21 out09:36

Polícia Civil de Dionísio Cerqueira prende dupla que falsificava identidades

A Polícia Civil de Dionísio Cerqueira, prendeu em flagrante Vanda Motta, 59 anos, e Altivino Almeida Galvão, 59 anos, nesta quinta-feira, dia 20, em Dionísio Cerqueira. Os autores foram indiciados nos crimes de tentativa de falsidade ideológica e uso de documento falso.

A prisão foi efetuada após denúncia anônima, que relatava que havias pessoas ciganas estariam com certidões de nascimento falsas, tentando em Dionísio Cerqueira confeccionar carteira de identidade do Estado de Santa Catarina, com o intuito de conseguir inúmeras aposentadorias junto ao INSS com essas identidades falsas.

Diante dessa informação, os policiais civis se dirigiram ao setor de investigação para averiguar se esse procedimento estava sendo feito. Lá, foi flagrada a dupla de criminosos. Vanda foi pega em adquiriu uma certidão de nascimento falsa com o nome de Abadia da Silva, enquanto que Galvão adquiriu uma certidão de nascimento falsa com o nome de Benjamin Duarte Costa.

Encaminhados à Delegacia, eles confessaram o crime, inclusive detalhando que compraram as certidões de nascimento falsas de Anderson da Costa, provavelmente do Estado de Minas Gerais, ocasião em que também juntaram o comprovante de depósito do Banco Itaú e em nome de Anderson da Costa. O valor cobrado pelas certidões de nascimento falsificadas, oriundas do Estado de Minas Gerais, foi de R$ 1.300 cada uma.

Após os procedimentos da prisão em flagrante, os dois foram conduzidos à Cadeia de Pública de Dionísio Cerqueira.

Segundo as investigações, Vanda e Galvão integram um grupo de ciganos que estão acampados na Argentina e que vieram a Dionísio Cerqueira requerer o RG com o escopo de encaminhar a documentação para a aposentadoria.


FONTE: Polícia Civil Dionísio Cerqueira


Por

Comentários