Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Grande fase! Brenner tem média superior a um gol por jogo com a camisa do Internacional

22 de fevereiro de 2017 0

Centroavante abriu o caminho da classificação contra o Oeste na Copa do Brasil

Brenner virou protagonista no Internacional nesta temporada. É com os gols que o centroavante vem cavando seu lugar no time titular de Antônio Carlos Zago. Ele deixou sua marca duas vezes na goleada de 4 a 1 sobre o Oeste no Beira-Rio, que confirmou a classificação colorada à terceira fase da Copa do Brasil. Bolas na rede que deixam o camisa 38 com uma excelente média de gols pelo clube.

23062307

Brenner é o artilheiro do Inter em 2017 com cinco gols

Desde sua estreia contra o Fortaleza pela Copa do Brasil no ano passado, Brenner ainda disputou as partidas contra o Atlético-MG pelo Brasileirão (2016) e mais quatro jogos neste ano: Brasil-PEL, Princesa do Solimões, Passo Fundo e Oeste. Contando os minutos em campo, a média de gols é superior a um por partida.

São 334 minutos jogados com a camisa do Inter, o que representa 3,7 jogos. Brenner tem seis gols marcados. A altíssima média é de 1,61 gol por partida. Ele é o artilheiro colorado na temporada, seguido por Nico López e Charles, que somam dois gols.

Jogos de Brenner pelo Inter:
- Fortaleza 1×0 Inter
- Atlético-MG 3×1 Inter
- Inter 2×1 Brasil-PEL
- Princesa do Solimões 0×2 Inter
- Passo Fundo 2×2 Inter
- Inter 4×1 Oeste

Força do interior! Novo Hamburgo repete feito raro com seus 100% no Gauchão

21 de fevereiro de 2017 1

Noia arrancou com quatro vitórias seguidas e lidera o campeonato

Por Marcos Bertoncello

Algum time do interior gaúcho já conseguiu arrancar no Gauchão com quatro vitórias em quatro jogos? A resposta é sim. No entanto, um adendo deve ser feito com relação à campanha do Novo Hamburgo na edição do campeonato em 2017. Além das vitórias sobre Caxias e São José, e a goleada sobre o Juventude na última segunda-feira, o time do Vale dos Sinos pode orgulhar-se de um triunfo contra o Inter em pleno Beira-Rio. Uma marca inédita na história.

23055821

Novo Hamburgo goleou o Juventude por 4 a 1 no Vale

O levantamento é feito desde 1961, quando o Campeonato Gaúcho deixou de ser regionalizado. Somente dez clubes do interior obtiveram quatro vitórias nos quatro primeiros jogos. Aliás, o Novo Hamburgo foi justamente o primeiro a conseguir isso, em 1971, repetindo o feito 46 anos depois. Além do time do Vale dos Sinos, Esportivo, de Bento Gonçalves, Brasil, de Pelotas, Gaúcho, de Passo Fundo, Santa Cruz, de Santa Cruz do Sul, Juventude, de Caxias do Sul, Glória, de Vacaria, 15 de Novembro, de Campo Bom, e São José, de Porto Alegre, também atingiram esta marca.

O detalhe é que o Novo Hamburgo de 2017 foi o único destes times a ter em sua sequência uma vitória sobre um da dupla Gre-Nal. Outro ponto é que o 15 de Novembro teve impressionantes cinco vitórias na arrancada do Gauchão em 2002. Confira abaixo a relação:

1971 – Novo Hamburgo:
- 1×0 Cruzeiro
- 2×1 Bagé
- 4×0 Riograndense-SM
- 2×0 Atlântico-ER

1971 – Esportivo:
- 2×0 Barroso-São José
- 3×2 Inter-SM
- 2×1 Guarany-BA
- 5×1 14 de Julho

1972 – Brasil de Pelotas:
- 1×0 Novo Hamburgo
- 1×0 Guarany-BA
- 3×0 Bagé
- 3×1 Farroupilha

