Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de agosto 2010

Imagem de satélite + Mínimas no SUL + Mínimas e Chuva no RS - hoje -

31 de agosto de 2010 0

Bookmark and Share

Como foi agosto e como será setembro

31 de agosto de 2010 0

COMO FOI AGOSTO?

Seco e poluído, como desde 2007 não era visto.
Já com relação à temperatura, o fim de agosto está sendo quente, porém não podemos nos esquecer que registramos frio histórico no início do mês, inclusive com queda de neve significativa no Sul.
Voltando à chuva, a situação, aliás, foi normal, apesar de indesejável.
Não choveu em boa parte do Centro-Oeste, Rondônia (apesar de algumas pancadas nos últimos dias), centro e norte de São Paulo, boa parte de Minas Gerais e em várias cidades do interior do Nordeste.
Os acumulados de mais de 100 mm concentraram-se apenas sobre parte do litoral leste do Nordeste e norte da Região Norte.
Até mesmo o Rio Grande do Sul, Estado tradicionalmente chuvoso, termina o mês de agosto com precipitações abaixo da média.
Com relação às queimadas, tivemos quase 27000 focos até o dia 30 de agosto, de acordo com um único satélite, o NOAA15. Já no ano passado, foram pouco mais de 7400 focos. São mais de três vezes e meio mais focos de queimadas. O número atual ainda não bate o valor de 2007, quando foram registrados quase 58500 focos de queimadas em todo o Brasil.
Lembramos muito do calor dos últimos dias, mas nos esquecemos que fez muito frio na maior parte do mês de agosto. Registramos, inclusive, de queda significativa de neve (especialmente no dia 04 de agosto), algo que não era visto desde 1999/2000. Por isso mesmo que no fim das contas, o mês termina com temperatura (média das temperaturas mínimas e máximas) dentro do normal em boa parte da Região Sul, Mato Grosso do Sul e, até mesmo, do Estado de São Paulo. A temperatura ficou mais baixa que o normal em boa parte da costa do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Este caso explica-se pela água do mar que está mais fria que o normal entre o Sul e Sudeste. A água do mar mais fria que o normal deixou o ar mais frio que o normal.
Por outro lado, o mês foi mais quente que o normal em boa parte de Minas Gerais, Mato Grosso, além das Regiões Norte e Nordeste.
Para quem gosta de dividir a análise da temperatura entre mínima e máxima, vale a informação que as madrugadas foram mais frias que o normal na maior parte do Brasil. O frio esteve associado com a baixa umidade do ar, deixando o tempo aberto e favorecendo o rápido declínio da temperatura em todo o Brasil entre as noites e madrugadas. Apenas a Região Norte (com exceção de Rondônia) teve um mês de agosto com madrugadas mais abafadas que o normal.
Já se olhamos a máxima, ela ficou mais baixa no Rio Grande do Sul e dentro da média em Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, sudoeste de Mato Grosso, sul de Rondônia e em boa parte do Sudeste e Nordeste.
No caso do Rio Grande do Sul a combinação de ondas de frio freqüente e o atual bloqueio mantiveram a temperatura baixa. Já nos Estados em que a temperatura máxima ficou dentro da média as ondas de frio do início do mês e o calor dos últimos dias fizeram com que o valor ficasse próximo da média.
Por fim, o calor predominou em boa parte da Região Norte, Goiás, Mato Grosso, Maranhão, norte do Piauí e em boa parte do Ceará.

COMO SERÁ SETEMBRO?

