07 nov11:44

Asteroide chegará mais perto da Terra que a Lua nesta terça-feira

Um asteroide de 400 metros de diâmetro vai passar, nesta terça-feira, próximo da Terra a uma distância menor que a da Lua. A passagem do corpo celeste, que não tem risco de colisão com a terra, está mobilizando cientistas, que vêem o fenômeno raro como uma excelente oportunidade de observação.

Segundo a Nasa, a rocha espacial chamada 2005 YU55 atingirá o ponto de maior aproximação com a Terra às 21h28min (horário de Brasília), quando estará a cerca de 324,6 mil quilômetros de distância. A Lua fica a 384 mil quilômetros da Terra.

Embora este asteroide costume realizar uma trajetória que o faz se aproximar periodicamente da Terra, bem como de Vênus e Marte, o encontro deste ano será o mais próximo dos últimos 200 anos.

A última vez que uma rocha espacial do tamanho do 2005 YU55 chegou tão perto da Terra foi em 1976, e a próxima aproximação de um asteróide tão grande só deve acontecer em 2028, conforme previsão da Nasa.

Durante a observação do 2005 YU55, os cientistas vão utilizar antenas do centro espacial da Nasa em Goldstone, Califórnia, e do observatório Arecibo, em Porto Rico, para emitir ondas de rádio em direção ao asteróide. Os ecos desse radar vão permitir coletar dados sobre a superfície, a forma, as dimensões e outras propriedades físicas da rocha.

Esta não é a primeira vez que o 2005 YU55 entra na mira da Nasa. O asteróide foi fotografado pelo Observatório Arecibo em 19 de abril de 2010, quando estava a 2,3 milhões de quilômetros da Terra. A imagem revelou que o objeto tem forma mais ou menos esférica, tem cerca de 400 metros de diâmetro e também revelou que ele está girando lentamente, com um período de rotação de aproximadamente 18 horas.


ZERO HORA

Por

Comentários