1973 – Gaúcho:
- 2×1 Rio-Grandense
- 4×1 Novo Hamburgo
- 4×2 Guarany-BA
- 2×1 Inter-SM

1976 – Santa Cruz:
- 2×1 Caxias
- 2×1 Estrela
- 1×0 Guarany-GA
- 2×0 São José-POA

1979 – Juventude:
- 5×0 São Borja
- 3×1 Pelotas
- 1×0 São Paulo
- 5×0 Avenida

1994 – Glória:
- 2×0 Grêmio Santanense
- 2×0 Passo Fundo
- 3×2 Santa Cruz
- 2×1 Veranópolis

2002 – 15 de Novembro*:
- 4×0 São Paulo
- 2×1 Associação São Gabriel
- 2×1 Palmeirense
- 3×0 São Luiz
- 1×0 Veranópolis
*5 vitórias seguidas

2013 – São José-POA:
- 1×0 Pelotas
- 2×0 Novo Hamburgo
- 2×0 Cruzeiro
- 1×0 Passo Fundo

2017 – Novo Hamburgo:
- 1×0 Caxias
- 2×1 Inter
- 1×0 São José-POA
- 4×1 Juventude

Somente cinco times conseguiram vencer o Inter em pleno Beira-Rio pela Copa do Brasil

21 de fevereiro de 2017 0

Colorado encara o Oeste em jogo único pela segunda fase da competição

Por Marcos Bertoncello

O Internacional entra em campo nesta quarta-feira para uma partida decisiva contra o Oeste, de São Paulo, por uma vaga à terceira fase da Copa do Brasil. Com o novo formato da competição, é jogo único no Beira-Rio, sendo que o empate leva o confronto para os pênaltis. Para não ser eliminado nos 90 minutos, o time de Antônio Carlos Zago não pode perder em casa. Algo que só ocorreu cinco vezes na história colorada no torneio.

16749631

Inter, de D’Alessandro, foi eliminado pelo Ceará em 2014

Curiosamente, dos cinco clubes que saíram vitoriosos do Beira-Rio pela Copa do Brasil, quatro deles serão adversários do Inter na disputa da Série B do Brasileirão em 2017. O Londrina eliminou o então atual campeão Inter com uma vitória por 1 a 0 em 1993 pela segunda fase. Mesma etapa e mesmo resultado em 1995, quando o Paraná venceu o time colorado.

Já em 1999, pela semifinal da competição, o Inter sofreu uma de suas piores derrotas no Beira-Rio: 4 a 0 para o Juventude, que posteriormente seria o campeão na final contra o Botafogo. As duas derrotas restantes ocorreram recentemente. Em 2014, pela terceira fase, o Ceará venceu o time de Abel Braga por 2 a 1, confirmando a classificação em Fortaleza no jogo da volta. E, no ano passado, o Atlético-MG construiu o mesmo placar na casa colorada pela primeira partida da semifinal.

No retrospecto geral, o Internacional soma 58 jogos no Beira-Rio contando todas as edições da Copa do Brasil da qual participou. São 40 vitórias, 13 empates e cinco derrotas. O aproveitamento é de 76%.

Derrotas do Inter em casa na Copa do Brasil:
1993 – Inter 0×1 Londrina (segunda fase)
1995 – Inter 0×1 Paraná (segunda fase)
1999 – Inter 0×4 Juventude (semifinal)
2014 – Inter 1×2 Ceará (terceira fase)
2016 – Inter 1×2 Atlético-MG (semifinal)

Bem abaixo! Internacional não tinha uma arrancada tão ruim no Gauchão desde 2005

19 de fevereiro de 2017 2

Colorado soma apenas três pontos em quatro jogos do campeonato

E a sina do Internacional segue neste Gauchão: o time ainda não venceu pela competição e já foram disputadas quatro rodadas. Algo que não acontecia desde 2005. O Inter permitiu o empate contra o Passo Fundo no Vermelhão da Serra em 2 a 2, no último lance da partida. Agora o adversário pela competição será o Brasil-PEL no Beira-Rio.