Por conta do atual efeito do fenômeno La Niña, o mês de setembro ainda será mais seco que o normal em boa parte do Brasil. Vai demorar para as grandes chuvas, típicas da próxima estação, voltarem neste ano. Estimamos que estas chuvas venham apenas no decorrer do mês de outubro. Apesar disso, vale reforçar a frase: “setembro será mais seco que o normal”. Isto não quer dizer que o mês terá ausência de chuva. Irá chover neste mês, especialmente a partir da segunda quinzena, porém ainda em volume insuficiente para aumentar a umidade do solo e nível de reservatórios, por exemplo.
No fim das contas, apenas alguns poucos Estados terão chuvas acima da média. Será o caso do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina (especialmente por conta dos grandes temporais que cairão ainda nesta semana), além do noroeste do Amazonas e norte de Roraima, por conta da atuação da Zona de Convergência Intertropical.
A falta de chuvas freqüentes influencia diretamente a temperatura: o mês de setembro será extremamente quente em boa parte do Paraná, São Paulo, interior de Minas Gerais e nas Regiões Centro-Oeste e Norte. Olhando apenas a temperatura máxima, o desvio poderá passar dos 5°C em algumas cidades, como Campo Grande. Num mês de setembro normal, a temperatura máxima da Capital de Mato Grosso do Sul chega aos 29°C. Ela poderá chegar, portanto, a 34°C neste mês de setembro.
Por outro lado, no Rio Grande do Sul, especialmente na região de fronteira do Estado com o Uruguai, o mês de setembro será mais frio que o normal. Além da entrada de ondas de frio mais freqüentes, o excesso de chuvas também favorecerá o desvio negativo.

Bookmark and Share

Previsão para o RS nesta terça-feira e próximos dias

31 de agosto de 2010 0

PREVISÃO RS PARA 01/09 quarta-feira:

SATÉLITE PARA 31/08 terça-feira:
A terça-feira amanheceu com nuvens carregadas e chuvas na fronteira sul com o Uruguai. Em Jaguarão o volume de chuva acumulado durante a madrugada foi de 15 mm, o que corresponde a quase 12% da média mensal de agosto.
Em Porto Alegre o aeroporto Salgado Filho registrou céu nublado ao amanhecer e mínima de 16°C.
PREVISÃO PARA 31/08 terça-feira:
A aproximação de uma frente fria provoca nuvens e chuvas fortes sobre a Metade Sul do Estado, inclusive fronteira com o Uruguai, onde são esperadas trovoadas e algumas rajadas de vento. Na região de Uruguaiana, os volumes de chuva chegam perto dos 45 mm, o que corresponde aproximadamente a 57% da média mensal. Já no noroeste, norte e nordeste gaúcho, muita variação de nuvens, mas pouca condição para chuva. Temperatura elevada na divisa com Santa Catarina, onde os termômetros atingem 31°C em Iraí.
Em Porto Alegre sol entre nuvens ao longo do dia e tempo abafado. Máxima de 25°C.
SATÉLITE PARA 01/09 quarta-feira:
A frente fria avança muito lentamente pelo Rio Grande do Sul. Por isso, durante a madrugada chuvas fortes, trovoadas e até mesmo queda de granizo pode ser registrada na fronteira com o Uruguai e parte do sul gaúcho. Além disso, ventos de rajada podem alcançar até 54-70 km/h em algumas localidades.
Em Porto Alegre o dia começa nublado. Mínima de 16°C.
PREVISÃO PARA 01/09 quarta-feira:
Nesta quarta-feira, uma frente fria vagarosamente desloca-se sobre o território gaúcho. Por conta disso, os maiores volumes são esperados sobre o oeste, centro e sul do Rio Grande do Sul. No decorrer do dia ocorrem trovoadas e rajadas de vento nestas regiões (entre 54-70 km/h), com volumes acumulados que chegando aos 70 mm na região de fronteira com o Uruguai, o que corresponde aproximadamente entre 50-70% da média esperada para setembro. Nas Missões, no norte e no nordeste do estado a instabilidade aumenta entre a tarde e noite, quando ocorrem pancadas irregulares de chuva na região.
Porto Alegre tem pancadas de chuva entre a tarde e noite. Há risco de temporais localizados em parte da Grande POA. Máxima de 23°C.
LITORAL PARA 01/09 quarta-feira:
A agitação diminui na costa gaúcha nesta quarta-feira. As ondas ficam ao redor de 1,6 m de altura. Os ventos predominantes de nordeste geram rajadas de 47 km/h.
PREVISÃO PARA 02/09 quinta-feira:
RISCO DE TEMPORAIS CONTINUA NO RS
A presença de um bloqueio atmosférico faz com que a frente fria se desloque muito devagar pelo Rio Grande do Sul. Como o sistema está sendo alimentado pela umidade vinda da Amazônia está mantido o risco de temporais no estado. As chuvas se espalham por todo o Rio Grande do Sul, novamente com volumes elevados. Destaque para o oeste, centro e parte do nordeste do estado, onde as chuvas podem acumular volumes acima dos 80 mm em 24h. Se confirmado este acumulado em Santa Maria representa aproximadamente a 50% da média mensal. Na região Metropolitana, os volumes de chuva variam entre 40 e 65 mm, ou quase a metade do esperado para setembro.
Em Porto Alegre, chuva forte, a qualquer hora do dia. A densa cobertura de nuvens e as chuvas não deixam as temperaturas variarem muito. Mínima de 17°C e máxima de 19°C.
PREVISÃO PARA 03/09 sexta-feira:
A frente fria mantém o tempo fechado e com chuva a qualquer momento do dia no Rio Grande do Sul. Com isso, o alerta de transtornos está mantido para a sexta-feira. A cobertura de nuvens e os ventos de quadrante sul não deixam as temperaturas variarem tanto no centro-sul gaúcho.
Em Porto Alegre há possibilidade de chuva forte com trovoadas. Mínima de 17°C e máxima de 21°C.
PREVISÃO PARA FIM-DE-SEMANA:
Massa de ar polar finalmente rompe com essa seqüência de dias chuvosos no Estado. O fenômeno traz ar seco e frio para o Rio Grande do sul favorecendo um amanhecer de sábado de frio e com o retorno do sol para grande parte das áreas. No extremo norte a umidade ainda provoca chuviscos pela manhã. O domingo será de sol e frio em todas as regiões.

