Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Ceará"

Espetacular Série B: Geninho emplaca desempenho acima de 70% no comando do Avaí e mesmo assim Joinville pode engolir a liderança

20 de setembro de 2014 4
O Avaí empatou com o Ceará na Arena Castelão

Lance de Avaí e Ceará. Foto: Christian Alekson/CearaSC.com

Há empates e empates. O de sábado do Avaí diante do Ceará (clique aqui e confira) é daqueles que soma um ponto e não desperdiça dois. O porque é simples: foi fora de casa e diante de adversário direto.

Mas a Série B do Campeonato Brasileiro está tão espetacular, que mesmo com Geninho emplacando 73,8% de rendimento em seu comando à frente do Leão, tem a liderança ameaçada.

E a ameaça para nosso deleite vem do tricolor catarinense. Um orgulho para SC ver nossos dois representantes capitaneando a competição (de uma olhada na tabela de classificação). Pois bem, como o jogo com o Atlético-GO foi adiado para hoje (veja por quê), já posso imaginar a Arena pulsando em vermelho, preto e branco.

Meta única tricolor, da arquibancada lotada aos 11 de Hemerson Maria: patrolar o Atlético-GO e “roubar” a liderança. Sinceramente: mesmo com o Atlético em ligeira recuperação (vem de duas vitórias e um empate), acho que o JEC está tão focado e sedento, que será difícil segurar o ímpeto.

Voltamos a nos falar em novo post após o duelo do JEC.

Bookmark and Share

Ver jogo envolvendo o Ceará no PV é um dos suplícios da Série B

02 de novembro de 2012 20

Pode-se até achar que o Avaí fez cera, que amorcegou o jogo que venceu por 1 a 0.

Mas o que também já está passando dos limites é o time do Ceará apelar no Estádio Presidente Vargas.

Querer resolver as coisas no grito, tentar fazer gol com a mão,não respeitar o fair play, etc, não funciona. Aliás, nem o exemplo de Barcos serviu? Talvez por este motivo o Vovô tenha chegado à quinta partida seguida com derrota.

Aliás perdeu para o Avaí, que não é muito de ganhar fora de casa, só três na competição inteira.

Gol de Bruno, ironia do destino, já que este jogador tenta se desligar, judicialmente, do Avaí.

Pouco a comentar sobre esta partida. Um jogo tosco da Série B, entre dois times que pouco têm a fazer ainda na competição.

Bookmark and Share

Zé do Gol é artilheiro Série A. A torcida do Criciúma passa mais uma noite em êxtase e que venha o título

06 de outubro de 2012 65

Zé do Gol é Série A. Ele tem garra, ele não desiste, ele é determinado, ele é o principal jogador da Série B, ele é um símbolo perfeito do que entendemos de vencedor em uma equipe como o Criciúma.

No último minuto, como em vários momentos, ele trombou, ele teve sangue frio e determinou a vitória por 2 a 1 sobre o Ceará.

Três pontos que dão mais um tijolinho na construção quase acabada rumo à Série A e que dão um belo tapa neste time do Ceará, que, se quiser chegar a elite de volta, terá que pensar em jogar bola, não em levar vantagem fora de campo.

Poderia começar trocando de técnico. Bem feito para o PC Gusmão.

Acompanhei atentamente os dois jogos dos catarinenses nesta sexta-feira. A parte final do JEC e inicial do Tigre foi no zapping.

No jogo do JEC, ficou uma sensação de incrível oportunidade perdida de acumular três pontos que fariam toda a diferença do mundo na luta pelo G-4.

O time do Barueri, percebe-se, esta na situação de rebaixamento muito próximo porque realmente não tem qualidade.

E o JEC, apesar da chuva, teve vontade, criou algumas chances, mas foi pouco para justificar a enorme diferença de pontos entre os dois times.

No Tigre, mais um jogo equilibradíssimo entre o tricolor e o Vozão. A diferença, é que no Ceará a arbitragem foi favorável ao dono da casa e, no HH, “neutra”.

