Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "arena"

Grêmio não vencia por quatro gols de diferença desde a estreia de Bolaños no ano passado

25 de março de 2017 2

Tricolor aplicou 4 a 0 no Juventude pelo Gauchão

Por Marcos Bertoncello

Conseguir uma goleada sobre o Juventude é fruto do melhor desempenho do time do Grêmio na temporada de 2017. O Tricolor fez 4 a 0 na Arena pela 10ª rodada do Gauchão e saiu festejado pela torcida. Um placar que a equipe não construía há mais de um ano.

17984263

Em 2016, Grêmio fez 4 a 0 na LDU pela Libertadores

Foi no dia 2 de março de 2016, quando Miller Bolãnos estreou pelo Grêmio, que o time goleou a LDU, do Equador, por 4 a 0 na Arena. Naquela oportunidade, o próprio equatoriano deixou sua marca, acompanhado de Maicon, Henrique Almeida e Everton. Desde então, houve uma goleada de 4 a 1 sobre o Brasil de Pelotas no início de abril e nunca mais o time conseguiu anotar quatro gols em um mesmo jogo. até o jogo deste sábado contra o Juventude.

Curiosamente foi Miller Bolaños que também abriu o placar contra o time de Caxias do Sul. Posteriormente Michel, Léo Moura e Luan, de pênalti, fecharam a goleada por 4 a 0. Em 2017, são 19 gols marcados em 13 partidas.

Gre-Nal: os números de D'Alessandro na história do clássico

04 de março de 2017 3

Jogo pelo Gauchão terminou empatado em 2 a 2 na Arena

Mais um Gre-Nal na vida de todos, mas um novo na história de um jogador marcante neste clássico pelo Internacional: D’Alessandro. O jogo de número 412 terminou empatado em 2 a 2, e o meia argentino segue com ótimo desempenho nesta rivalidade.

23097352

D’Alessandro disputou o Gre-Nal 412 na Arena pelo Gauchão

D’Alessandro não jogava Gre-Nal desde o Brasileirão de 2015, quando o Inter venceu o Grêmio por 1 a 0 (gol de Vitinho). No total, são 28 clássicos do argentino, com 13 vitórias, dez empates e cinco derrotas. Ele já marcou oito gols.

D’Alessandro em Gre-Nal:
28 jogos
13 vitórias
10 empates
5 derrotas
8 gols marcados
8 cartões amarelos

Gre-Nal: os números de Renato Portaluppi como técnico na história do clássico

04 de março de 2017 2

Jogo pelo Gauchão terminou empatado em 2 a 2 na Arena

Mais um Gre-Nal na vida de todos, mas um novo na história de um nome marcante neste clássico pelo Grêmio: Renato Portaluppi. O jogo de número 412 terminou empatado em 2 a 2, e o treinador segue com apenas uma vitória nesta rivalidade.

23097345

Renato comandou o Grêmio no Gre-Nal 412 pelo Gauchão

Foi o oitavo clássico que Renato comandou o Grêmio como treinador. O único triunfo foi pelo jogo de ida da final do Gauchão de 2011. O time venceu por 3 a 2, com dois gols de Junior Viçosa e um de Leandro. É verdade que também só perdeu uma vez, e justamente naquele Campeonato Gaúcho. No Olímpico, foi derrotado por 3 a 2 e deixou escapar o título estadual.

Renato Portaluppi como técnico em Gre-Nal:
8 jogos
1 vitória
6 empates
1 derrota
12 gols marcados
12 gols sofridos

Gre-Nal: o grande jejum de vitórias do Grêmio em casa pelo Gauchão

03 de março de 2017 0

Tricolor recebe o Inter pela 6ª rodada do campeonato estadual

Por Marcos Bertoncello

Os números do clássico Gre-Nal apresentam um fato no mínimo curioso. Faz mais de 16 anos que o Grêmio não consegue vencer em casa o Inter pelo Campeonato Gaúcho. É com este jejum que o Tricolor encara o confronto neste sábado, às 18h30, na Arena pela sexta rodada da edição de 2017.

21430919

Gre-Nal 412 vale pela 6ª rodada do Gauchão

Foi com um futebol consistente que o time de Tite goleou o rival por 4 a 2 no Olímpico no dia 1º de abril de 2001. Tinga, duas vezes, Zinho e Rodrigo Mendes fizeram os gols da vitória sobre a equipe colorada, na época comandada por Zé Mário. Os gols colorados foram anotados por Luiz Cláudio e Fábio Pinto.

