04 nov14:21

Círculo encontrado em Ouro Verde

Juliano Zanotelli | juliano.zanotelli@rbsonline.com.br

A formação circular, denominada agroglifo, encontrada na manhã desta sexta-feira, dia 4, em Ouro Verde é idêntica aos dois círculos encontrados em Bom Jesus, na segunda-feira, dia 31 de outubro. Os desenhos foram localizados na Propriedade de Delazir Barreta, na linha Barreta, interior do município.

O terceiro círculo encontrado na região Oeste tem cerca de 12 metros de diâmetro, com anel externo de um metro da planta em pé e outro amassado também de um metro. Em novembro de 2008 um círculo semelhante também foi encontrado numa lavoura de trigo.

Segundo o ufólogo, Ivo Hugo Dohl, que visitou a plantação, no local existem marcas de equipamento agrícola, como um trator. Ele acredita que os desenhos tenham sido feitos por moradores.

- Próximo ao grande círculo encontrei pequenas formações de 30 centímetros. Parece que alguém treinou para fazer um desenho perfeito. Foi usado uma espécie de estaca no centro como um compasso para amassar a planta. Mais acredito que a formação não foi feita por seres extraterrestres – disse o ufólogo.


Círculo pode ser visto da Prefeitura

O círculo é visível do prédio da prefeitura de Ouro Verde, que fica no centro da cidade.

O secretário de planejamento, Douglas Costacurta, que trabalha no terceiro andar, ficou surpreso ao olhar pela janela e ver o círculo.

- Na verdade olhei agora pela manhã e fiquei surpreso ao ver algo diferente na lavoura. Ele fica a uma distância de 1500 metros da prefeitura – disse Costacurta.

Na segunda-feira, dia 31, dois agroglífos foram encontrados em Bom Jesus, também no Oeste.

De acordo com Cesar Luiz Radaeli, responsável pela Delegacia de Bom Jesus, o caso não será investigado, porque até o momento não foi registrado nenhum Boletim de Ocorrência.


Astrônomo diz que não se trata de fenômeno sobrenatural

Para o astrônomo Adolfo Stotz Neto, presidente do Grupo de Estudos do Planetário da Universidade Federal de Santa Catarina, os desenhos encontrados na região são mal confeccionados. Ele garante que não se trata de nenhum fenômeno sobrenatural.

- Estes círculos em campos de cereais aconteceram inicialmente na Grã-Bretanha em fazendas com o mesmo tipo de plantação e depois se espalharam pela Europa e mundo afora – disse. O professor explica que esses círculos surgiram na década de oitenta e recentemente aportaram em solo catarinense, bem tardiamente em relação aos primeiros e que, ainda no século XX foram confessados pelos autores que os fizeram com cordas e tábuas.

- A técnica aprimorou-se e com uso de trenas e com um leve domínio de geometria e matemática desenvolveram-se verdadeiras obras de arte, bem distintas destas nossas aparições – explicou. De acordo com o astrônomo, em muitos casos ficou evidente a concordância dos proprietários que garantiam um certo marketing à sua fazenda .


Por

Um Comentário »

  • PAULO disse:

    kkkk…ainda tem quem acredita nisso e em UFO.

Comentários