Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Beira-Rio"

Inter x Novo Hamburgo registra o terceiro maior público do clube no 'novo' Beira-Rio

30 de abril de 2017 3

Foram mais de 43 mil pessoas no primeiro jogo da final do Gauchão

O jogo bastante movimentado entre Internacional e Novo Hamburgo na partida da ida da final do Gauchão foi digna de grande público. E esta máxima se viu neste domingo no Beira-Rio. Foram mais de 43 mil pessoas presentes que assistiram ao empate em 2 a 2, o terceiro melhor público do clube desde a reinauguração do estádio em 2014.

23258729

Inter e Novo Hamburgo empataram em 2 a 2

O número de torcedores ultrapassa a vitória do Inter sobre o Atlético-MG pela Libertadores em 2015. Esta marca só é inferior à dos jogos contra Tigres e Santa Fé, ambas também pela competição continental há dois anos.

Maiores públicos do Inter no ‘novo’ Beira-Rio:
1) Inter 2×1 Tigres – 44.884
2) Inter 2×0 Santa Fé – 44.665
3) Inter 2×2 Novo Hamburgo – 43.158
4) Inter 3×1 Atlético-MG – 42.888
5) Inter 3×0 Juventude – 42.065

Com promoção para mulheres, Inter x São Paulo-RG registra maior público do Beira-Rio em 2017

19 de março de 2017 0

Internacional venceu a partida pelo placar de 1 a 0

O jogo contra o São Paulo-RG era fundamental para o Internacional subir na tabela de classificação do Campeonato Gaúcho. E a vitória veio pelo placar de 1 a 0 muito por conta também do apoio do torcedor no Beira-Rio. Com promoção para as mulheres, que entraram no estádio de graça, a partida marcou o maior público do ano na casa colorada.

23137691

Mulheres marcaram presença no Beira-Rio neste sábado

Foram mais de 33 mil pessoas presentes. Até então, o maior público havia sido registrado pela Primeira Liga contra o Fluminense. A vitória por 1 a 0 teve 12.438 torcedores. A média total no Beira-Rio nesta temporada, depois de oito jogos realizados, é de 13,6 mil por partida.

Públicos totais do Inter em 2017:
• Brasil-PEL (11.227) *Primeira Liga
• Novo Hamburgo (11.052)
• Fluminense (12.438)
• Caxias (9.563)
• Oeste (10.958)
• Brasil-PEL (11.851)
• Sampaio Corrêa (8.964)
• São Paulo-RG (33.036)

Desde sua reinauguração oficial em 2014, Beira-Rio completa cem jogos de Inter nesta noite

15 de março de 2017 9

Colorado recebe o Sampaio Corrêa pela terceira fase da Copa do Brasil

Por Marcos Bertoncello

A partida desta quarta-feira contra o Sampaio Corrêa até pode ser tratada com pouco interesse pelo time do Internacional e também pela torcida colorada. No entanto, o confronto, que deve definir a classificação gaúcha à próxima fase da Copa do Brasil, será marcante: pela centésima vez o Beira-Rio receberá um jogo do Inter .

16356687

Beira-Rio em sua festa de reinauguração em abril de 2014

O Beira-Rio passou por uma reforma iniciada em 2009 na gestão de Vitorio Piffero, até então com as obras financiadas pelo próprio clube. Durante o mandato do presidente Giovanni Luigi, em 2012, o clube chegou a um acordo (depois de oito meses) com a construtora Andrade Gutierrez para finalizar a remodelação do estádio.

A reinauguração oficial foi realizada no dia 6 de abril de 2014, dois meses antes da Copa do Mundo no Brasil. O Inter venceu o Peñarol por 2 a 1 em um amistoso. Gols marcados por D’Alessandro. A equipe, treinada por Abel Braga, iniciou com Dida; Gilberto, Paulão, Ernando e Fabrício; Willians, Aránguiz, D’Alessandro, Valdívia e Alan Patrick; Rafael Moura. Vale lembrar que duas partidas ocorreram antes da reinauguração oficial: Caxias (4 a 0) e Brasil de Pelotas (1 a 0), as quais não são contadas no levantamento.

Desde lá, foram realizados 99 jogos entre amistosos e jogos por Gauchão, Copa do Brasil, Libertadores, Sul-Americana, Brasileirão e Primeira Liga. O aproveitamento do Inter no Beira-Rio é de 73%. Foram conquistados dois títulos no estádio: Gauchão de 2015 e 2016. Os artilheiros na casa colorada são Eduardo Sasha e Vitinho, ambos com 20 gols marcados.