Pelo menos na condução no gramado, já que Comelli, pela revolta, foi expulso injustamente.

PC Gusmão ouviu de tudo e vou dizer uma coisa: bem feito, ele mereceu. Mas a torcida do Tigre só comprovou o que sabíamos, usou da única “arma”aceitável, sua voz.

E aquele gol, ali pelos 7 do segundo tempo, que o Zé Carlos costurou e não virou o 1 a 0? Haja emoção. Ele que já havia carimbado o poste na primeira etapa.

Aí veio o gol do Ozéia, aquele devoveu provisoriamente (e esperemos ao final da rodada definitivamente) a liderança ao Tigre.

Infelizmente, houve aquela cobrança de falta do Juca, ex-Criciúma, cheia de veneno, e estabeleceu o empate.

Ali pelos 33, o Andre Gava ainda perdeu uma ótima chance de marcar.

Aí foi só explosão com o Zé do Gol. O resto é história. História de Série A.

Bookmark and Share

Como a torcida do Criciúma deve receber PC Gusmão amanhã no Heriberto Hülse

04 de outubro de 2012 33

PC Gusmão, é com você.

A elegância, a educação, a postura com ética é sempre algo que valorizamos em um povo. É assim que esperamos se comporte a torcida do Criciúma.

Dando uma demonstração do porque da indignação naquele do turno, onde o fair play foi deixado de lado pelo time do Ceará, incentivado por seu técnico PC Gusmão, como os próprios jogadores confirmaram em entrevistas após o jogo.

Vamos receber o Ceará com muita vaia. E seu técnico, com a voz da indignação. E somente por aí. Sem mais. O sentimento de vingança é apenas dentro de campo, com um grande futebol, é o único que deve permear a nação tricolor do Sul.

PC Gusmão, o nosso problema, do povo catarinense, é com você: de um técnico, esperamos bons conselhos e grandes atos, com hombridade, exemplo para os comandados. Não o resultado a qualquer custo.

 

Bookmark and Share

Alegria verde com a Chapecoense. Tristeza tricolor com árbitro caseiro ferrando o JEC

15 de setembro de 2012 79

Confesso que me incluí dentre os “homens de pouca fé”. Assim que vi o Joinville levando 2 a 0, tão cedo no jogo, logo mudei de canal para conferir o Verdão do Oeste, no Sportv.

Acontece que o canal optou por esperar o jogo de vôlei terminar para depois entrar com o duelo do Condá.

Então, voltei. Ainda bem. Vi uma reação e o empate do tricolor do Norte, que, infelizmente, viraria um misto de alegrias e decepções. Não só por mais um insucesso, mas pelo sentimento de que a arbitragem, por ser “caseira”, influi no resultado final com um pênalti e um gol anulado.

Ao final, a derrota catarinense. Lá no Oeste, pelo menos, a Chapecoense fez a parte dela e fechou o jogo num 4 a 0 cheio de autoridade.

Na primeira etapa em Fortaleza,  vi um time cearense tentando levar o jogo no grito, o que surtiu efeito sobre Alício Pena Júnior.

E, para aliviar um pouco, quando dei uma zapeada para ver nosso representante do Oeste, imediatamente abri  um largo sorriso. Lá estava marcado: 3 a 0 para a Chapecoense.

Na volta do jogo do JEC, no PV, há muito tempo não via um time perder um gol, embaixo da trave, como o time da casa desperdiçou.

Depois ficou aquele jogo amarrado, com algumas estocadas do Ceará, mas o JEC com posse de bola, sem criar, até os 20 minutos, quando Jailton disparou para virar a partida.

Aliás, Jaílton, com dois gols, e Lima, desencantando, mostram que o ataque renasceu, o que pode ser vital para manter o sonho ainda vivo.

Infelizmente, Pedro Paulo deu chance para o árbitro caseiro fazer a média dele. Deu aquela segurada básica, que rola “trocentas” vezes na área, só que o fez quando estava de mano e no campo visual do árbitro. Este apitou e propiciou no novo empate na partida.