Desde então, foram realizados dez clássicos na casa do Grêmio (Olímpico ou Arena) pelo Gauchão, com cinco vitórias do Internacional e cinco empates. A mais marcante foi em 2011, quando o time de Paulo Roberto Falcão venceu nos 90 minutos e também nas penalidades para consagrar-se campeão gaúcho em pleno Olímpico.

No ano passado, o Gre-Nal valeu tanto por Gauchão como pelo torneio da Primeira Liga. O jogo terminou empatado em 0 a 0 e ficou mais marcado pelo lance de William em Bolaños, que acabou fraturando a mandíbula do jogador gremista.

Série do Grêmio:
- Grêmio 4×2 Inter (2001)
- Grêmio 1×2 Inter (2003)
- Grêmio 1×2 Inter (2004)
- Grêmio 0×0 Inter (2006)
- Grêmio 0×1 Inter (2010)
- Grêmio (4)2×3(5) Inter (2011)
- Grêmio 2×2 Inter (2012)
- Grêmio 1×1 Inter (2014)
- Grêmio 1×2 Inter (2014)
- Grêmio 0×0 Inter (2015)
- Grêmio 0×0 Inter (2016)

Recorde? Grêmio x Ceará registra o menor público da história da Arena

02 de março de 2017 0

Jogo pela Primeira Liga

Por Marcos Bertoncello

A marca já era previsível antes da bola rolar. O Grêmio, com seu time de transição, recebeu o Ceará pela Copa da Primeira Liga e empatou em 1 a 1 na noite desta quinta-feira e registrou-se o pior público da história da Arena. Menos de três mil pessoas viram o Tricolor.

23092363

Nem três mil pessoas assistiram ao jogo Grêmio x Ceará pela Primeira Liga

O número bate o recorde negativo do Gauchão de 2014. Na ocasião, o Grêmio recebeu o Lajeadense com seu time sub-20, uma vez que o grupo principal se preparava para a disputa da Copa Libertadores. Os comandados de Mabília venceram por 2 a 1, com gols de Everton e Leandro Canhoto. Foram 5.029 torcedores na Arena.

Nesta quinta-feira, foram 2.944 torcedores presentes na Arena. O público pagante foi de 2.200.

Piores públicos da Arena do Grêmio:
- Grêmio 1×1 Ceará – Primeira Liga 2017 – 2.200 pagantes (2.944)
- Grêmio 2×1 Lajeadense – Gauchão 2014 – 3.360 pagantes (5.029)
- Grêmio 1×0 Veranópolis – Gauchão 2014 – 5.895 pagantes (7.283)
- Grêmio 3×0 Novo Hamburgo – Gauchão 2014 – 6.761 pagantes (9.798)

Marcas atingidas e séries quebradas: o que significou a derrota do Grêmio para o Sport

07 de novembro de 2016 1

Tricolor não perdia em casa para os pernambucanos há 74 anos

Não haveria outro jeito de explicar tudo o que representou a derrota do Grêmio para o Sport Recife por 3 a 0 nesta segunda-feira pela 34ª rodada do Brasileirão sem uma matéria enumerando os fatos. Além de não entrar no G-6 do campeonato e dos pernambucanos abrirem cinco pontos do Inter (primeiro na zona de rebaixamento), o placar quebrou diversas marcas na história deste confronto e interrompeu algumas séries do time de Renato Portaluppi.

21607537

Sport venceu o Grêmio na Arena por 3 a 0 (Foto: Matheus Bruxel)

Confira abaixo o levantamento do blog:

Invencibilidade do Grêmio
O Grêmio não perdia há mais de um mês na temporada. A última havia sido para o Cruzeiro no Mineirão pelo Brasileirão. Placar de 1 a 0. Desde então, foram oito partidas, com três vitórias e cinco empates.

Tempo sem ser vazado
Eram quase 450 minutos sem levar gols. A zaga do Grêmio estava há quatro jogos sem ser vazada. A última havia sido contra o Palmeiras no Allianz Parque pela Copa do Brasil até o golaço de Diego Souza pelo Sport.

Solidez defensiva do time de Renato
Foi a primeira vez que o Grêmio, no comando de Renato Portaluppi, sofreu dois gols em uma mesma partidas. Até agora, são 13 partidas do time com o técnico.

