08 out10:40

Prêmio Nobel da Paz

Em 110 anos de existência, o Comitê Norueguês do Nobel escolheu apenas 15 mulheres para receber o Prêmio Nobel da Paz. No total, 101 pessoas e 23 organizações foram premiadas com o título. A escolha deste ano, segundo o comitê, considerou os esforços de três ativistas políticas africanas.

O comitê anunciou nesta sexta-feira que o Prêmio Nobel de 2011 será compartilhado por três mulheres. São elas: Ellen Johnson Sirleaf e Leymah Gbowee, ambas da Libéria, e Tawakkul Karman, do Iêmen.

Liberianas Ellen Johnson e Leymah Gbowee e iemenita Tawakkul Karman foram premiadas.

Em 2004, o prêmio foi para Wangari Maathai, do Quênia, em 2003, para Shirin Ebadi, do Irã. A norte-americana Jody Williams foi premiada em 1997 e a guatemalteca Rigoberta Menchu Tum, em 1992.

Em 1991, o Prêmio Nobel da Paz foi concedido a Aung San Suu Kyi, da Birmânia, em 1982, a sueca Alva Myrdal foi premiada. Em 1979, Madre Teresa de Calcutá, na Índia, recebeu o prêmio. Como ocorreu agora, o prêmio foi compartilhado em 1976 entre as britânicas Mairead Corrigan e Betty Williams.

As demais premiadas foram agraciadas do começo a meados do século 20. São elas as norte-americanas Emily Greene Balch, em 1946, Jane Addams, em 1931, e a austríaca Bertha von Suttner, em 1905.


AGÊNCIA BRASIL

Por

Comentários