Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "chuva"

Balanço e Prognóstico da Chuva - MAIO

16 de maio de 2012 0

1° QUINZENA DE MAIO COM CHUVA ESCASSA

Segundo dados das estações oficiais do Inmet praticamente não houve registro chuva nesta 1° quinzena do mês de maio no Estado. Com isso, já são 6 meses e meio de chuva escassa no RS. Destes primeiros 15 dias de maio, choveu em apenas UM dia na maioria das localidades. Em Uruguaiana ainda não choveu e em Passo Fundo e Rio Grande o Inmet registrou apenas 0,1 e 0,4 mm, respectivamente (volume que pode ser resultado de nevoeiro). O maior acumulado de precipitação registrado até agora é de 20,9 mm em Porto Alegre que corresponde a 23% da média histórica.

O fenômeno climático La Nina, que provocou a seca no RS, chegou ao fim no mês de abril, porém a atmosfera (como se esperava) ainda não apresentou a mudança correspondente a essa mudança na temperatura da água do Oceano Pacífico.

A situação é grave em algumas regiões, sobretudo, no Alto Uruguai, Noroeste, parte central e em trechos da Zona Sul do Estado.

Na tabela abaixo você pode conferir a chuva registrada desde o dia 1° até hoje e na coluna ao lado a média histórica, ou seja, o que seria normal chover em todo o mês de maio.

LOCAL                                                                      chuva (mm)     média (mm)

Bagé

8,2

87,5

Bom Jesus

2,5

134,6

Caxias do Sul

1,2

122,8

Cruz Alta

8

108,1

Encruzilhada do Sul

20,3

94,3

Iraí

6,1

147,1

Lagoa Vermelha

0,9

107,1

Passo Fundo

0,1

114,3

Porto Alegre

20,9

90

Rio Grande

0,4

86,9

Santa Maria

13,8

127,5

Santa Vitória do Palmar

1,2

101,1

Santana do Livramento

5,1

125,2

São Luiz Gonzaga

2,8

118,3









2° QUINZENA AINDA SERÁ DE CHUVA ESCASSA NO RS

Na 2° quinzena do mês de maio, a previsão ainda é de chuva abaixo da média histórica do mês. Os prognósticos mais atualizados indicam uma frente fria passando distante do Estado entre a sexta e o sábado trazendo apenas nebulosidade, sem perspectiva de chuva. Depois disso, na semana que vem por volta do dia 22 de maio uma nova frente fria irá atingir o RS com mais intensidade, porém não deve gerar acumulados muito expressivos conforme mostra os mapas dos modelos americanos de previsão do tempo abaixo. Até o dia 22 os mapas indicam a predominância do tempo no RS e entre os dias 23 e 31 de maio, a passagem de uma frente fria deve gerar acumulados superiores a 65 mm no noroeste do RS e na faixa de 50 mm na Zona Sul e em trechos do Vale do Paranhana e do Litoral Norte.

* Por Estael Sias

Bookmark and Share

Chegada da instabilidade e do frio marcam a sexta-feira

07 de maio de 2010 0

SITUAÇÃO ATUAL

A última imagem de satélite acima mostra um aglomerado de nuvens com potencial de chuva atuando entre o sul do Paraguai e o noroeste do RS e no litoral a presença da frente fria muito fraca. A imagem de radar da REDEMET (abaixo) registra chuva nas áreas coloridas do mapa em anexo nas áreas mais próximas  a fronteira com a Argentina. As estações do INMET ainda não registram volumes expressivos de chuva nessas regiões. Já em relação as temperaturas os termômetros registraram as 5h00 11,7°C em canela, 10,8°C em Vacaria, 9,8/C em São José dos Ausentes, 15°C em Porto Alegre, 11,8°C em Bagé, 9,8°C em Santana do Livramento e 14°C em Santa Maria.

 INSTABILIDADE SE CONCENTRA NA METADE NORTE E EM PARTE DO OESTE

Nas próximas horas, a frente fria apesar de fraca no oceano auxilia no transporte de umidade e da instabilidade do Paraguai em direção ao RS. Com isso, a nebulosidade aumenta nas áreas da metade norte do Estado com risco de pancadas de chuva. Em alguns pontos a chuva pode ocorrer com mais intensidade e associada a rajadas de vento que não devem ultrapassar os 60 km/h de forma isolada. A fronteira oeste também irá registrar a presença da instabilidade com chuvas ocasionais ao longo do dia.

QUEDA NAS TEMPERATURAS

Nas áreas da metade sul a aproximação de uma massa de ar polar deve provocar brusca mudança na sensação térmica. Da tarde para a noite avança um ar gelado trazido pelos ventos que irão soprar do quadrante sul e com isso as temperaturas entram em queda. A noite será fria nestas áreas antecipando o amanhecer gelado de sábado, sobretudo, na faixa oeste e sul.

Bookmark and Share

Ciclone extratropical volta a provocar chuva forte no RS

25 de abril de 2010 0

A semana começa com chuva forte seguida de frio de inverno no RS.

