Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Defesa de Jardel pede anulação de subcomissão que ouvirá depoimento nesta semana

13 de novembro de 2016 3
Foto: Adriana Franciosi / Agência RBS

Foto: Adriana Franciosi / Agência RBS

A defesa do deputado Mario Jardel (PSD) entrou com um mandado de segurança pedindo a extinção da subcomissão processante que analisa o caso em que ele é acusado de improbidade administrativa. O advogado Rogério Bassoto alega que o regimento interno pressupõe que as subcomissões devem durar até 120 dias, sem possibilidade de prorrogação, o que já foi atingido com o processo atual.

“A palavra improrrogável deve ser considerada. Descumpriu-se o prazo e seguem tocando o processo. Se quiserem dar seguimento, é preciso que seja instaurada uma nova subcomissão, com novos integrantes”, disse.

Jardel tem depoimento marcado para esta quarta-feira (16), na subcomissão da Comissão de Ética. O procurador da Assembleia Legislativa, Fernando Ferreira, classificou a iniciativa como uma manobra da defesa.

“Esta interpretação favorece a eles, mas o prazo foi ultrapassado por causa da defesa. É muito ingênuo pensar que não é uma estratégia o desaparecimento de Jardel. Esta norma é genérica, o prazo existe para que não eternize e não se use uma subcomissão para bloquear um julgamento”, afirmou Ferreira.

A decisão sobre o pedido da defesa caberá ao desembargador Carlos Cini Marchionatti. A Assembleia Legislativa deverá apresentar informações preliminares sobre o caso até a manhã desta segunda-feira(14).

O processo da cassação de Jardel foi suspenso pela Justiça após a alegação de que deputado não foi ouvido durante o trabalho da subcomissão processante da Comissão de Ética. Por isso, a Assembleia Legislativa decidiu reabrir o processo e dar a oportunidade para que ele prestasse depoimento.

 

Comentários (3)

  • FERNANDO diz: 14 de novembro de 2016

    Será que ninguém enxerga que ele está atrapalhando o andamento do processo? será que a justiça não se deu conta e, ao invés de apoiar, manda dar prosseguimento como réu revel? o povo gaúcho não aguenta mais essa pouca vergonha, sustentando um sem vergonha desses. Olha, sinceramente, não sei como os estudantes revoltados que por R$ 0,20 tocam o terror, ainda não protestaram contra a manutenção desse imbecil como deputado… o povo tem o representante que merece!!

  • Alberto diz: 14 de novembro de 2016

    Dá-lhe Tricolor!!!

  • João Belmiro Nassif diz: 14 de novembro de 2016

    FERNANDO, O JUDICIARIO POUCO ESTÁ SE IMPORTANDO. O MINISTÉRIO PÚBLICO MENOS AINDA. ESTAMOS PAGANDO ALGUÉM QUE NÃO TRABALHA. SIMPLES ASSIM. ENQUANTO UM POLICIAL ARRISCA SUA VIDA PARA EVITAR E FRUSTRAR ATAQUES A CAIXAS ELETRÔNICOS E CARRO FORTE (DINHEIRO DE BANCOS RICOS) E TEM SEU MÍSERO SOLDO PARCELADO, OS JUÍZES E PROMOTORES TÊM SUAS CONTAS RECHEADAS POR ALTOS SUBSÍDIOS, PAGOS EM DIA, JAMAIS PARCELADOS. QUEM PODE MAIS, NÃO CHORA. AZAR É DO POLICIAL, DO PROFESSOR… MEROS PEÕES QUE APENAS PODEM E DEVEM SE CONFORMAR COM A SITUAÇÃO. ESQUECEM QUE JUIZ E PROMOTOR SÃO HUMANOS COMO QUALQUER OUTRO, CORRUPTÍVEIS COMO MUITOS, MAS MUITO MAIS BANDIDOS COMO QUALQUER IGNORANTE QUE FURTA PARA COMER E QUE ELES CONDENAM COM OS RIGORES DA LEI. EU NÃO ACREDITO MAIS NO JUDICIÁRIO.

Envie seu Comentário