23051877

Inter empatou no Vermelhão da Serra em 2 a 2

Em 2005, o Internacional terminou o campeonato como campeão, mas o início foi tenebroso. O time de Muricy Ramalho ganhou reforços importantes para a temporada, como o meia Jorge Wagner. Mesmo assim, estrou empatando com o Farroupilha, em Pelotas, e contra o Glória, no Beira-Rio. Acabou derrotado pelo Veranópolis fora de casa e voltou a marcar passo em casa ao empatar com o Novo Hamburgo. Pra finalizar, perdeu para o Santa Cruz em Santa Cruz do Sul. Ou seja, foram três pontos em cinco jogos.

Tabela do Inter no Gauchão 2017:
- Veranópolis 1×1 Inter
- Inter 1×2 Novo Hamburgo
- Inter 1×1 Caxias
- Passo Fundo 2×2 Inter
- Inter x Brasil-PEL
- Grêmio x Inter
- Juventude x Inter
- Inter x São Paulo
- Ypiranga x Inter
- São José x Inter
- Inter x Cruzeiro

Dos grandes clubes, Cruzeiro e Flamengo são os únicos 100% neste começo de temporada

17 de fevereiro de 2017 0

Levantamento mostra rendimento de cada time nesta arrancada de 2017

Por Marcos Bertoncello

Nem Palmeiras (atual campeão brasileiro) nem Grêmio (atual campeão da Copa do Brasil). Apenas Flamengo e Cruzeiro seguem com 100% de aproveitamento até esta segunda quinzena do mês de fevereiro. São eles os destaques deste início de temporada no futebol nacional.

montagem

Flamengo e Cruzeiro venceram todos seus jogos até agora

Tanto mineiros como cariocas somam seis vitórias em seis jogos disputados por eles até agora, incluindo campeonatos estaduais, Primeira Liga e Copa do Brasil. O levantamento leva em conta todos os 20 clubes da Série A do Brasileirão, além do Inter, que acabou rebaixado no ano passado.

O Grêmio soma duas vitórias (Ypiranga e Passo Fundo) e uma derrota (Caxias) no Gauchão, além do revés para o Flamengo pela Primeira Liga utilizando time reserva. Já o Inter venceu os dois jogos da Primeira Liga (Brasil-PEL e Fluminense) e também o da estreia na Copa do Brasil (Princesa do Solimões). O problema é que ainda não soma vitórias no Estadual: dois empates (Veranópolis e Caxias) e uma derrota (Novo Hamburgo).

Confira o levantamento*:
Rio Grande do Sul
- Grêmio (2 vitórias e 2 derrotas)
- Inter (3 vitórias, 2 empates e 1 derrota)

São Paulo
- Santos (2 vitórias e 1 derrota)
- São Paulo (3 vitórias e 1 derrota)
- Palmeiras (2 vitórias e 1 derrota)
- Corinthians (3 vitórias e 1 derrota)

Rio de Janeiro
- Flamengo (6 vitórias)
- Fluminense (6 vitórias e 1 derrotas)
- Botafogo (3 vitórias, 2 empates e 2 derrotas)
- Vasco (3 vitórias e 2 derrotas)

Minas Gerais
- Cruzeiro (6 vitórias)
- Atlético-MG (4 vitórias e 1 derrota)

Paraná
- Atlético-PR (1 vitória, 3 empates e 2 derrotas)
- Coritiba (2 vitórias, 2 empates e 1 derrota)

Santa Catarina
- Avaí (5 vitórias, 1 empate e 2 derrotas)
- Chapecoense (2 vitórias, 2 empates e 3 derrotas)

Bahia
- Vitória (6 vitórias e 1 empate)
- Bahia (4 vitórias e 3 empates)

Pernambuco
- Sport Recife (5 vitórias e 2 empates)

Goiás
- Atlético-GO (2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas)
*Jogos oficiais

Fim de jejum! Internacional volta a vencer fora de casa depois de mais de oito meses

15 de fevereiro de 2017 11

Colorado bateu o Princesa do Solimões e classificou-se na Copa do Brasil

Por Marcos Bertoncello

O empate já daria a classificação para o Inter, mas a vitória por 2 a 0 em Cascavel, de quebra, deu fim a um grande jejum na vida dos colorados. Fazia mais de oito meses que o time não vencia como visitante. A última havia sido contra o Santos em maio do ano passado.

