Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 24 novembro 2008

Cenário climático

24 de novembro de 2008 1

 

Enquanto o estado de Santa Catarina vive dias de terror em função das chuvas que não dão trégua mais ao sul começamos a viver uma nova fase e bem diferente. Aqui no Rio Grande do Sul o mês de novembro vem mostrando que a transição dos dias chuvosos da primeira metade da primavera vão dar lugar a dias de tempo seco e quente que devem passar a predominar daqui pra frente a medida em que o verão se aproxima. E no Rio Grande do Sul, infelizmente verão combina com estiagem.

Pra se ter uma idéia, ainda não se fala em seca por aqui, mas essa condição está bem próxima a nós, a medida que, a estiagem já afeta há meses os nossos vizinhos Argentinos e Uruguaios.

Na Argentina, a falta de chuva provocou sérios prejuízos na safra de inverno e até o momento as chuvas não se regularizaram. Porém, para esta próxima semana há previsão de chuvas devido a atuação de uma frente fria e com isso espera-se uma recuperação do déficit hídrico acumulado. As chuvas devem beneficiar a parte central e leste da Argentina, área que inclui importantes regiões produtoras como as províncias de Córdoba, Santa Fé e Buenos Aires.

Já no Uruguai, o cenário também é preocupante. Há regiões em que não chove há mais de 60 dias. O país vem lutando contra os incêndios agravados por causa do ar e do solo muito seco. Os prejuízos já são sentidos pelos produtores de soja e arroz. A produção de leite também já é afetada.

E aqui no Rio Grande do Sul, o extremo sul do estado já mostra sinais do que está por vir. Em Rio Grande desde o dia primeiro até hoje o volume de chuva é de apenas 1,6 mm. A produção da cebola de São José do Norte registra perdas por causa da falta de chuva. Em Santa Vitória do Palmar não choveu mais do que 10 mm ao longo do mês. Em Pelotas, o volume até o momento é de apenas 14,8 mm e os produtores de pêssego se ressentem do clima seco que predomina na região.

A partir de agora, as chuvas vão diminuindo e tudo indica que ao longo do verão poderão ocorrer períodos de estiagens principalmente em toda a metade oeste do estado, incluindo a região da campanha gaúcha. Os dias chuvosos que vimos ao longo dos últimos meses estão terminando. A previsão para esta semana é de sol e temperaturas elevadas, acima dos 30 graus no estado.

Postado por Cátia Valente – Porto Alegre

Novembro de 2008 entra para história de SC

24 de novembro de 2008 0


 

A chuva ocorrida em parte de SC nesse mês de novembro, principalmente nesse último fim de semana, é impressionante. Com certeza o momento é histórico para o clima do estado já que o volume de chuva alcançou um patamar provavelmente nunca visto antes em algumas cidades.

Na tabela abaixo temos as cidades onde mais choveu nesse mês.

 

Observem os dados de Itapoá:

 

- No período do dia 1º até hoje as 9h da manhã já temos acumulados 821,2 mm, chuva que levaria pelo menos uns 6 meses para ocorrer dentro de um ano normal climatologicamente. A cidade só nesse fim de semana, entre sexta e domingo, teve incríveis 398,4 mm, ou seja, 1 vezes e meia o normal de todo mês de novembro.

 

Cidade

Chuva (mm) 1º as 9h de hoje

Chuva (mm) normal de novembro

Chuva (mm) de sexta a domingo

Itapoá

821,2

150 a 170

398,4

São Francisco do Sul

650,6

150 a 170

280,5

Itajaí

448,0

130 a 150

224,1

Florianópolis

536,0*

130 a 150

229,1

Urubici

429,6

110 a 130

91,6

 

 

Chamamos atenção para essas cidades que só no fim de semana tiveram mais chuva que o normal de todo o mês, menos Urubici.

* Em Florianópolis esse total de 536 mm faz do mês de novembro o mais chuvoso do ano de 2008 até superando as chuvas do início do ano que trouxeram grandes transtornos.

 

Postado por Leandro Puchalski – Florianópolis

População de SC deve seguir em Alerta!!

24 de novembro de 2008 0


 

O tempo ainda é preocupação para o leste de SC nesse começo de semana. Os sistemas meteorológicos que atuaram no fim de semana tiveram pequenas alterações nas últimas horas o que mantém o tempo praticamente igual, ou seja, com muitas nuvens e chuva a qualquer hora nas cidades entre a serra, litoral e Vale do Itajaí.

 

Nessa segunda-feira chamamos atenção para o litoral norte, região de Joinville, onde a possibilidade de chuva forte ao longo do dia permanece. Nas outras regiões do Vale do Itajaí e na Capital/Grande Florianópolis a chuva também segue, mas diminuindo de intensidade em relação aos últimos dias. Porém, é muito importante que a população permaneça em alerta seguindo recomendações dos órgãos do governo como a Defesa Civil. Isso porque qualquer chuva nesse momento em cima de tudo que já ocorreu poderá trazer sérios problemas novamente.

O TEMPO VAI SE SEGUIR INSTÁVEL AMANHÃ

Nessa terça-feira as cidades da serra, litoral e Vale do Itajaí deverão ter novamente muitas nuvens e chuva. Portanto, pedimos a população muito cuidado e precaução em relação ao tempo.

            A segunda metade da semana vai ter maiores períodos de tempo seco até com aberturas de sol, mas ainda com previsão de chuva para o litoral em momentos do dia, sobretudo entre final de tarde/noite.

Postado por Leandro Puchalski – Florianópolis

A semana começa com muito calor no RS

24 de novembro de 2008 0

Última imagem de satélite /SOMAR METEOROLOGIA

As imagens de satélite mostram uma quantidade maior de nuvens nos campos de cima da Serra, mas sem potencial para chuva. Na maior parte do Estado a segunda-feira começa com pouca ou nenhuma nebulosidade e garante assim um amanhecer ensolarado neste início de semana. De acordo com a leitura do INMET das 5h00 os termômetros registram 18,1°C em Santa Maria, 16°C em Bagé, 17,4°C em Porto Alegre, 12,6°C em São José dos Ausentes, 16°C em Bento Gonçalves, 19,1°C em Mostardas, 19,7°C em Santa Rosa.

Nas próximas horas, o sistema de alta pressão permanece no oceano, porém mais afastado da costa e, por isso, os ventos úmidos chegam fracos a costa gaúcha e diminui assim as condições de instabilidade no leste do Estado. Por conta disso, o sol predomina em todo o Rio Grande do Sul com temperaturas em rápida elevação. No litoral e em pontos isolados dos altos da Serra ocorrem chuvas passageiras devido a umidade que vem do mar. As temperaturas hoje atingem os 35°C nas áreas do oeste gaúcho e chegam a 30°C na Grande Porto Alegre. Ontem a máxima chegou a 35°C em Uruguaiana o que não ocorria desde o dia 26 de março deste ano.

Na terça-feira, as condições do tempo não se alteram e o dia começa com predomínio de sol e temperaturas típicas, com mínimas em torno de 16/18°C e as máximas mais uma vez ficam extremas passando dos 35°C no interior gaúcho. Há previsão de chuva esparsa nos altos da serra e no litoral norte próximo a SC.

De uma forma geral, a semana será de tempo seco e quente em todo o Rio Grande do Sul sem perspectivas de mudanças significativas nas condições atmosféricas.

 

Postado por Estael Sias/Porto Alegre