Inter no reformado Beira-Rio:
99 jogos
67 vitórias
16 empates
16 derrotas
171 gols marcados
73 gols sofridos

Somente cinco times conseguiram vencer o Inter em pleno Beira-Rio pela Copa do Brasil

21 de fevereiro de 2017 0

Colorado encara o Oeste em jogo único pela segunda fase da competição

Por Marcos Bertoncello

O Internacional entra em campo nesta quarta-feira para uma partida decisiva contra o Oeste, de São Paulo, por uma vaga à terceira fase da Copa do Brasil. Com o novo formato da competição, é jogo único no Beira-Rio, sendo que o empate leva o confronto para os pênaltis. Para não ser eliminado nos 90 minutos, o time de Antônio Carlos Zago não pode perder em casa. Algo que só ocorreu cinco vezes na história colorada no torneio.

16749631

Inter, de D’Alessandro, foi eliminado pelo Ceará em 2014

Curiosamente, dos cinco clubes que saíram vitoriosos do Beira-Rio pela Copa do Brasil, quatro deles serão adversários do Inter na disputa da Série B do Brasileirão em 2017. O Londrina eliminou o então atual campeão Inter com uma vitória por 1 a 0 em 1993 pela segunda fase. Mesma etapa e mesmo resultado em 1995, quando o Paraná venceu o time colorado.

Já em 1999, pela semifinal da competição, o Inter sofreu uma de suas piores derrotas no Beira-Rio: 4 a 0 para o Juventude, que posteriormente seria o campeão na final contra o Botafogo. As duas derrotas restantes ocorreram recentemente. Em 2014, pela terceira fase, o Ceará venceu o time de Abel Braga por 2 a 1, confirmando a classificação em Fortaleza no jogo da volta. E, no ano passado, o Atlético-MG construiu o mesmo placar na casa colorada pela primeira partida da semifinal.

No retrospecto geral, o Internacional soma 58 jogos no Beira-Rio contando todas as edições da Copa do Brasil da qual participou. São 40 vitórias, 13 empates e cinco derrotas. O aproveitamento é de 76%.

Derrotas do Inter em casa na Copa do Brasil:
1993 – Inter 0×1 Londrina (segunda fase)
1995 – Inter 0×1 Paraná (segunda fase)
1999 – Inter 0×4 Juventude (semifinal)
2014 – Inter 1×2 Ceará (terceira fase)
2016 – Inter 1×2 Atlético-MG (semifinal)

Meia do Caxias nunca perdeu para o Inter, mas já foi eliminado por D'Alessandro

12 de fevereiro de 2017 12
Crédito: SER Caxias/Divulgação

Crédito: SER Caxias/Divulgação

Após o empate do Internacional contra o Caxias no último sábado no estádio Beira-Rio, o meia Wagner deu uma declaração que chamou a atenção. De acordo com ele, a mágoa do gringo com ele era fruto de constantes duelos sem vitórias do Inter. Muito incisivo, Wagner chamou o Beira-Rio de “salão de festas” por nunca ter perdido no campo colorado. O blog foi atrás das estatísticas e descobriu algumas coisas interessantes.

Wagner alfineta D’Alessandro: “Ele nunca ganhou de mim”

Aos 25 anos, o camisa 10 do Caxias está apenas na sua terceira temporada como jogador profissional. Talhado na várzea, iniciou sua carreira no ano de 2015, vestindo a camisa do Cruzeiro-RS.

Wagner esteve à disposição para enfrentar o Inter em seis oportunidades, entretanto, entrou em campo em apenas três. O confronto já aconteceu enquanto o jogador usava as cores do Cruzeiro-RS, Santa Cruz, Chapecoense e Caxias. Ao todo, o atleta venceu o Inter apenas uma vez – em 2015, quando estava no banco da Chape e sequer jogou – e empatou em outras cinco oportunidades.

Num destes duelos que terminaram iguais, Inter e Cruzeiro-RS disputavam as quartas de final do Gauchão 2015 e o jogo terminou 2 a 2. Nos Beira-Rio, os donos da casa – com D’Alessandro – eliminaram o time de Wagner na disputa de pênaltis. O camisa 10, aliás, converteu a sua cobrança depois de errar uma no tempo normal. Wagner não bateu.