Tabu em Porto Alegre
Foi apenas no primeiro confronto da história entre Grêmio e Sport que os pernambucanos venceram em Porto Alegre. Isto ocorreu no ano de 1942. Eram 74 anos de invencibilidade do Tricolor como mandante diante do Leão (23 partidas).

Algozes na Arena
O Sport Recife entrou no seleto grupo de clubes que conseguiram vencer o Grêmio na Arena em 2016. Além dos pernambucanos, São José, Rosário Central, Vitória, Fluminense e Atlético-PR saíram vencedores de Porto Alegre nesta temporada.

• Pior derrota na Arena
A derrota do Grêmio para o Sport foi a 21ª na história da Arena, mas nenhuma foi tão contundente. O placar de 3 a 0 foi o pior sofrido pelo Tricolor desde a inauguração de seu estádio em 2012.

Dono do campinho! Na temporada, Grêmio perdeu apenas uma vez por dois gols de diferença na Arena

01 de novembro de 2016 1

Tricolor levou 2 a 0 no surpreendente São José pelo Gauchão

A vantagem é muito grande para o Grêmio conseguir passar pelo Cruzeiro nesta quarta-feira e chegar à final da Copa do Brasil. Além disso, o Tricolor conta com um retrospecto amplamente favorável na Arena para evitar qualquer reação mineira.

21318288

Grêmio sofre poucos gols na Arena nesta temporada

É que, em apenas uma oportunidade nesta temporada de 2016, o Grêmio acabou derrotado em plena Arena pela diferença de dois gols. O surpreendente São José fez a festa na casa gremista com o placar de 2 a 0. Se o Cruzeiro conseguir isso, ainda assim o Tricolor não será eliminado; a decisão iria para os pênaltis. A derrota de 3 a 0, que classificaria a Raposa, jamais aconteceu contra o Grêmio na Arena.

Em outras quatro partidas no ano, o Grêmio também sofreu dois gols na Arena, mas foram placares que não serviriam para o Cruzeiro nesta quarta-feira. O Tricolor venceu Glória (Gauchão) por 4 a 2 e Santos (Brasileirão) por 3 a 2, além de empatar com o Juventude (Gauchão) em 2 a 2. No geral, o time gremista levou 21 gols em 33 jogos como visitante na temporada: média de 0,6 gol por partida.

Quando o Grêmio sofreu dois gols em casa na temporada:
- Grêmio 0×2 São José
- Grêmio 4×2 Glória
- Grêmio 2×2 Juventude
- Grêmio 1×2 Vitória
- Grêmio 3×2 Santos

Jogando em casa, Grêmio perdeu por mais de dois gols apenas uma vez na Copa do Brasil

27 de outubro de 2016 8
Crédito: Félix Zucco/Agência RBS

Crédito: Félix Zucco/Agência RBS

Após a vitória sobre o Cruzeiro fora de casa no jogo de ida da Copa do Brasil por 2 a 0, o Grêmio começa a fazer as contas. O Tricolor pode perder por até um gol de diferença jogando em casa na próxima semana. Um resultado igual ao da ida favorável aos mineiros, leva a partida para os pênaltis. Para ser eliminado no tempo normal, o time de Renato Portaluppi precisa levar três gols ou mais no tempo normal. Porém, o histórico está a favor dos gaúchos.

A Copa do Brasil é disputada desde 1989. Como mandante, foram 80 jogos: 56 vitórias, 13 empates e 11 derrotas. Não bastasse o retrospecto positivo de vitórias, mesmo as derrotas seriam favoráveis à equipe.

Nas onze derrotas em casa em toda a competição, apenas uma eliminaria o Grêmio no tempo normal. No ano 2000, a Portuguesa venceu no Olímpico por 4 a 1. Em outros três tropeços em seus domínios, o time precisaria da disputa por pênaltis para decidir uma vaga na final. Vale lembrar que, jogando na Arena, o retrospecto neste quesito também é amplamente favorável.

