17 out17:35

Uma Efapi para ficar na história

Fatores sociais, econômicos e climáticos se associaram para que o mote publicitário da Efapi 2011 – uma festa “espetacular” – fosse transformado em realidade: a Exposição-feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó, encerrada domingo, atingiu resultados que superaram as previsões mais otimistas.

A visitação pública passou de 648 mil pessoas, representando um crescimento de 20% em relação a expo-feira de 2009 e os negócios passaram de 130 milhões de reais, com incremento de 19%.

O prefeito José Caramori – ao lado de Luciano José Buligon (presidente da feira e secretário de articulação institucional) e Marcio Ernani Sander (coordenador geral e secretário de desenvolvimento econômico) – foi o grande timoneiro desse evento


Nessa entrevista, Caramori analisa os resultados do maior evento multissetorial do sul do Brasil:


A Efapi 2011 encerrou com marcas de sucesso absoluto. Qual a estratégia adotada para esse resultado?

José Caramori - Acredito que foi o integral envolvimento da comunidade. As entidades empresariais, a imprensa, os clubes de serviço, as associações culturais, todos participaram. E por que isso? Porque a Efapi somos todos nós, ao contrário de tempos atrás, quando a sociedade chapecoense era excluída do processo. Aqui não há sectarismo e todos vislumbram o bem do município. Não existe nenhum outro momento de integração tão plena quanto a Efapi.


O público visitante surpreendeu e superou a previsão de 520 mil visitantes. Como foi possível?

Caramori - Muitos fatores contribuíram para isso. Em primeiro lugar, tivemos três dias de entrada livre com excelentes shows. Em segundo lugar, quem comprou antecipadamente teve descontos reais. Além disso, idosos e crianças não pagaram ingresso e os estudantes pagaram meia-entrada. Destaca-se ainda que a grade de shows nacionais esteve muito bem sintonizada com o gosto popular. Assim, chegamos aos 600 mil visitantes, um resultado espetacular.


Nesse aspecto, os meios de comunicação prestaram grande apoio?

Caramori - Exatamente, pois foi com base nas indicações dos comunicadores de rádio e tv que selecionamos os grandes espetáculos artísticos e musicais, como Paula Fernandes, Zeca Pagodinho, Victor & Léo, César Menotti & Fabiano, Amado Batista, Luan Santana, Fernando & Sorocaba, Jorge & Mateus, César & Paulinho, Gilberto & Gilmar e as bandas de rock SantoGraau, Papas da Língua e Reação em Cadeia.


Podemos dizer, sem demagogia, que essa foi a Efapi do povo?

Caramori - Certamente, foi a grande festa popular na qual quem queria participar, participou, independente da condição socioeconômica. Criamos oportunidades para que as famílias de Chapecó pudessem aproveitar a festa.


Em relação ao comportamento do público, percebermos um amadurecimento no tocante a opção pelo transporte coletivo e a uma melhor gestão do trânsito?

Caramori -O público está de parabéns. Aferimos que 25% das pessoas que vieram ao parque de exposições optaram pelo ônibus. E o transporte coletivo fluiu muito bem. Foram disponibilizados 110 ônibus. As pessoas perceberam que ônibus urbano é sinônimo de economia, rapidez e segurança. Em contrapartida, o trânsito ficou organizado, não houve engarrafamento, nem acidentes. E olha que tivemos dias em que mais de 10.000 veículos estacionavam no entorno do parque.


O sistema de segurança também funcionou bem e, inclusive, de forma articulada com o trânsito?

Caramori - Houve articulação muito eficiente e uma cooperação sem precedente entre a Polícia Militar, a Polícia Civil, a recém-criada Guarda Municipal e os agentes municipais.


Em relação aos negócios realizados na Efapi os resultados foram correspondentes ao grande público?

Caramori -Sim. O balanço ainda não foi fechado, mas a previsão de 125 milhões de reais foi superado. Contabilizamos 40 milhões de reais em máquinas pesadas, 20 milhões de reais em veículos e uns 80 milhões na vasta área do agronegócio, na qual se incluem máquinas, equipamentos e genética. Tivemos excelentes mostras pecuárias. Aliás, com os três novos pavilhões inaugurados, passamos a ter o melhor centro de eventos pecuários de Santa Catarina.


Por falar em eventos pecuários, o mundo Country também se encontrou em Chapecó?

CARAMORI - A companhia César Paraná trouxe o Rodeio Havan com os melhores cowboys e touros do Brasil, atraindo 20.000 pessoas a cada noite. A Companhia de Rodeios César Paraná é a melhor do país.


Depois de 44 anos a Efapi foi reconhecida como festa e incluída na programação da Santur?

Caramori - A Efapi não aparecia no calendário das megafestas de outubro, em Santa Catarina, porque a Santur entendia que se tratava de uma grande feira de negócios e não de uma festa popular. Na verdade, a Efapi é feira, é exposição, é negócios, mas, também, é festa. Mais de meio milhão de pessoas se divertem aqui, comem, bebem, assistem grandes shows, conhecem novidades da indústria, do comércio, do setor de serviços e da agropecuária. Aqui são consumidos mais de 1,2 milhão de lanches e 1,5 milhão de latinhas de bebidas.


O que será necessário melhorar para a próxima exposição-feira-festa?

Caramori -A Efapi está em sistema de melhoria contínua. A cada edição muita coisa é aperfeiçoada. Precisamos melhorar ainda mais a área de alimentação, com novos espaços estruturados para atender a esse grande público.


Por

Comentários