Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de junho 2008

Mês de junho se encerra hoje

30 de junho de 2008 0

Chuva acumulada ao longo do mês/SOMAR METEOROLOGIA

Balanço das chuvas foi positivo

O mês de junho se encerra hoje com um saldo positivo no campo da chuva que e comparação com últimos apresentou uma ligeira melhor distribuição temporal e espacial. O mapa (do link abaixo) mostra que de uma forma geral o volume acumulado ao longo do mês gerou algo entre 100 e 150 mm na maior parte das regiões. E o melhor, do ponto de vista da agricultura, é que essas chuvas ocorreram distribuídas numa maior quantidade de dias comparado com os últimos meses, onde a influência da La Nina era mais evidente deixando as chuvas irregulares. Conforme pode ser analisado no mapa de desvio da chuva, as chuva ficaram acima da média nas áreas mais ao norte (mancha azul) e abaixo da média (mancha amarela) nas áreas do extremo sul e sudoeste nos arredores de Uruguaiana.

Em relação as temperaturas podemos dividir o mês em dois períodos distintos: os primeiros 20 dias com a entrada freqüente de massas de ar polar e baixas temperaturas, geadas. Pelo mapa de desvio da temperatura mínima (acesse pelo link abaixo) é possível perceber que as temperaturas mínimas ficaram abaixo da média na campanha e na Serra durante o mês. E ironicamente a partir do dia 20, o qual marcou a chegada do inverno, as temperaturas têm sido mais amenas e acima do padrão esperado para esta época do ano.

O frio intenso do dia 17 de junho chamou a atenção por se tratar de uma intensa massa de ar polar que causou declínio generalizado nas temperaturas, com registro de temperaturas negativas em 13 estações do INMET, sem contar com Canoas na Grande Porto Alegre onde a base aérea registrou -1°C. Neste mesmo dia a Capital registrou a temperatura mais baixa registrada num mês de junho, com mínima de 1,8°C, a mais baixa do Ano.

Chuva acumulada em junho

Desvio da temp mínima

Desvio da média no mês

Postado por Estael Sias/Porto Alegre

Bookmark and Share

Chuva e ventos forte no NORDESTE do BRASIL

30 de junho de 2008 0

Chuva hoje e amanhã no nordeste do Brasil

Segunda-feira, 30 de junho
Chuva forte no nordeste do Brasil
 
Na imagem acima podemos ver a previsão de chuva para hoje (imagem da esquerda) e amanhã (imagem da direita) no nordeste brasileiro, especialmente na parte do litoral, onde ondas de leste devem provocar chuva forte na região, tem chance do volume de chuva atingir a marca de 60 mm nesta segunda-feira e para amanhã pode chegar o volume acumulado até 45 mm.
A chuva vem acompanhada de trovoadas e também algumas ventanias na região.
A área mais atingida tanto para hoje quanto para amanhã fica situada entre os municípios de João Pessoa, capital do estado da Paraíba e Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte. Os municípios de Recife, capital do estado de Pernambuco e Fortaleza capital do Ceará também serão atingidos, mas com menor intensidade.
Os estados mais afetados pela instabilidade serão os estados do Rio Grande do Norte e a Paraíba, nos demais a instabilidade será menor, como em Pernambuco, Alagoas e Ceará.

As temperaturas também ao diminuir no centro-sul e leste da Bahia nos próximos dias.

Central de Meteorologia – RBS

Postado por Cléo Kuhn – Porto Alegre/RS

Bookmark and Share

Nevoeiros no sul e Previsão do tempo RS

30 de junho de 2008 0

Áreas de nevoeiros no centro-sul do Brasil nas priemiras horas da manhã desta segunda-feira

Segunda-feira, 30 de junho
Nevoeiros dominam primeiras horas da manhã, o sol chega mais tarde.
 
