02 nov15:23

Projetos da Unochapecó são premiados pela excelência

Três projetos da Unochapecó, os únicos que concorreram representando Santa Catarina, foram premiados em iniciativa nacional do Instituto da Cidadania Brasil, em conjunto com o Ministério da Ciência e Tecnologia, através da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social.

No Prêmio Cidadania Sem Fronteiras, os projetos “Documentário e comunidade: uma história que vai virar filme”, coordenado pela professora Ilka Goldschmidt, e “Sorriso para a Vida”, coordenado pela professora Lilian Rodrigues, foram classificados em segundo lugar. Já o projeto “Cidadania e formação de leitores: Programa de Leitura Bolsa Amarela”, realizado em Xaxim com a coordenação da professora Márcia de Souza, ficou em terceiro lugar.

Maria Luiza Lajus, vice-reitora e as coordenadoras.

Os projetos receberam o prêmio pela excelência e pela contribuição para a formação profissional e a melhoria da qualidade de vida da comunidade. A Unochapecó também foi homenageada pelos projetos Viveiro Educativo e Residência em Software. Para receber os prêmios, estiveram presentes as três professoras coordenadoras dos projetos, juntamente com a vice-reitora de Ensino, Pesquisa e Extensão, professora Maria Luiza Lajus.

A iniciativa do Instituto da Cidadania Brasil e do Ministério da Ciência e Tecnologia, que neste ano envolveu 47 projetos de extensão de universidades brasileiras, objetiva reconhecer e criar referência quanto às melhores ações ou práticas sociais desenvolvidas pelas instituições de ensino superior. Dessa forma, o Prêmio Cidadania Sem Fronteiras valoriza ações com a participação de alunos em atividades de extensão, agregando valores e conhecimentos aos estudantes e melhorias de qualidade de vida nas comunidades atendidas.

A Unochapecó mantém 53 projetos de extensão, em áreas variadas e segmentos diversificados da população. Depois de ter obtido em 2009 a segunda colocação no Prêmio Cidadania, na categoria Direitos Humanos e Justiça, com o Projeto de Extensão Comunitária Jurídica (PecJur), a universidade concorre neste ano com outros 44 projetos de extensão de universidades brasileiras.




Por

Comentários