18 ago16:59

Assassinato em Itá teria sido motivado por vingança

Daisy Trombetta | daisy.trombetta@diario.com.br

Conforme a polícia, vítima teria participado da morte de irmão do suspeito

Pode ter sido motivado por vingança o assassinato de Odair Fabiano Camargo, de 18 anos, na noite da terça-feira (16) em Itá, no Oeste catarinense. Ele foi morto com pelo menos 20 facadas, nos fundos da igreja matriz.

O suspeito pelo crime, Fernando Arthur da Silva, de 25 anos, confessou a autoria do homicídio à polícia. Conforme o delegado Rogério Taques, a vítima teria participado do assassinato do irmão do suspeito, em 2010.

Silva contou em depoimento o local onde tinha abandonado o facão utilizado no crime. A polícia encontrou a arma jogada às margens da SC-466. Ele foi preso em flagrante por homicídio qualificado e já foi encaminhado ao Presídio Regional de Concórdia.

Ele foi detido no hospital de Itá, logo após o crime, quando buscou atendimento por conta de uma fratura no pé. O delegado disse que ele teria se machucado ao jogar o corpo da vítima em um barranco próximo à igreja. Ele foi preso e reconhecido pela adolescente, que era namorada do jovem morto.

No momento do assassinato, a vítima estava com a namorada, de 16 anos, nos fundos da igreja por volta das 21h. O casal foi surpreendido pelo suspeito, que amarrou e amordaçou os dois com as próprias roupas. Camargo também foi atingido por pedradas no rosto. A adolescente conseguiu fugir e pedir socorro. Ela não sofreu ferimentos.

Por

Comentários