23043344

D’Alessandro em ação contra o Princesa em Cascavel

No total, eram 20 jogos, com 14 derrotas e apenas seis empates. Passaram-se quatro técnicos desde aquele triunfo na Vila Belmiro no dia 29 de maio de 2016 pelo Brasileirão (1 a 0, com gol de Aylon): Falcão, Celso Roth, Lisca e agora Antônio Carlos Zago.

Como foi o jejum do Inter:
29/05 – Santos 0×1 Inter *última vitória
05/06 – Vitória 1×0 Inter
19/06 – Figueirense 3×2 Inter
23/06 – Coritiba 1×1 Inter
29/06 – Flamengo 1×0 Inter
10/07 – Santa Cruz 1×0 Inter
24/07 – Ponte Preta 2×2 Inter
04/08 – Cruzeiro 4×2 Inter
15/08 – Chapecoense 1×0 Inter
28/08 – Sport 1×1 Inter
11/09 – Atlético-PR 2×1 Inter
19/09 – América-MG 1×0 Inter
22/09 – Fortaleza 1×0 Inter
25/09 – Atlético-MG 3×1 Inter
28/09 – Santos 2×1 Inter
12/10 – Botafogo 1×0 Inter
23/10 – Grêmio 0×0 Inter
02/11 – Atlético-MG 2×2 Inter
06/11 – Palmeiras 1×0 Inter
21/11 – Corinthians 1×0 Inter
11/12 – Fluminense 1×1 Inter
29/01 – Veranópolis 1×1 Inter (2017)
15/02 – Princesa do Solimões 0×2 Inter (2017)

Rumo a Cascavel pela 11ª vez: relembre todos os jogos do Inter na cidade paranaense

14 de fevereiro de 2017 0

Colorado encara o Princesa do Solimões na estreia da Copa do Brasil

A comunidade gaúcha presente em Cascavel esperou 12 anos para ver novamente o Internacional. A equipe colorada faz sua estreia na Copa do Brasil nesta quarta-feira, às 21h45, pela primeira fase da competição. Pois será a 11ª vez que o clube atua na cidade paranaense.

interxparana

Fernandão (no alto) fez o último gol do Inter em Cascavel

A última vez foi em um jogo válido pelo Campeonato Brasileiro de 2005. O Internacional, comandado por Muricy Ramalho, perdeu a chance de chegar à liderança da competição ao ser derrotado pelo Paraná por 3 a 1. Fernandão marcou o gol colorado na ocasião.

Outro jogo realizado em Cascavel pelo Brasileirão foi em 1997, e não envolveu clubes paranaenses. O Criciúma havia perdido seu mando de campo e recebeu o Inter. Com gol de Silvio, o time colorado venceu por 1 a 0. Pela Copa do Brasil, houve apenas um jogo lá: 2 a 0 sobre o Prudentópolis, do Paraná, com dois gols de Nilmar, pela segunda fase do torneio

No total, são dez jogos realizados pelo Inter em Cascavel (contando amistosos e partidas oficiais), com cinco vitórias, três empates e apenas duas derrotas. Um aproveitamento de 60%.

