Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Avaí x Figueira: um clássico decisivo para a dupla da Capital, que pode salvar, mas também iludir

22 de fevereiro de 2016 6
Cabral, Eutrópio

Cabral e Eutrópio: quem usará o clássico com sabedoria?

É sempre impossível determinar favoritismo em clássico. A história (incluindo momentos recentes) nos mostra que grandes favoritos desandaram a maionese em clássico.

A regra é o equilíbrio, um jogo feio e pegado, disputado palmo a palmo e sui generis, sem rótulos e desafiador de análises lógicas.

E, no atual momento de Avaí e Figueirense, novamente não sabemos o que esperar do clássico. O cenário atual indica equilíbrio, regado a desespero, pressão sobre os grupos de jogadores e inquietação dos atletas.

E o resultado destes temperos e ingredientes é sempre surpreendente. Poderemos ter um jogo aberto e “maluco”, ou fechadão e pegado. Seja qual for a configuração, a FCF precisa caprichar na escolha do árbitro. Tem que ser o melhor tecnicamente, o mais experiente, o mais respeitado pelos atletas e o que está em melhor fase. Nem mais, nem menos que isso.

Se houver empate, choram os dois. O Figueira se encalacra mais ainda na parte de baixo. O Avaí perde a chance de usar a Ressacada contra sua irregularidade de atuações.

E se houver três pontos para alguma das partes? Aí mora o perigo. Saber tirar proveito de uma vitória em clássico é uma arte difícil.

Pode representar uma arrancada em termos de confiança, pode arrumar time, arrumar clima interno, como pode iludir (confira a tabela). Se uma vitória no clássico vier oxigenar, dar fôlego, confiança, sem afastar o clube de sua realidade atual, Raul Cabral ou Eutrópio terão moeda valorizadíssima em mãos.

Se a ilusão for a herança, mais adiante a dívida vem cobrada sem perdão.

Bookmark and Share

Comentários (6)

  • Gilvan Antonio Gasparin diz: 22 de fevereiro de 2016

    Para o figueira é tudo ou nada, Um clássico nessas alturas com o seu maior rival, para dar moral aos seus jogadores, só a vitória mesmo, ai acredito que para o segundo turno brica com mais competência, Para o Avai essa vitória e dar um pontapé no seu rival, jogando ribanceira abaixo de uma vez.
    Vamos ver o que vai dar, são dois grande time de Santa Catarina, emoção não vai faltar.

  • Ricardo – chapecoense diz: 22 de fevereiro de 2016

    Decisivo é o jogo da Chapecoense contra o Metropolitano que a Chapecoense ganhando praticamente define o campeão do turno, quem quer saber de Avai e Figueira, dois times mortos.

  • Sérgio Pereira diz: 22 de fevereiro de 2016

    Avaí favoritíssimo em 3…2…1.

  • Euclides Augusto diz: 23 de fevereiro de 2016

    É com grande pesar que lamentamos e passamos ao conhecimento de todos o assassinato do Figueirense Futebol Clube, bruscamente acometido pelo então senhor presidente Wilfredo Brüllinguer, nesse mesmo sentido, informamos que o cortejo fúnebre acontecerá dia 28 de Fevereiro de 2016 próximo Domingo as 17 horas no estádio da Ressacada. É triste mas é a grande verdade, aguenta coração! Outrossim informamos também aos associados e simpatizantes que no terreno onde hoje existe o estádio Orlando Scarpelli, será edificado um grande e poderoso centro de Convenções com apodo de Alliance. Quem viver, verá,

  • Renato kammers diz: 23 de fevereiro de 2016

    Castiel, gostei da sua colocação, jogo feio e pegado. A unica diferença desde o começo da temporada será o jogo pegado, pois jogo feio os dois já vem jogando a tempo.

  • Gilvan Antonio Gasparin diz: 23 de fevereiro de 2016

    Hoje assisti pela RBS que o Figueira vendeu sua estrela, ai fiquei pensando, se vendeu sua estrela quem dará luz para essa equipe que esta precisando tanto nesse momento.
    Veio em minha mente a resposta, mas é claro, vem do fundo do túnel, é a luz da lanterna que esta se aproximando e logo o figueira pega

Envie seu Comentário