Bookmark and Share

Previsão do tempo para a região SUL

31 de agosto de 2010 0

REGIÃO SUL do Brasil hoje e próximos dias

31/08 – terça-feira:
Áreas de instabilidade permanecem paradas entre o Rio Grande do Sul e Uruguai, onde causam pancadas de chuva, trovoadas e rajadas de vento na fronteira. O acumulado pode alcançar 60mm no extremo oeste gaúcho até o fim do dia e as rajadas alcançam 70km/h. Por conta da nebulosidade, a temperatura permanece baixa, não chegando aos 20°C. Já na maior parte da Região Sul, o sol aparece entre nuvens e a temperatura dispara. A máxima chega aos 34°C no noroeste do Paraná, 31°C no oeste de Santa Catarina e a 28°C no centro e oeste do Rio Grande do Sul.
01/09 – quarta-feira:
Na quarta-feira, uma frente fria finalmente chega ao Rio Grande do Sul, mantendo os temporais sobre a fronteira do Estado com o Uruguai e aumentando o risco de tempestades também sobre o centro do Estado e Capital. O acumulado passa dos 60 mm na fronteira do Estado com o Uruguai. As rajadas atingem boa parte do interior do Rio Grande do Sul, oscilando em torno dos 70 km/h. A temperatura máxima permanece baixa em toda a fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai. Já no Paraná, Santa Catarina e norte do Rio Grande do Sul, o tempo permanece seco, com sol entre nuvens e ventos fortes, com rajadas na casa dos 70 km/h. A temperatura máxima chega aos 35°C no noroeste do Paraná e a 31°C no oeste de Santa Catarina.
PREVISÃO ESTENDIDA
Na quinta-feira, a frente fria traz chuvas para quase todo o Rio Grande do Sul e ao sul de Santa Catarina. O acumulado passa dos 60 mm desde São Borja e São Luiz Gonzaga, no oeste do Rio Grande do Sul, até na Capital Porto Alegre. Nas regiões de Itaqui e Massambará, no oeste do Rio Grande do Sul, os acumulados podem oscilar em torno 95 mm (mais de 80% da média de setembro) e 115 mm (mais de 90% da média do mês de setembro), respectivamente. O frio avança lentamente pela Região Sul e a máxima oscila entre 11°C e 19°C na maior parte do Rio Grande do Sul e no sul de Santa Catarina. Já no Paraná e na maior parte de Santa Catarina, o sol e o calor ainda predominam. A máxima chega aos 35°C no noroeste do Paraná e a 31°C no oeste de Santa Catarina.
Na sexta-feira, chuvas intensas e generalizadas atingem todo o Rio Grande do Sul e boa parte de Santa Catarina, com acumulado que chega aos 60 mm no centro e oeste do Rio Grande do Sul e a 30 mm no sul de Santa Catarina. No Paraná, volta a chover fraco no sudoeste do Estado, nada que mude o atual padrão de estiagem que domina o Estado.
No sábado, a frente fria traz chuvas para boa parte do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, além do extremo oeste e sul do Paraná. O acumulado chega aos 20 mm no norte do Rio Grande do Sul, oeste de Santa Catarina e extremo sudoeste do Paraná. Apesar da chuva no Paraná, o atual padrão de estiagem não muda na maior parte do Estado. Portanto cautela na tomada de decisão que leve em consideração chuvas fortes e aumento da umidade do solo.
No domingo, já não há previsão de chuvas na Região Sul. A entrada de uma massa de ar polar causa declínio acentuado da temperatura, com mínima que varia entre 3°C e 5°C na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai e na Serra de Santa Catarina.
NÃO HÁ PREVISÃO DE GEADAS NA MAIOR PARTE DAS ÁREAS PRODUTORAS DA REGIÃO SUL, MESMO COM O AVANÇO DESTA MASSA DE AR FRIO.