Bom, aí comecei a torcer para não vermos “mais do mesmo”: ou seja, um gol no final, punir novamente o JEC.

A minha torcida durou pouco e nem foi no final: logo depois o Mandrake fez a defesa jequeana ficar olhando o chute adversário e o 4 a 3.

Teve ainda um gol anulado, que vale a mesma tese do pênalti. Não fosse nos acréscimos, na casa do adversário, seria gol. Mas o “caseiro” Alício garantiu a vitória cearense.

Bookmark and Share

Criciúma vítima da falta de Fair Play do Ceará, JECe Avaí recuperados e próximos do G-4 da Série B

07 de julho de 2012 95

Uma pena a vitória escapar tão no finzinho do Criciúma, numa falta de fair-play do time do Ceará que dá nojo de pensar que existem brasileiros capazes de ainda querer levar vantagem de qualquer jeito.

Dizem os cearenses que seguiram em frente para punir uma suposta “cera” do Criciúma. Quer dizer, por esta lógica, que se um sujeito faz algo errado (na suposição cearense, claro) te dá o direito de também fazê-lo? Ridículo.

O goleiro Douglas colocou a bola para fora, para atendimento de Robert. Na reposição, o Ceará foi para cima e fez o gol. Lamentável.

E o jogador Rogerinho, na saída de campo, disse para o Sportv, em alto e bom som, que o técnico PC mandou não devolver.

Ótima a goleada de recuperação do JEC, muito boa a vitória avaiana. Ambos se posicionam muito próximos ao G-4.

Bookmark and Share

Série B nivelada por cima e o Tigre puxa a fila!

17 de junho de 2012 63

Não pude ver o jogo, mas não preciso nem dizer o que significa termos o Tigre na ponta da Série B do Brasileiro. E o que o Zé Carlos está fazendo é “de outro mundo”, que fase.

Mais legal ainda é ver nossos times tão bem posicionados, lutando na parte de cima da tabela. Que momento para nosso futebol. Melhor que isso, só se, em algum momento, tivermos os três representantes entre os quatro.

Bom, está estabelecida uma rivalidade do bem. Aquela positiva, em que a medição de forças se dá em alto nível. Temos, senhores, uma Série B das mais emocionantes para nosso Estado.

Vamos curtir, então!

PS1: vi o primeiro tempo da derrota do Figueirense para o Cruzeiro e saí de casa empolgado com o que vi. Há um rumo naquele time. Aí perdi o segundo tempo e só li as crônicas sobre a derrota. Fico com a imagem da primeira etapa. Gostei. Depois me aprofundo na análise em post específico.

PS2: quero compartilhar com todos minha alegria por ter completado, hoje, os 10k da Meia Maratona de Floripa com um tempo de 48/alto. Apesar de ter perdido alguns treinos importantes por compromissos profissionais, consegui baixar de 50, que era minha meta.

Agora vou segurar os treinos, para não me lesionar já que estou embarcando para Londres para a cobertura olímpica junto ao grupo RBS. Mas, depois, vou encarar minha primeira meia maratona.

Bookmark and Share

Primeiro tempo brilhante, segunda etapa ruim e o JEC fica no empate com o Ceará

16 de junho de 2012 24

Num jogo com dois tempos absolutamente antagônicos, distintos, sem comparação, se fosse possível, escolheria a primeira etapa para poder comentar a atuação do JEC nesta tarde/noite de sábado, no 1 a 1 com o Ceará. Se assim fosse, estaríamos todos felizes agora com uma vitória tranquila.

Afinal, para analisar o que achei do desempenho do JEC nos 45 minutos iniciais, até poderia recortar e colar boa parte do que escrevi no post abaixo sobre a postura do Avaí ontem para ilustrar o que me agrada em um time que disputa a Série B.