Jogos do Inter na cidade de Cascavel:
1) Tuiuti 0×4 Inter (11/08/1968) *amistoso
2) Cascavel 2×4 Inter (12/03/1972) *amistoso
3) Cascavel 1×0 Inter (03/02/1980) *amistoso
4) Cascavel 0×1 Inter (05/02/1982) *amistoso
5) Inter 1×1 Palmeiras (01/05/1984) *Torneio dos Campeões
6) Inter (4)0×0(3) Olímpia (16/07/1995) *Torneio Rei Dadá
7) Criciúma 0×1 Inter (01/10/1997) *Brasileirão
8) Inter 2×2 Coritiba (07/07/2002) *amistoso
9) Prudentópolis 0×2 Inter (24/03/2003) *Copa do Brasil
10) Paraná 3×1 Inter (03/11/2005) *Brasileirão

Pela quarta vez na história, Inter estreia na Copa do Brasil contra um time da Região Norte

13 de fevereiro de 2017 0

Colorado dá seu primeiro passo no torneio contra o Princesa do Solimões-AM

Por Marcos Bertoncello

A 23ª participação do Internacional na Copa do Brasil terá início nesta quarta-feira, em Cascavel, no Paraná. O adversário é o Princesa do Solimões, do Amazonas, que disputa a Série D do Brasileirão. Será a quarta vez na história que o time colorado terá pela frente um clube da Região Norte do Brasil na estreia da competição.

14845947

Inter, de Forlán, eliminou o Rio Branco-AC em 2013

A primeira delas foi em 1993. Defendendo o título da Copa do Brasil, o Inter goleou duas vezes o Ji-Paraná, de Rondônia: 6 a 0 em Porto Velho e 9 a 1 em Porto Alegre. A segunda vez ocorreu somente 20 anos depois, quando a equipe colorada venceu o Rio Branco, do Acre, por 2 a 0 e evitou assim a partida de volta no Beira-Rio. Mesmo caso no ano seguinte: goleada por 6 a 1 sobre o Remo, do Pará.

No geral, são 22 estreias na Copa do Brasil, com 13 vitórias, seis empates e apenas três derrotas. Um aproveitamento de quase 70%. A última derrota foi em 2009. Na ocasião, o Inter foi derrotado pelo União de Rondonópolis por 1 a 0.

Todas as estreias do Inter na Copa do Brasil:
1989 – Inter 0×0 CSA-AL
1990 – Inter 1×0 Criciúma
1992 – Muniz Freire-ES 1×3 Inter
1993 – Ji Paraná-RO 0×6 Inter
1994 – Inter 1×1 Paraná
1995 – Pontaporanense-MS 0×2 Inter
1996 – Operário-MT 0×2 Inter
1997 – Guará-DF 0×7 Inter
1998 – América-MG 1×0 Inter
1999 – Villa Nova-MG 1×1 Inter
2000 – Botafogo-SP 2×1 Inter
2001 – Vila Nova-GO 3×3 Inter
2002 – Comercial-MS 1×1 Inter
2003 – Comercial-MS 0×2 Inter
2004 – Confiança-SE 0×0 Inter
2005 – Chapadão-MS 1×2 Inter
2008 – Nacional-PR 0×4 Inter
2009 – União Rondonópolis-MT 1×0 Inter
2013 – Rio Branco-AC 0×2 Inter
2014 – Remo 1×6 Inter
2015 – Inter 2×0 Ituano
2016 – Inter 3×0 Fortaleza

Meia do Caxias nunca perdeu para o Inter, mas já foi eliminado por D'Alessandro

12 de fevereiro de 2017 12
Crédito: SER Caxias/Divulgação

Crédito: SER Caxias/Divulgação

Após o empate do Internacional contra o Caxias no último sábado no estádio Beira-Rio, o meia Wagner deu uma declaração que chamou a atenção. De acordo com ele, a mágoa do gringo com ele era fruto de constantes duelos sem vitórias do Inter. Muito incisivo, Wagner chamou o Beira-Rio de “salão de festas” por nunca ter perdido no campo colorado. O blog foi atrás das estatísticas e descobriu algumas coisas interessantes.

