já o Verdão tem time porém até agora não demonstrou esta qualidade em campo. Já o Tigre apesar dos bons resultados demonstra ser um time limitado.

  • P.A diz: 10 de fevereiro de 2016

    Não vejo esse favoritismo toda da Chape (e sou Chape). Perdemos jogadores titulares importantíssimos, Apodi, Wilson, Camilo e Túlio de Melo (além de Bruno Silva e Elicarlos de menor importância). Os contratados ainda não encaixaram e há posições que a direção ainda não repôs (deve esperar o final dos regionais), portanto time ainda em formação e mal fisicamente, se bem que esse é um aspecto geral. Pra mim Figueirense, Chapecoense, Joinville, Avaí e Criciúma, qualquer um pode levar o titulo, mas pelo que vejo no momento a ordem de favoritismo é esta, considerando os elencos, mas isso é apenas teoria, na pratica pode ser diferente.

  • Semprefigueira diz: 10 de fevereiro de 2016

    Essas estatísticas no futebol valem tanto quanto uma nota de 3 reais. Nada.
    Alias, servem apenas pra levantar discussões inúteis.

    do levantamento efetuado, apenas registro a questão da tabela, que pode sim prejudicar o Figueira principalmente no turno, quando os rimes estão se ajustando.

    O figueira joga 4 jogos apenas em casa e também apenas um classico. Obviamente que se o titulo do turno já carimba o passaporte pra final e “meio titulo” o figueira é prejudicado, pois é sempre uma fase de ajustes dos times. Quem joga 5 em casa é beneficiado e quem joga 3 clássicos em casa também.

    Custava algum iluminado se dar ao trabalho de rever essa tabela, que entra ano, sai ano é a mesma e quando muito apenas alteram a ordem dos jogos? Ou dá muito trabalho?

    Semprefigueira

  • Alecsandro diz: 10 de fevereiro de 2016

    A Chape como Joinville, Figueirense e Criciúma, é candidata ao titulo, favorita não. A imprensa da capital saiu com essa historinha de favorita, aqui em Chapecó não se fala em favoritismo. A torcida está ciente que o time terá que evoluir muito ainda para primeira chegar a ser finalista e depois pensar em titulo.

Envie seu Comentário