Confira na relação abaixo todas as derrotas do Grêmio jogando em casa na Copa do Brasil e qual seria a consequência se esta partida fosse disputada nas atuais condições:

1992 – Grêmio 0 x 1 Paraná (Grêmio classificado)
1995 – Grêmio 0 x 1 Corinthians (Grêmio classificado)
1998 – Grêmio 0 x 2 São Paulo (disputa por pênaltis)
1999 – Grêmio 1 x 2 Flamengo (Grêmio classificado)
2000 – Grêmio 1 x 4 Portuguesa (Grêmio eliminado)
2004 – Grêmio 0 x 1 Flamengo (Grêmio classificado)
2005 – Grêmio 0 x 1 Fluminense (Grêmio classificado)
2012 – Grêmio 0 x 2 Palmeiras (disputa por pênaltis)
2014 – Grêmio 0 x 2 Santos (disputa por pênaltis)
2015 – Grêmio 0 x 1 Criciúma (Grêmio classificado)
2016 – Grêmio 0 x 1 Atlético-PR (Grêmio classificado)

Grêmio mantém invencibilidade de 33 anos contra o Atlético-PR em Brasileiros

13 de outubro de 2016 0

Pedro Rocha marcou o gol da vitória tricolor na Arena diante dos paranaenses

A vitória era muito importante para o Grêmio diante do Atlético-PR, e ela veio com Pedro Rocha. O placar de 1 a 0 valeu a sequência do time na briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem. De quebra, o Tricolor mantém uma invencibilidade gigantesca contra o Furacão jogando como mandante. É uma marca que chega a 33 anos.

21318380

Pedro Rocha fez o gol da vitória gremista (Foto: André Ávila)

Incrivelmente Valdir Espinosa, hoje coordenador técnico do Grêmio, comandou o time na última derrota para o Atlético-PR em casa. Foi no ano de 1983. Capitão e Washington marcaram na vitória paranaense por 2 a 1 no Olímpico. Desde lá, foram 18
jogos disputados com mando do Grêmio, com 15 vitórias e três empates.

Série invicta do Grêmio em casa contra o Atlético-PR:
1983 – Grêmio 1×2 Atlético-PR (última derrota)
1984 – Grêmio 1×1 Atlético-PR
1986 – Grêmio 2×1 Atlético-PR
1997 – Grêmio 3×1 Atlético-PR
1999 – Grêmio 2×1 Atlético-PR
2000 – Grêmio 3×0 Atlético-PR
2002 – Grêmio 2×1 Atlético-PR
2003 – Grêmio 1×1 Atlético-PR
2004 – Grêmio 3×3 Atlético-PR
2006 – Grêmio 2×0 Atlético-PR
2007 – Grêmio 1×1 Atlético-PR
2008 – Grêmio 3×0 Atlético-PR
2009 – Grêmio 4×1 Atlético-PR
2011 – Grêmio 3×1 Atlético-PR
2011 – Grêmio 4×0 Atlético-PR
2013 – Grêmio 1×0 Atlético-PR
2014 – Grêmio 1×0 Atlético-PR
2015 – Grêmio 2×1 Atlético-PR
2016 – Grêmio 1×0 Atlético-PR

Grêmio tem só 50% de aproveitamento contra os 'pequenos' do Brasileirão

04 de agosto de 2016 3

Tricolor ficou apenas no empate com o Santa Cruz na Arena

Tinha tudo para o Grêmio vencer o Santa Cruz e chegar à liderança do Campeonato Brasileiro, mas um empate sem gols frustrou a torcida tricolor na Arena. Não fosse alguns tropeços do time de Roger contra equipes de menor expressão, talvez já estivesse na primeira colocação. E os números mostram que o rendimento gremista neste quesito é baixo.

20651096

Maicon em ação contra o Santa Cruz (Foto: Felix Zucco)

Excluindo os times da Ponte Preta e Chapecoense, que fazem boa campanha no Brasileirão, e o Cruzeiro pela tradição, o Grêmio demonstra dificuldade contra estas equipes. Em seis partidas, somou apenas oito pontos, o que representa 50% de aproveitamento.

Além do empate desta quinta na Arena diante do Santa Cruz, talvez o resultado mais frustrante foi a derrota para o Vitória por 2 a 1 na 10ª rodada do campeonato. Além disso, houve o empate em 0 a 0 com o lanterna América-MG fora de casa, que vinha de sete derrotas seguidas.

Jogos do Grêmio contra os ‘pequenos’:
- Grêmio 2×0 Coritiba
- Grêmio 1×2 Vitória
- Grêmio 2×1 Figueirense
- Sport 4×2 Grêmio
- América-MG 0×0 Grêmio
- Grêmio 0×0 Santa Cruz