Grandes áreas de nevoeiros se formaram na madrugada e se estendem ao período da manhã no centro-sul do Brasil, isto, em função do excesso de umidade e das baixas temperaturas na região.
Esta situação perdura no mínimo por mais um dia, amanhã, e teremos chuva depois no meio desta semana.
 
A semana no RS
 
Os nevoeiros:
Nesta segunda-feira:
Tempo seco com nebulosidade variável. Ao amanhecer nevoeiros. Temperaturas: MX 20/21°C. Na capital tempo seco com nebulosidade variável também com nevoeiros. Temperaturas: MX 20/21°C.
Na terça-feira:
Tempo seco com nebulosidade variável. Temperaturas MN 6°C e MX 22°C.
A chuva:
Na quarta-feira:
Tempo instável com aumento de nuvens e pancadas de chuva no decorrer do dia. Temperaturas: MN 6°C e MX 23°C.
A quinta-feira:
Tempo instável ainda tem chuva, mas ela para durante o dia e a nebulosidade será variável. Temperaturas: MN 9°C e MX 21°C.
Os nevoeiros retornam:
Na sexta-feira e no sábado:
Tempo seco com nebulosidade variável. Na sexta, Temperaturas MN 8°C e MX 23°C, no sábado MN 9°C e MX25°C.
A chuva retorna:
No domingo:
Tempo instável com aumento de nuvens e pancadas de chuva no decorrer do dia. Temperaturas: MN 9°C e MX 24°C.
 
Informações do INMET – 8° DISME sobre condições do tempo na região sul do Brasil na manhã desta segunda-feira.
 
TEMPERATURAS MÍNIMAS DE HOJE
DIA 30 – JUN – 2008
 
Rio Grande do Sul
INTERIOR
5,7°C Vacaria
PORTO ALEGRE
13,2°C
Santa Catarina
INTERIOR
5,8°C Urubici
FLORIANÓPOLIS
14,9°C
Paraná
INTERIOR
4,0°C Campo Mourão
CURITIBA
13,0°C
 
 
Central de Meteorologia – RBS
 

Postado por Cléo Kuhn – Porto Alegre/RS

Bookmark and Share

Cerração que baixa, sol que racha!!

30 de junho de 2008 0

Chapecó. Ao amanhecer de hoje a visibilidade era de apenas 700m devido o nevoeiro/Governo de SC

A semana em SC começa com nevoeiros em algumas cidades como Florianópolis, Navegantes, Joinville e Chapecó. No entanto, como se diz popularmente, cerração que baixa é sol que racha…a idéia é por ai. Ao longo da manhã o nevoeiro se dissipa e o sol vai aparecer até porque a previsão é de tempo seco com sol e nuvens em todas as regiões nessa segunda-feira.

Ao longo da tarde as temperaturas sobem um pouco devendo variar entre 22 e 24ºC no geral, sendo que no litoral norte poderá variar entre 25 e 26ºC.

A SEMANA SERÁ DE TEMPO SECO?

 

No geral, sim. Entre hoje e quarta-feira teremos sol entre nuvens em todas as regiões. Na quarta, teremos um aumento de nuvens no final do dia.

Destacamos que na quinta-feira o sol também aparece, mas a nebulosidade será mais variável porque um frente fria de intensidade fraca poderá provocar uma chuva muito isolada e fraca, nada de mais porque muitos municípios terão mesmo apenas aumento de nuvens.

 

E A TEMPERATURA NA SEMANA?

Para quem não gosta muito do frio a informação é boa. Claro que o friozinho do início das manhãs continua, mas as temperaturas da tarde estarão de agradáveis a elevadas. No geral amanhã as máxima devem variar entre 23 e 25ºC, sobretudo no litoral norte.

 

 

 

Postado por Leandro Puchalski – Florianópolis

Bookmark and Share

Neblina não dá trégua ao Estado

29 de junho de 2008 0

imagem de satélite /CPTEC/INPE

Geralmente, a neblina ocorre no início do dia associada sempre ao declínio da temperatura durante a madrugada e, por isso, muitas pessoas estão intrigadas com a neblina que vem ocorrendo no RS em horários não muito comuns nos últimos dias. E a pergunta que não quer calar é o porquê dessa freqüência na formação de nevoeiro que tem ocorrido em qualquer momento do dia?
 