Bookmark and Share

Tempo para os próximos dias no RS

31 de agosto de 2010 0

PREVISÃO RS PARA PRÓXIOS DIAS:

PREVISÃO PARA 01/09 quarta-feira:
A chuva se intensifica sobre o oeste e sul do Rio Grande do Sul. No decorrer do dia ocorrem trovoadas e rajadas de vento nestas regiões, com volumes acumulados que podem chegar aos 70 mm na parte central e oeste. Na Fronteira Sul, a chuva pode chegar perto dos 90 mm, ou 70% do esperado para todo o mês de Setembro na região de Dom Pedrito. Na faixa norte gaúcha, ainda não chove e o calor fora de época continua.
Porto Alegre tem pancadas de chuva entre a tarde e noite. Mínima de 16°C e máxima de 21°C.
PREVISÃO PARA 02/09 quinta-feira:
Impulsionada por uma massa de ar polar que avança pela Argentina, finalmente a frente fria consegue atingir a Metade Norte gaúcha. As chuvas se espalham por todo o Rio Grande do Sul, novamente com volumes elevados. No Noroeste e Missões, as chuvas podem acumular volumes acima dos 100 mm, ou 65% do esperado para o mês nessas regiões. Na região Metropolitana, os volumes de chuva variam entre 50 e 70 mm, ou quase a metade do esperado para Setembro.
Em Porto Alegre, chuva forte, a qualquer hora do dia. Mínima de 16°C e máxima de 20°C.
PREVISÃO PARA 03/09 sexta-feira:
A frente fria não se afasta e mantém a presença das nuvens e das pancadas de chuva em todas as regiões. As temperaturas seguem amenas e com pouca amplitude em grande parte do Estado devido a instabilidade.
PREVISÃO PARA FIM-DE-SEMANA:
Massa de ar polar finalmente rompe com essa seqüência de dias chuvosos no Estado. O fenômeno traz ar seco e frio para o Rio Grande do sul favorecendo um amanhecer de sábado de frio e com o retorno do sol para grande parte das áreas. No extremo norte a umidade ainda provoca chuviscos pela manhã. O domingo será de sol e frio em todas as regiões.