Em 2015, Inter de D'Alessandro eliminou o Cruzeiro de Wagner nos pênaltis. Crédito: Fernando Gomes/Agência RBS

Em 2015, Inter de D’Alessandro eliminou o Cruzeiro de Wagner nos pênaltis. Crédito: Fernando Gomes/Agência RBS

Relembre aquela partida:

Gauchão 2015 – Inter 2 x 2 Cruzeiro-RS

Cruzeiro: Bruno Grassi; Laerte, André Ribeiro (expulso), Jefferson Sandes e Reinaldo; Alessandro Paraná, Jaimilso0n, Benhur e Wagner; Wesley (Claudinho) e Matheus (Rodrigo Heffner). Técnico: Luiz Antônio Zaluar.
Inter: Alisson; William, Juan, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Valdívia (Anderson) e D’Alessandro; Jorge Henrique (Rafael Moura), Sasha e Nilmar (Lisandro López). Técnico: Diego Aguirre.

Vitinho marca o gol e empata com Sasha na artilharia do novo Beira-Rio

06 de outubro de 2016 1

Atacante foi decisivo na vitória sobre o Coritiba

Ele voltou a ser titular e vai sendo decisivo para o Internacional nesta reta final de Brasileirão. Vitinho marcou dois gols nos últimos dois jogos. Guardou o dele de pênalti na vitória diante do Coritiba por 1 a 0 nesta quinta-feira. Além de artilheiro no campeonato, o camisa 11 é também goleador do reformado estádio colorado.

21191971

Vitinho é também o goleador do Inter no Brasileirão 2016

Vitinho soma 18 gols desde que o novo Beira-Rio foi inaugurado em 2014. O atacante chegou no início do ano passado e anotou 12 gols na casa colorada. Nesta temporada de 2016, já soma seis gols no estádio. Agora ele está empatado com Eduardo Sasha no ranking de artilheiros.

Artilheiros do Inter no reformado Beira-Rio:
1) Sasha e Vitinho – 18 gols
2) Valdívia – 13 gols
3) D’Alessandro e Alex – 12 gols
4) Aylon – 9 gols
5) Lisandro López, Rafael Moura, Fabrício e Paulão – 7 gols

Mesmo fora do time titular, Vitinho torna-se artilheiro do Inter no Brasileirão

01 de outubro de 2016 1

Atacante abriu o placar contra o Figueirense no Beira-Rio neste sábado

Ele não começava uma partida como titular do Internacional há dez partidas. Mesmo assim, ele aproveitou a chance em seu retorno ao time para marcar o gol da vitória sobre o Figueirense e ajudar o clube na fuga do rebaixamento. Pois foi o quinto gol dele no Campeonato Brasileiro, artilheiro colorado na competição.

21191967

Vitinho (D) já soma 11 gols na temporada (Foto: Félix Zucco)

Além do gol neste sábado diante do Figueira, Vitinho também balançou as redes do próprio time catarinense no primeiro turno duas vezes (na derrota colorado por 3 a 2 no Orlando Scarpelli). Ele deixou o seu também no triunfo por 1 a 0 sobre o Atlético-PR no Beira-Rio, além da marcante vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG também em Porto Alegre.

Nos números totais da temporada de 2016, Vitinho e Aylon, ambos com 11 gols, são os vice-artilheiros do Internacional. Eduardo Sasha lidera o ranking com 13 marcados.

Goleadores do Inter no Brasileirão:
1) Vitinho – 5
2) Sasha, Luis Seijas e Aylon – 4
3) Ernando e Valdívia – 2

Gabriel Jesus nasceu no ano da última derrota do Inter para o Palmeiras no Beira-Rio

14 de julho de 2016 0

Times se enfrentam neste domingo pelo Brasileirão

Há quanto tempo o Palmeiras não consegue vencer o Internacional no Beira-Rio? Resposta: ‘um Gabriel Jesus’. A explicação é muito simples. O grande destaque do líder do Brasileirão até agora tem apenas 19 anos, ou seja, nasceu em 1997. Pois foi justamente naquela temporada que o time paulista comemorou sua última vitória na casa colorada.

17651729

Gabriel Jesus em ação contra William no Beira-Rio (Fernando Gomes / RBS)

A invencibilidade do Inter chega a quase 20 anos, com 14 jogos disputados. O time colorado venceu dez vezes, além de quatro partidas terminarem empatadas. No ano passado, foram dois confrontos: uma pelo Brasileirão (vitória de 1 a 0) e outro pela Copa do Brasil (empate em 1 a 1).

Nesta última derrota em 97, o Palmeiras, treinado por Felipão, contou com o gol de Wagner para vencer por 1 a 0 o Inter de Celso Roth. O time colorado contava com jogadores como o goleiro André, os meias Arilson e Enciso, e o atacante Fabiano.