Vamos tentar explicar o que vem ocorrendo:
Desde a quinta-feira as instabilidades têm favorecido a manutenção da umidade em todo o território gaúcho. Inicialmente os ventos úmidos e aquecidos provenientes da Amazônia favoreceram a formação de nuvens carregadas que causaram chuva forte em alguns pontos do Estado. Depois disso, uma área de baixa pressão se formou e deu continuidade a entrada de umidade no continente dando ainda mais suporte as nuvens já presentes no Estado.  Com isso, a umidade sempre apresentou valores elevados desde a quinta e, exceto os casos em que houve temporais e chuva forte, os ventos tem sido fracos. Dentro deste cenário, o excesso de umidade, associado às nuvens baixas e pouco vento criou condições ideais para formação de neblina. Nos pontos de serra a uma altitude de mais de 600 metros as nuvens baixas se misturam aos nevoeiros reduzindo a visibilidade à quase zero em alguns momentos.  E essa umidade só deixará o RS quando um sistema meteorológico como uma massa de ar polar, com característica seca e fria chega ao Estado e empurrar toda essa nebulosidade associada ao tempo úmido para o oceano ou mesmo para o norte da Região. A expectativa é de que isso ocorra ao longo da quinta-feira.
 
E neste momento de acordo com as imagens de satélite do INPE, preste atenção nas manchas em azul e vermelho vários são os pontos de neblina não só no RS, mas em boa parte do leste de SC, PR  e também SP.
 
E a segunda-feira deve começar assim, com formação de nevoeiros que em algumas regiões representarão um risco ao trafégo de veículos e, da mesma forma ao tráfego aéreo, pois a expectativa é de nevoeiros densos em algumas áreas do Estado. De acordo com as informações do aeroporto Salgado Filho a neblina ocorre diariamente desde o dia 23 de junho na capital .

veja onde a neblina ocorre neste momento

Postado por Estael Sias/Porto Alegre

Bookmark and Share

Céu encoberto com chuva neste início de dia

28 de junho de 2008 0

Última imagem de satélite/SOMAR METEOROLOGIA

O sábado começa com muitas nuvens pelo Rio Grande do Sul. Isso acontece pela influência de ventos úmidos e aquecidos provenientes do quadrante norte, por isso apesar da instabilidade a sensação não é de frio intenso e sim de temperatura amenas e até agradáveis para esta época do ano.

Em alguns pontos já choveu forte desde a madrugada e os volumes de chuva somados até a última leitura das estações automáticas do INMET já indicam 32 mm em Palmeira das Missões.

Em Santo Augusto já choveu 30,6 mm;

Em Passo Fundo choveu 26,4 mm;

EM Frederico Westhphalen choveu 23,2 mm;

Em Bento Gonçalves choveu 20,6 mm;

Em Vacaria acumulou 22,2 mm de chuva;

Em Torres no litoral gaúcho choveu 12 mm;

Em Santa Maria choveu 6,8 mm;

Na capital choveu fraco com pouco mais de 2 mm até o momento.

De acordo com a base aérea de Santa Maria um forte nevoeiro se formou ao amanhecer e reduziu a visibilidade a 100 metros.

PREVISÃO

Nas próximas horas, as instabilidade são reforçadas pela formação de um centro de baixa pressão no oceano. Com isso os ventos trazem mais umidade para o continente e “alimentam” as nuvens já presentes no Estado. Há risco de temporais isolados que podem gerar volumes elevados num curto espaço de tempo associado a fortes rajadas de vento isoladas, principalmente no norte, centro e leste gaúcho. Com o céu mais fechado a tendência é das temperaturas não subirem muito ao longo do dia e com isso as máximas não devem passar muito dos 18°C. No sul e sudoeste do RS as aberturas de sol intercalam períodos de maior nebulosidade e pancadas de chuva.

