14 set23:30

Após assembleia, servidores dos Correios de Santa Catarina decidem continuar em greve

Os servidores dos Correios de Santa Catarina continuarão em greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada em assembleia na Praça XV de Novembro, em Florianópolis. Cerca de 50 pessoas participaram do evento, que ocorreu no final da tarde desta quarta-feira.

Em Santa Catarina, dos 4 mil funcionários, 1,6 mil aderiram ao movimento neste primeiro dia de paralisação, de acordo com o secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos e Similares de Santa Catarina (Sintect-SC), Hélio Samuel de Medeiros. A maior parte das agências do correios funcionou de maneira precária e houve a suspensão de serviços como Sedex 10, Sedex Hoje e Disque-Coleta.

Conforme a assessoria de imprensa dos Correios, entre os carteiros a adesão à greve é de 30% do efetivo. Os funcionários que permanecem trabalhando devem se concentrar em entregar as cartas.


Brasil

Dos cerca de 108 mil funcionários dos Correios em todo o Brasil, 35% aderiram à greve que começou nesta quarta-feira. Entre os carteiros, a adesão é de cerca de 60%. A informação foi repassada em coletiva de imprensa nesta tarde, em Brasília, pelo presidente da empresa, Wagner Pinheiro de Oliveira.

Ele disse que, somente nesta quarta-feira, cerca de cinco milhões de entregas deixaram de ser feitas, aproximadamente 17% do total. O presidente afirmou que o Sedex 10, Sedex Hoje e Disque-Coleta estão suspensos por tempo indeterminado, já que são serviços que exigem hora certa para entregas.


DIÁRIO CATARINENSE

Por

Comentários