30 out16:24

Na prorrogação Female vence e conquista o tri

Mesmo jogando na casa do adversário, a equipe de Chapecó conquistou na manhã deste domingo, 30, o tricampeonato da Taça Brasil Correios de futsal feminino – Divisão Especial. Em um clássico bastante disputado, as visitantes levaram a melhor e venceram Criciúma pelo placar de 4 a 2 (2 a 0 na prorrogação), conquistando assim o título da vigésima edição da competição. O Unifor/CE ficou em 3º lugar.

Diante de tamanha rivalidade, o começo de jogo foi de respeito e de muita marcação por parte das duas equipes. Mais solto em quadra, o elenco chapecoense levou mais perigo antes do intervalo. Aos 10min, após ataque pela ala direita, Tampa recebeu pelo meio e só teve o trabalho de escorar para o fundo da rede criciumense – 1 a 0.

Em busca do empate, a Unesc se lançou com tudo ao ataque, mas acabou esbarrando na manhã inspirada da goleira Giga, que praticou no mínimo três defesas decisivas antes do intervalo. De tanto pressionar, as locais deixaram tudo igual com Ari, que concluiu com maestria e finalmente empatou aos 19min.

O segundo período foi de correria, com ambos os times buscando o segundo tento a qualquer custo. Empurrado por sua torcida, o clube da casa cresceu no confronto, mas desta vez quem deixou sua marca foi a camisa 10 Jéssika, aos 36min38, um golaço, no ângulo. Em seguida, já com a capitã Taty na função de goleira linha, a Unesc voltou a empatar, novamente com Ari – 2 a 2, resultado que levou o duelo para a prorrogação.

No tempo extra, depois de o placar não alterar nos primeiros cinco minutos, Jéssika, o principal nome da final, chutou de bico e novamente acertou o ângulo da guarda meta Missi. Restando três segundos para o apito final, Vanessa, numa cobrança da marca dos dez metros, fez o quarto e fechou a contagem – 4 a 2 (2 a 0 na prorrogação).

- Das nossas últimas finais essa foi a mais equilibrada. Tivemos algumas falhas de marcação na decisão, mas também enfrentamos um adversário qualificado e que certamente teve seus méritos na partida. Tivemos tranquilidade e isso fez toda diferença – disse o técnico chapecoense, Eder Popiolski.

Por

Comentários