Postado por Estael Sias/Porto Alegre

Bookmark and Share

Tempo seco favorece as queimadas no país

27 de junho de 2008 0

Mapa de estiagem/CPTEC/INPE

Enquanto aqui no Sul o tempo úmido incomoda e atrasa o plantio do trigo em alguns pontos do Estado, no Brasil central e no interior do Nordeste o tempo seco persistente vem causando baixos índices de umidade relativa do ar e criando um cenário favorável ao alastramento das queimadas. De uma forma geral, a origem das queimadas é criminosa gerada por iniciativa do homem, mas num clima seco o alastramento é muito mais rápido e o controle mais difícil.

Estiagem típica de inverno

De acordo com o monitoramento de secas realizado pelo CPTEC/INPE em uma área vasta que abrange desde o Estado do Mato Grosso até o interior das Regiões Norte e Nordeste a chuva não ocorre há mais de 40-50 dias. Com isso os indices de umidade relativa do ar apresentam padrões típicos de inverno, com indices inferiores a 30% durante as tardes. Hoje mesmo em Cuiabá fazia uma calor de 33°C com índices de umidade relativa em torno de 28%.

Em Palmas no Tocantins também fez 33 graus durante a tarde com índices de umidade relativa do ar em torno de 24%. E essa realidade se repetiu pelo norte do Sudeste, interior do Norte e Nordeste conforme voce pode observar no link abaixo sobre umidade relativa do ar. A maior temperatura registrada no país hoje foi no município de Vera no MT com 34,9°C.

Queimadas

De acordo com a última passagem do satélite NOAA o numero de focos de queimadas nesta sexta-feira somou algo em torno de 39 focos. No Maranhão foram registrados o maior número seguido pelo Maranhã com 9 focos. Neste mês de junho foram detectados 734 focos de calor. É uma valor considerável mas se compararmos com o ano passado ocasião em que foram registrados 4906 focos de calor percebemos que neste ano a situação não é tão crítica como em 2007.

 Baixo teor de umidade no solo

O tempo seco persistente afeta também a umidade do solo e por isso conforme pode ser visto no link abaixo a umidade do solo nestas áreas de estiagem vem apresentando valores muito baixos que oscilam entre 10 e 20% o que inviabiliza as atividades agrícolas. O indice ideal de umidade seria algo em torno de 60 a 70% para que as atividades não fossem afetadas.

Umidade do solo atual (SOMAR METEOROLOGIA)

Mapa de umidade relativa do ar (Somar Meteorologia)

Mapa de estiagem – CPTEC/INPE

Postado por Estael Sias/porto Alegre

Bookmark and Share

A umidade continuou, mas a chuva perdeu força

27 de junho de 2008 0

Última imagem de satelite/Somar Meteorologia

As pessoas vêm reclamando do tempo úmido que atrapalha as atividades do dia-a-dia e causa até certo desconforto. Pelo menos essa umidade não vem associada com frio o que ameniza um pouco o incômodo com a umidade. Isso acontece porque os ventos úmidos são provenientes do quadrante norte e por isso trazem um ar mais aquecido do Brasil Central e não deixa as temperaturas baixarem muito.

Hoje mesmo a temperatura mais elevada do Estado foi registrada em Pelotas com 19,2°C. Em Porto Alegre a máxima chegou a 18.4°C uma temperatura bem agradável considerando que estamos no inverno.

As chuvas diminuíram em volume e algumas rajadas de vento mais forte foram registradas.

O maior volume hoje foi registrado pelo INMET em São Luiz Gonzaga com 29 mm.

Seguida de Bento Gonçalves com 21,2 mm.

Depois vem Cruz Alta com 18 mm e rajadas de 57 km/h.