Bookmark and Share

Tempo para hoje no RS

31 de agosto de 2010 0

PREVISÃO RS PARA 31/08 – terça-feira:

SATÉLITE PARA 31/08 terça-feira:
Essa terça-feira começa com tempo instável e com chuva na Fronteira Sul, por conta da chegada de uma nova frente fria a essa região. Na Metade Norte, somente muita variação de nuvens.
Em Porto Alegre há muitas nuvens e sensação de tempo abafado.
PREVISÃO PARA 31/08 terça-feira:
A chuva continua sobre a Metade Sul do Estado e parte da Fronteira Oeste, com trovoadas e algumas rajadas de vento. Na região de Uruguaiana, os volumes de chuva chegam perto dos 50 mm. Mais ao norte, muita variação de nuvens, mas pouca condição para chuva. Temperatura elevada na divisa com Santa Catarina, onde os termômetros atingem 32°C em Irai.
Em Porto Alegre há muitas nuvens, com previsão de pancada de chuva no fim do dia. Máxima de 24°C.

Bookmark and Share

Previsão RS + Imagem de satélite + Mínimas no SUL + Mínimas e chuva no RS - hoje -

30 de agosto de 2010 0

Bookmark and Share

Tempo para o Rio Grande do Sul próximos dias

30 de agosto de 2010 0

PREVISÃO do tempo para o RS

SATÉLITE PARA 30/08 segunda-feira:
A semana começa um pouco mais fria no Rio Grande do Sul, por conta da passagem da frente fria, que consegue avançar até o litoral de Santa Catarina. No entanto, essa frente fria ainda fica conectada com áreas de instabilidade no interior do Rio Grande do Sul, portanto o tempo não abre completamente.
PREVISÃO PARA 30/08 segunda-feira:
Muitas nuvens sobre o Estado. Algumas chuvas isoladas no litoral norte, na serra e noroeste. No fim do dia, uma nova frente fria já traz as primeiras pancadas de chuva para a Fronteira Sul.
Em Porto Alegre, muita nebulosidade, com chuviscos isolados. Máxima de 18°C.
SATÉLITE PARA 31/08 terça-feira:
Essa terça-feira começa com tempo instável e com chuva na Fronteira Sul, por conta da chegada de uma nova frente fria a essa região. Na Metade Norte, somente muita variação de nuvens.
Em Porto Alegre há muitas nuvens e sensação de tempo abafado. 14C.
PREVISÃO PARA 31/08 terça-feira:
A chuva continua sobre a Metade Sul do Estado e parte da Fronteira Oeste, com trovoadas e algumas rajadas de vento. Na região de Uruguaiana, os volumes de chuva chegam perto dos 50 mm. Mais ao norte, muita variação de nuvens, mas pouca condição para chuva. Temperatura elevada na divisa com Santa Catarina, onde os termômetros atingem 32°C em Irai.
Em Porto Alegre há muitas nuvens, com previsão de pancada de chuva no fim do dia. Mínima de 14°C e máxima de 24°C.
LITORAL PARA 31/08 terça-feira:
Mar agitado na costa gaúcha. Ondulação de leste, com altura em torno de 2,0 m no litoral norte e 2,5 m no litoral sul.
PREVISÃO PARA 01/09 quarta-feira:
A chuva se intensifica sobre o oeste e sul do Rio Grande do Sul. No decorrer do dia ocorrem trovoadas e rajadas de vento nestas regiões, com volumes acumulados que podem chegar aos 70 mm na parte central e oeste. Na Fronteira Sul, a chuva pode chegar perto dos 90 mm, ou 70% do esperado para todo o mês de Setembro na região de Dom Pedrito. Na faixa norte gaúcha, ainda não chove e o calor fora de época continua.
Porto Alegre tem pancadas de chuva entre a tarde e noite. Mínima de 16°C e máxima de 21°C.
PREVISÃO PARA 02/09 quinta-feira:
Impulsionada por uma massa de ar polar que avança pela Argentina, finalmente a frente fria consegue atingir a Metade Norte gaúcha. As chuvas se espalham por todo o Rio Grande do Sul, novamente com volumes elevados. No Noroeste e Missões, as chuvas podem acumular volumes acima dos 100 mm, ou 65% do esperado para o mês nessas regiões. Na região Metropolitana, os volumes de chuva variam entre 50 e 70 mm, ou quase a metade do esperado para Setembro.
Em Porto Alegre, chuva forte, a qualquer hora do dia. Mínima de 16°C e máxima de 20°C.
PREVISÃO PARA 03/09 sexta-feira:
A frente fria não se afasta e mantém a presença das nuvens e das pancadas de chuva em todas as regiões. As temperaturas seguem amenas e com pouca amplitude em grande parte do Estado devido a instabilidade.
PREVISÃO PARA FIM-DE-SEMANA:
Massa de ar polar finalmente rompe com essa seqüência de dias chuvosos no Estado. O fenômeno traz ar seco e frio para o Rio Grande do sul favorecendo um amanhecer de sábado de frio e com o retorno do sol para grande parte das áreas. No extremo norte a umidade ainda provoca chuviscos pela manhã. O domingo será de sol e frio em todas as regiões.