Wagner alfineta D’Alessandro: “Ele nunca ganhou de mim”

Aos 25 anos, o camisa 10 do Caxias está apenas na sua terceira temporada como jogador profissional. Talhado na várzea, iniciou sua carreira no ano de 2015, vestindo a camisa do Cruzeiro-RS.

Wagner esteve à disposição para enfrentar o Inter em seis oportunidades, entretanto, entrou em campo em apenas três. O confronto já aconteceu enquanto o jogador usava as cores do Cruzeiro-RS, Santa Cruz, Chapecoense e Caxias. Ao todo, o atleta venceu o Inter apenas uma vez – em 2015, quando estava no banco da Chape e sequer jogou – e empatou em outras cinco oportunidades.

Num destes duelos que terminaram iguais, Inter e Cruzeiro-RS disputavam as quartas de final do Gauchão 2015 e o jogo terminou 2 a 2. Nos Beira-Rio, os donos da casa – com D’Alessandro – eliminaram o time de Wagner na disputa de pênaltis. O camisa 10, aliás, converteu a sua cobrança depois de errar uma no tempo normal. Wagner não bateu.

Em 2015, Inter de D'Alessandro eliminou o Cruzeiro de Wagner nos pênaltis. Crédito: Fernando Gomes/Agência RBS

Em 2015, Inter de D’Alessandro eliminou o Cruzeiro de Wagner nos pênaltis. Crédito: Fernando Gomes/Agência RBS

Relembre aquela partida:

Gauchão 2015 – Inter 2 x 2 Cruzeiro-RS

Cruzeiro: Bruno Grassi; Laerte, André Ribeiro (expulso), Jefferson Sandes e Reinaldo; Alessandro Paraná, Jaimilso0n, Benhur e Wagner; Wesley (Claudinho) e Matheus (Rodrigo Heffner). Técnico: Luiz Antônio Zaluar.
Inter: Alisson; William, Juan, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Valdívia (Anderson) e D’Alessandro; Jorge Henrique (Rafael Moura), Sasha e Nilmar (Lisandro López). Técnico: Diego Aguirre.

Última derrota do Inter para o Caxias no Beira-Rio foi em 1999, e teve gol de Washington

10 de fevereiro de 2017 0

Neste sábado à noite, Inter e Caxias medem forças pelo Gauchão

Por Marcos Bertoncello

O Internacional vai em busca de sua primeira vitória no Gauchão 2017, e o adversário é o Caxias, que bateu o Grêmio na rodada passada. As equipes se enfrentam às 21h deste sábado. Se por um lado há esta pressão pelo triunfo, o time de Antônio Carlos Zago conta com um bom desempenho recente no Beira-Rio diante dos caxienses.

23029547

Washington (de branco) marcou na vitória do Caxias em 1999

A última derrota colorada para o Caxias no Beira-Rio foi em 1999, e nem foi pelo Campeonato Gaúcho. A chamada Copa Sul era disputada naquele ano. Em Porto Alegre, o Caxias se impôs sobre o time comandado por Paulo Autuori, vencendo por 2 a 0. Gols marcados por Grizzo e Washintgon, aquele mesmo com passagens por Atlético-PR, Fluminense e São Paulo.

Desde aquela ocasião, foram realizadas 13 partidas no Beira-Rio entre Inter e Caxias. Os colorados venceram 11 vezes e empataram apenas duas. Um alto aproveitamento de quase 90%.

Série invicta do Inter:
1999 – Inter 0×0 Caxias
2000 – Inter 4×1 Caxias
2001 – Inter 0×0 Caxias
2001 – Inter 2×1 Caxias
2003 – Inter 1×0 Caxias
2006 – Inter 2×0 Caxias
2006 – Inter 2×1 Caxias
2008 – Inter 2×1 Caxias
2009 – Inter 5×1 Caxias
2009 – Inter 8×1 Caxias
2012 – Inter 2×1 Caxias
2014 – Inter 4×0 Caxias
2014 – Inter 3×0 Caxias