Internacional x Palmeiras ocorre neste domingo, às 16h, no Beira-Rio pela 15ª rodada do Brasileirão. Será a reestreia de Paulo Roberto Falcão como técnico do Inter. Os paulistas lideram o campeonato com 29 pontos, nove a mais que os gaúchos.

Invencibilidade do Inter contra o Palmeiras no Beira-Rio:
14 jogos
10 vitórias
4 empates
27 gols marcados
12 gols sofridos

Jogos da invencibilidade colorada:
1997 – Inter 0×1 Palmeiras (última derrtota)
1999 – Inter 1×0 Palmeiras
2002 – Inter 3×2 Palmeiras
2004 – Inter 1×0 Palmeiras
2005 – Inter 2×1 Palmeiras
2006 – Inter 1×1 Palmeiras
2007 – Inter 2×1 Palmeiras
2008 – Inter 4×1 Palmeiras
2009 – Inter 2×0 Palmeiras
2010 – Inter 1×1 Palmeiras
2011 – Inter 2×2 Palmeiras
2012 – Inter 2×1 Palmeiras
2014 – Inter 3×1 Palmeiras
2015 – Inter 1×0 Palmeiras
2015 – Inter 1×1 Palmeiras

Grêmio vence o primeiro Gre-Nal no reformado estádio Beira-Rio

03 de julho de 2016 0

Tricolor venceu por 1 a 0 pela 13ª rodada do Brasileirão

O primeiro tempo efetivo do Grêmio consolidou a vitória tricolor no Gre-Nal 410. Pela 13ª rodada do Brasileirão, Douglas fez o gol no 1 a 0 sobre o Inter no Beira-Rio. Pois esta foi a primeira desde que o estádio colorado foi reformado para a Copa do Mundo de 2014.

19812617

Douglas aproveitou rebote de Muriel para fazer o gol do Grêmio

Inclsuvie fazia quatro anos que o Grêmio não vencia o Inter no Beira-Rio. A última vez fora no Brasileirão de 2012, pelo qual Elano anotou o gol do triunfo gremista. Depois, houve clássicos com mando colorado em Erechim e Caxias do Sul até retornar ao seu estádio (agora reformado) em 2014.

De lá para cá, foram quatro clássicos disputados, com três vitórias do Inter e um empate. No quinto, deu vitória do Grêmio.

Gre-Nais no ‘novo’ Beira-Rio:
• Inter 2×0 Grêmio (2014)
• Inter 0×0 Grêmio (2015)
• Inter 2×1 Grêmio (2015)
• Inter 1×0 Grêmio (2015)
• Inter 0×1 Grêmio (2016)

Inter de Argel perde a primeira no Beira-Rio em jogos do Brasileirão

26 de junho de 2016 1

Colorado foi surpreendido pelo Botafogo diante de sua torcida

O ‘amuleto’ Beira-Rio não ajudou desta vez. Se o Internacional, sob comando de Argel, era imbatível em seu estádio, o domingo confirmou a vitória do Botafogo por 3 a 2 e, com isso, a primeira derrota colorada em casa desde a chegada de seu treinador em agosto do ano passado.

19666889

Botafogo, de Neilton, fez 3 a 2 diante do Inter no Beira-Rio

Depois do badalado triunfo sobre o Atlético-MG, o Inter de Argel ultrapassou os 90% de aproveitamento em casa quando o assunto é Campeonato Brasileiro. Eram 15 jogos, com 13 vitórias e apenas dois empates. Pois no 16º jogo, veio a primeira derrota. O Botafogo bateu o Inter por 2 a 0 no Beira-Rio.

Nesta edição de 2016, o Inter vinha de empate contra a Chapecoense e vitórias sobre Sport, Atlético-PR, América-MG e Atlético-MG no Beira-Rio. Era um dos melhores mandantes da competição.

Jogos em 2015:
Inter 2×0 Atlético-PR
Inter 6×0 Vasco
Inter 1×0 Palmeiras
Inter 2×1 Corinthians
Inter 1×1 Figueirense
Inter 2×1 Sport
Inter 1×0 Joinville
Inter 1×0 Ponte Preta
Inter 1×0 Grêmio
Inter 2×0 Cruzeiro

Jogos em 2016:
Inter 0×0 Chapecoense
Inter 1×0 Sport
Inter 1×0 Atlético-PR
Inter 3×1 América-MG
Inter 2×0 Atlético-MG
Inter 2×3 Botafogo