Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Defesa de Dilma entra com recurso no STF contra o impeachment

01 de setembro de 2016 1
Foto: Diego Vara/Agência RBS

Recurso é assinado pelo advogado de Dilma, José Eduardo Cardozo. Foto: Diego Vara/Agência RBS

*Por Matheus Schuch

Os advogados da ex-presidente Dilma Rousseff ingressaram com um Mandado se Segurança, na manhã desta quinta-feira (01), no Supremo Tribunal Federal (STF). O recurso, com 55 páginas, pede a anulação do processo que culminou com a cassação do mandato da petista. O texto será analisado pelo ministro Teori Zavascki. A definição ocorreu por sorteio.

A ação inclui um pedido de decisão liminar (provisória) para suspender os efeitos da decisão desta quarta. O objetivo é que o presidente Michel Temer volte a ser interino até uma decisão final do plenário do STF.

O advogado de Dilma, José Eduardo Cardozo, considera que houve irregularidades no processo de impeachment. Ele irá questionar o enquadramento da petista nos crimes de responsabilidade fiscal, neste caso em razão das “pedaladas fiscais” no Plano Safra e dos decretos de crédito suplementar editados sem autorização do Congresso Nacional.

O recurso defende que haja novo julgamento, e ainda pleiteia que o STF anule dois artigos da Lei 1.079, de 1950, usados pela acusação para imputar crimes de responsabilidade a Dilma.

Comentários (1)

  • Alberto diz: 1 de setembro de 2016

    PTralhada não desiste mesmo, hein? Devolvam $$$ torrado em Pasadena já!

Envie seu Comentário