A diferença, na Arena, é que o cenário de domínio do time da casa sobre o visitante tinha um ingrediente a mais: a linda presença da torcida no estádio. Enquanto a Ressacada apresentava generosos espaços vazios, a Arena deixa poucos espaços “em branco”.

Casa cheia (aliás como normalmente é em Joinville) para ver, nos 45 iniciais, fique bem claro, mais um momento tático consistente do tricolor do Norte. Vi um técnico Leandro Campos com uma leitura muito boa do adversário, com um enquadramento tático que turbinou justamente o rendimento de seus melhores jogadores. Assim, Ricardinho pode armar à vontade, Lima concluir em profusão e Thiago Real movimentar-se à exaustão.

Tudo isso com muito pouco risco, o que não e pouco, já que o Ceará veio armado até os dentes para tentar o contra-ataque, o que muito pouco foi possível diante da porteira fechada que encontrou.

No segundo tempo, infelizmente, foi o PC Gusmão quem deu um nó em Leandro Campos e o o quadro foi oposto. O Ceará, até por medo do ingresso no Z-4, veio a mil. E o erro da arbitragem que contribuiu para complicar a situação do JEC, nem pode ser qualificado como motivo de a vitória não ter chego. A falta que o árbitro deu pênalti foi fora da área. Juiz mal colocado na diagonal. E bandeira dormindo. Mas o Ceará passou a mandar no jogo.

Até que nos 15 minutos finais o jogo voltou a ficar equilibrado, mas o empate foi o resultado justo.

O jogo do Figueirense, logo mais, e do Tigre, à noite, não poderei ver, tenho compromisso logo mais. Mas vou gravá-los e conferir amanhã, para postar minha opinião aqui.

Bookmark and Share

Um favoritismo relativo do Figueirense, diante do Avaí, no duelo de domingo na Ressacada

02 de dezembro de 2011 67

O Figueirense é favorito. Mas não é “favoriiiitoooo” para o clássico do próximo domingo, na Ressacada.

Pela campanha que fez, pelos pontos a mais que o adversário que acumulou, demonstrou ter melhor time, mais conjunto.

Mas o melhor desempenho no Nacional, em clássico, não é o único ingrediente.

O Figueira vem de duas derrotas. Jogará pressionado para buscar a vitória, coisa que demonstrou não saber fazer ao longo do campeonato.

Neste mesmo campeonato, jogando melhor, pecou em detalhes e perdeu o jogo ida para o Leão.

Pegará um adversário com a honra ferida, querendo dar uma resposta à torcida, tentando tirá-lo da Libertadores e tentando evitar que o principal rival bata a melhor colocação na história em Brasileiros.

Então, o termo favorito é bastante relativo. Apenas para contextualizar. Em campo, teremos um jogo de tirar o fôlego.

Bookmark and Share

Fim da novela não foi legal. E diretorias de Figueirense e Avaí ficaram estremecidas

01 de dezembro de 2011 112

 Infelizmente, mesmo com a ação dos órgãos públicos, o Avaí optou por esvaziar o clássico. Ao invés de reduzir para R$ 50 o setor do Figueira, estabeleceu um preço mínimo de R$ 70 para todos (ou quase, porque tem a “costeirinha”, no D).

 Ao invés de ceder e baratear para todos, deixaram caro para todos. A diretoria do Figueirense neste episódio lembrou de um acordo entre os clubes para manutenção dos preços. O que configuraria quebra de palavra, o que é grave. A direção do Avaí contra-atacou com um suposto não cumprimento de espaço de 3.000 lugares ao Avaí no primeiro clássico.

 A suposta boa relação que as diretorias tinham, foi para o espaço (confira matéria de hoje no DC, se você for cadastrado no site, e confira os valores no diario.com.br).

 Estamos vivendo um pré-clássico triste. Um exemplo de como não proceder.

 Bom, a partir de hoje vou tentar focar agora nos times e no jogo. Vamos ver se o dia vai permitir. Aí à tarde já coloco novo post para discutirmos algo mais legal.

Bookmark and Share