Hoje a instabilidade avança do norte em direção ao sul espalhando as nuvens e  a instabilidade por todas as áreas. Pode voltar a chover forte do centro ao norte do Estado. Devido a presença das nuvens e da chuva a temperatura oscila pouco nas próximas horas.  A partir da noite a chuva poderá registrar maiores volumes e fortes rjadas de vento devido ao processo de formação do Ciclone Extratropical.

Durante o clássico GRENAL  a tendência é de muitas nuvens e pancadas de chuva.

 

A segunda-feira começa com a presença da instabilidade devido ao canal de umidade que vem da Amazônia e converge em direção ao RS, formando um ciclone extratropical no mar na altura do sul Estado. Esse fenômeno mantém a chegada de umidade e a formação de nuvens, com previsão de chuva em qualquer momento do dia em grande parte das regiões. Os prognósticos indicam que os maiores volumes de chuva irão ficar concentrados do centro ao norte do Estado. Há risco de fortes rajadas de vento, sobretudo, na faixa leste, sul e norte. No sudoeste do Estado, região de Uruguaiana, por exemplo, algumas aberturas de sol deverão ocorrer com maior variação de temperatura. A temperatura oscila pouco na maioria das regiões devido à presença das nuvens e da chuva.  O mar fica revolto ao longo das praias gaúchas.

 

Na terça-feira, a chegada de uma massa de ar polar afasta a instabilidade do RS e favorece o gradativo declínio das temperaturas O sol volta a brilhar na maioria das regiões com previsão de céu nublado e risco de garoa nas áreas de divisa com SC nas primeiras horas da manhã.  Apesar do predomínio do sol durante a tarde a sensação de frio permanece devido a atuação dos ventos gelados que soprarão do quadrante sul.

 

Na quarta-feira o ar polar toma conta de todas as áreas e favorece um amanhecer gelado em todo o Estado. As temperaturas ao amanhecer poderão ficar perto de 0°C entre a campanha e a zona sul com condições favoráveis ao primeiro evento de geada no RS. As temperaturas mínimas ficarão abaixo dos 10°C em todo o RS, inclusive Região Metropolitana. Durante a tarde, a temperatura sobe lentamente devido a presença do ar frio.

Bookmark and Share

Grandes volumes de chuva foram registrados no RS

21 de abril de 2010 0

Intensas áreas de instabilidade atuam no RS desde o começo da madrugada causando temporais no oeste e norte. De acordo com os dados registrados pelas estações automáticas do INMET das 00h00 as 11h00:

Santa Rosa 80,2 mm - 50% da média do mês

São Luiz Gonzaga 42,4 mm – 24% da média do mês

São Borja 44 mm – 27% da média do mês

Santiago 13,6 mm

Cruz Alta 55,8 mm – 33% da média do mês

Santo Augusto 68,2 mm – 43% da média do mês

Frederico Westphalen 59,4 mm – 41% da média do mês

Santa Maria 8,8 mm

São José dos Ausentes 28,6 mm – 18% da média do mês

Bento Gonçalves 23 mm

Canela 6,8 mm

Nas próximas horas, as nuvens de chuva ficam concentradas na parte norte do RS, com previsão de chuva a qualquer hora nessas áreas.

Conforme voce pode acompanhar nas áreas coloridas da imagem de satélite abaixo, grande parte da nebulosidade atua entre o centro do RS e o estado de SC. Na faixa sul, o sol predomina e com isso a temperatura as 11h00 era de 24,5°C em Uruguaiana e 23,5°C em São Gabriel. Em Bento Gonçalves a temperatura era de 16,5°C e 18°C em Santa Rosa as11h00 da manhã.

Bookmark and Share

A instabilidade se concentra no meio norte do RS

20 de abril de 2010 0

RINDAT/INPE

A imagem de descargas elétricas do INPE mostra que grande parte da instabailidade mais propícia a temporais está concentrada na parte norte do RS, conforme voce pode identificar nas áreas coloridas do mapa acima.

Já a imagem de satélite, nas áreas coloridas, sobretudo, nos tons de azul escuro e lilás podemos ver que grande parte das nuvens mais carregadas estão atuando na parte do RS. Entretanto, outros aglomerados menores também atuam no sudoeste e sul gaúcho nos arredores de Alegrete e Santana do Livramento. Nessas regiões do norte e do sul podem ocorrer novas pancadas de chuva que podem ser acompanhadas de raios e rajadas de vento.

VOLUMES DE CHUVA

De acordo com a leitura do INMET  desde as 0h0 de hoje, os maiores volumes de chuva foram registrados no centro do Estado. Veja alguns volumes:

Santa Maria 57,6 mm

Rio Pardo 52,8 mm

São Gabriel 47 mm

Quaraí 34,8 mm

Esses acumulados correspondem a 40% da média histórica do mês de abril.

Bookmark and Share