Bookmark and Share

Tempo no SUL nos próximos dias

30 de agosto de 2010 0

REGIÃO SUL do Brasil hoje e próximos dias

30/08 – segunda-feira:
A propagação de áreas de instabilidade causa pancadas isoladas de chuva sobre o oeste, sul e parte do litoral do Rio Grande do Sul nesta segunda-feira. Pode chover forte, porém de forma isolada, na fronteira do Estado com o Uruguai. O acumulado chega a 20mm nas áreas mais atingidas pelas chuvas. Já no Paraná e em Santa Catarina, o tempo permanece seco e nublado. Faz calor entre o extremo norte do Rio Grande do Sul e o norte do Paraná, com máxima que oscila entre 26°C e 34°C. Por outro lado, na costa do Paraná e de Santa Catarina e na maior parte do Rio Grande do Sul, faz frio e a máxima não chega aos 20°C
31/08 – terça-feira:
ALERTA DE TEMPORAIS NA FRONTEIRA DO RIO GRANDE DO SUL COM O URUGUAI.
As áreas de instabilidade ganham reforço da umidade que vem da Amazônia e passam a provocar intensos temporais em toda a região de fronteira do Rio Grande do sul com o Uruguai. O acumulado passa dos 60 mm em algumas localidades (mais de 80% da média do mês de agosto) e as rajadas de vento oscilam em torno dos 70 km/h. Por conta da nebulosidade, a temperatura máxima permanece baixa no sul do Rio Grande do Sul. Já no centro e norte do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná, o tempo permanece seco, com sol entre nuvens e ventos fortes, com rajadas na casa dos 70 km/h. A temperatura entra em elevação, chegando a 31°C no oeste de Santa Catarina, 28°C em boa parte do Rio Grande do Sul e a 34°C no noroeste do Paraná.
PREVISÃO ESTENDIDA
Na quarta-feira
, uma frente fria finalmente chega ao Rio Grande do Sul, mantendo os temporais sobre a fronteira do Estado com o Uruguai e aumentando o risco de tempestades também sobre o centro do Estado e Capital. O acumulado passa dos 60 mm no centro e oeste do Rio Grande do Sul e as rajadas alcançam 70 km/h em boa parte do Estado. Já no Paraná, Santa Catarina e norte do Rio Grande do Sul, o tempo permanece seco, com sol entre nuvens e ventos fortes, com rajadas na casa dos 70 km/h. A temperatura máxima chega aos 34°C no noroeste do Paraná e a 28°C em boa parte de Santa Catarina.
Na quinta-feira, a frente fria traz temporais ao sul de Santa Catarina e ao oeste, centro e norte do Rio Grande do Sul. Novamente, o acumulado passa dos 60 mm em várias cidades. Especificamente na região de Santiago, o acumulado passa dos 100 mm, correspondendo a mais de 80% da média do mês de setembro.
Na sexta-feira, chuvas intensas e generalizadas atingem todo o Rio Grande do Sul e boa parte de Santa Catarina, com acumulado que chega aos 60 mm no centro e oeste do Rio Grande do Sul e a 30mm no sul de Santa Catarina. No Paraná, volta a chover fraco no sudoeste do Estado, nada que mude o atual padrão de estiagem que domina o Estado.
No sábado, a frente fria traz chuvas para boa parte do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, além do extremo oeste e sul do Paraná. O acumulado chega aos 20 mm no norte do Rio Grande do Sul, oeste de Santa Catarina e extremo sudoeste do Paraná. Apesar da chuva no Paraná, o atual padrão de estiagem não muda na maior parte do Estado. Portanto, recomendamos cautela na tomada de decisão que leve em consideração chuvas fortes e aumento da umidade do solo.
No domingo, já não há previsão de chuvas na Região Sul. A entrada de uma massa de ar polar causa declínio acentuado da temperatura, com mínima que varia entre 3°C e 5°C na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai e na Serra de Santa Catarina.
NÃO HÁ PREVISÃO DE GEADAS NA MAIOR PARTE DAS ÁREAS PRODUTORAS DA REGIÃO SUL, MESMO COM O AVANÇO DESTA MASSA DE AR FRIO. 

