31 ago16:35

Apreendidas seis toneladas de alimentos impróprios para o consumo em Chapecó

Operação conjunta do Ministério Público de Santa Catarina, Polícia Militar, Cidasc, Conselho Regional de Medicina Veterinária, Vigilância Estadual e de Chapecó e Ministério da Agricultura resultou na apreensão de cerca de 6 toneladas de alimentos impróprios para o consumo. A ação, iniciada na terça-feira, 30, terminou nesta quarta-feira, em Chapecó.


De acordo com a Assessoria do MPSC, a operação tem como objetivo a proteção da saúde e do direito de informação dos consumidores. Além disso, a ação combate outros tipos de irregularidades, como fraudes às barreiras sanitárias e crimes contra a ordem tributária. As apreensões fazem parte do Programa de Proteção Jurídico Sanitária dos Consumidores de Produtos de Origem Animal, conduzido pelo MPSC.


Os produtos com prazo de validade vencido e sem indicação de procedência foram encontrados no mercado público, em quatro supermercados, duas casas de carne e dois restaurantes.  Os alimentos serão  incinerados.


A ação dirige-se a todos os envolvidos no processo,desde a produção, transporte, armazenamento e comercialização – mercados, abatedouros e açougues. Para o promotor de Justiça, Jackson Goldoni, a ação não visa prejudicar os pequenos produtores, do contrário, ainda preserva os interesses de todos aqueles que trabalham conforme as normas sanitárias.


Por

2 Comentários »

  • Ivanir Londero disse:

    A população (o consumidor) precisa saber o nome destes estabelecimentos.
    Porque não se divulga?
    Nota- Alimentos apreendidos….

  • Paulo disse:

    Parabéns aos que mantém os trabalhos em nome da saúde pública, lembram da carne temperada? Esta aberração do comércio que é muito defendida por alguns está proibida e esperamos que mais e mais ações como esta sejam realizadas. Parabéns autoridades!

Comentários