14 out15:54

Viveiro Florestal na Efapi 2011

Tema recorrente na sociedade atual, o meio ambiente também ganha espaço na Efapi 2011. Diversos stands da feira trabalham a educação ambiental através de atividades educativas e orientações aos visitantes. Um desses locais é o Viveiro Florestal Universitário mantido pela Unochapecó e que, além de trabalhar com espécies e sementes nativas, atua com a separação de lixo e a produção de composto orgânico.

Um dos grandes desafios deste tempo é aprender a viver de maneira mais sustentável, reutilizando objetos que antes eram simplesmente descartados sem nenhum cuidado. A preocupação com o descarte correto dos materiais tem impulsionado ações como a coleta seletiva, realizada pelo Viveiro Universitário no campus da Unochapecó.

Através de lixeiras coloridas dispostas pelo campus e investimentos para a conscientização da comunidade acadêmica é possível ter maior controle sobre os materiais que são descartados no campi da universidade. Todo o lixo reciclável é encaminhado para as cooperativas de coleta e venda destes materiais, instaladas na região, e os resíduos orgânicos são levados para o Viveiro onde são utilizados para a produção de adubos, através de um sistema conhecido como compostagem.

O bolsista do Viveiro Universitário, Adriano Keller, explica que o processo de fabricação de substratos através da compostagem é simples e pode ser feita mesmo em pequenos espaços. A técnica consiste na montagem de um bloco de materiais orgânicos intercalados: camadas de folhas, galhos ou gramas e de lixo orgânico como cascas de frutas e resto de alimentos.

Os blocos produzidos podem conter várias camadas e levar até 120 dias para se decompor completamente, dependendo do calor incidente. Porém, antes de introduzir a técnica é necessário tomar alguns cuidados.

- Não é aconselhável utilizar restos de carne ou mesmo ossos de animais, pois o tempo de de composição é diferente dos resíduos de folhas ou frutas. É importante não montar a compostagem próximo a fontes de água ou rios, para que não haja nenhum tipo de problema com os mananciais – disse Adriano.

Depois de pronto, o substrato produzido na compostagem pode ser usada na horta, em fruteiras e mesmo nas flores, como complemento aos nutrientes existentes no solo.

Além de orientar sobre a correta montagem da compostagem, o Viveiro Universitário da Unochapecó está recolhendo os dejetos dos animais que estão alocados nos pavilhões da Efapi e levando para a universidade. Depois tudo o que for coletado será transformado em adubo para ser utilizado nas plantas produzidas pelo próprio Viveiro.


Por

Comentários