 

Bookmark and Share

Previsão do tempo para o RS

30 de agosto de 2010 0

PREVISÃO RS PARA 30/08 segunda-feira:

segunda-feira
A frente fria que causou chuva no fim de semana avança para o mar e uma massa de ar polar que avança pelo Uruguai e Argentina favorece a entrada de ar frio em direção ao Rio Grande do Sul reduzindo a sensação térmica, mas sem causar extremos de frio. O amanhecer ainda será de temperaturas superiores a 10°C em grande parte das regiões. A maior mudança será nas temperaturas máximas que não devem passar muito dos 20°C em todas as regiões. A instabilidade diminui um pouco, mas sem afastar as nuvens do Estado, com previsão de aberturas de sol. No entanto, no fim da tarde, pode voltar a chover na forma de pancadas com o avanço de áreas de instabilidade pelo sul e oeste.
terça-feira
Nova frente fria chega ao Rio Grande do Sul e já pela manhã provoca pancadas de chuva na metade sul do Estado. Durante a tarde a frente fria leva chuva para todas as regiões. Há de temporais com chuva forte e vendavais localizados. As temperaturas não sobem muito devido a presença das nuvens e da chuva. Os prognósticos indicam que os maiores volumes de chuva hão de se concentrar no sul, oeste e centro do Estado. Já os ventos fortes podem ocorrer em qualquer região. No extremo norte do Estado, os períodos de melhoria e de sol favorecem a elevação das temperaturas.
quarta-feira
O tempo não muda muito a frente fria fica parada sobre o Rio Grande do Sul devido ao bloqueio atmosférico que atua em boa parte do país dificultando o avanço das frentes frias além do RS. As chuvas mais fortes novamente ficarão concentradas no oeste, sul e centro do estado. Nas demais áreas a chuva ocorre alternando períodos de melhoria. As temperaturas mais uma vez terão pouco amplitude devido á presença da instabilidade. No extremo norte, a temperatura ainda sobe durante a tarde.
Quinta-feira e a sexta-feira
A frente fria não se afasta e mantém a presença das nuvens e das pancadas de chuva em todas as regiões. As temperaturas seguem amenas e com pouca amplitude em grande parte do Estado devido a instabilidade.
Fim-de-semana
Massa de ar polar finalmente rompe com essa seqüência de dias chuvosos no Estado. O fenômeno traz ar seco e frio para o Rio Grande do sul favorecendo um amanhecer de sábado de frio e com o retorno do sol para grande parte das áreas. No extremo norte a umidade ainda provoca chuviscos pela manhã. O domingo será de sol e frio em todas as regiões.

Bookmark and Share