Em Frederico Whestphalen choveu 17 mm.

Em palmeira das Missões choveu 10,8 mm.

Em Vacaria choveu 9,6 mm.

Em Santo Augusto choveu 8,2 mm.

No litoral em Tramandaí choveu 9,4 mm.

Em Santa Maria choveu 7,2 mm com rajadas de 46,8 km/h.

Em Porto Alegre choveu fraco com registro de 6,6 mm. 

Postado por Estael Sias/Porto Alegre

Bookmark and Share

O Vórtice Cicônico e o tempo no RS

27 de junho de 2008 0

O Vórtice Ciclônico e sua posição na Sexta-feira e no Sábado

O Vórtice
Na figura acima podemos ver na parte da esquerda a posição do vórtice ciclônico (centro de baixa pressão em níveis intermediários da atmosfera) alimentando as áreas de instabilidade sobre o RS, e na parte da direita a previsão de posicionamento para amanhã, sábado.
 
Sua localização
Nota-se uma diferença pequena de localização e por isso se mantém a atuação do vórtice ciclônico influenciando o tempo ao longo do sábado no Ro Grande do Sul.
 
Tempo no fim-de-semana
Teremos mais uma vez um sábado com chuva, provavelmente algumas trovoadas, em virtude da chance da formação de nuvens mais espessas, que são as nuvens tipo ‘cumulus’. Este sistema deve se extinguir entre a noite de sábado e o início do domingo. Com isso o tempo deve melhorar a partir do oeste e sul ainda pela manhã. Nas outras áreas, o tempo vai melhorando ao longo da tarde e noite.
 
Começo da próxima semana
Na segunda-feira e na terça-feira a previsão é de tempo seco e aquecido durante a tarde, embora pela manhã continue com uma temperatura menor. O detalhe, é que desta vez não há previsão de entrada de massa de ar frio intenso. Já na quarta-feira a chuva deverá retornar rapidamente ao estado.
 
O tempo no estado
 
Nesta sexta-feira no RS:
Tempo instável com pancadas de chuva com possibilidade de trovoadas no decorrer do dia. Temperaturas: MX 18/19°C. Na capital instável com pancadas de chuva com possibilidade de trovoadas no decorrer do dia. Temperaturas: MX 18/19°C.
 
No sábado:
Tempo nublado com pancadas de chuva. Temperaturas: MN 12°C e MX 20°C.
No domingo:
Tempo melhorando a tarde começa com um pouco de chuva e melhora durante a tarde com sol. Temperaturas: MN 9°C e MX 22°C.
Na segunda-feira:
Tempo seco com nebulosidade variável. Temperaturas MN 6°C e MX 22°C.
Na terça-feira:
Nublado com chuva no sul e oeste, nas demais regiões seco com nebulosidade variável. Temperaturas MN 6°C e MX 22°C.
 

Postado por Cléo Kuhn – Poorto Alegre/RS

Bookmark and Share

Chuva nessa sexta-feira por toda SC.

27 de junho de 2008 0

Urubici - Uma das cidades que mais tiveram chuva durante à noite/Governo de SC

O tempo instável encerra essa semana devido a atuação de áreas de instabilidade que vão se formando muito pelo Paraguai e avançando para SC que terá um dia de predomínio de nuvens em todas as regiões com possibilidade de chuva em determinandos momentos. Não se descarta que apenas isoladamente uma chuva forte ocorra, mas isso muito nas cidades mais próximas dos RS.

Desde a noite até esse amanhecer a chuva já ocorreu em todas as regiões e no geral com intensidade fraca a moderada. Observe alguns dados das estações do Inmet:

16,6 mm em Urubici
15,8 mm em Indaial
13 mm em Urussanga
12,6 mm em Rio Negrinho
12,0 mm em Florianópolis
11,6 em Curitibanos
7 mm em Caçador, São Joaquim e Santa Marta

Postado por Leandro Puchalski – Florianópolis

Bookmark and Share