09 nov14:35

Projeto Piloto

O Instituto Nacional da Carne Suína – INCS com a participação das empresas Cugnier Inspections e a Top Carnes estão desenvolvendo o Selo de Qualidade da Carne Suína.  Projeto Piloto será implantado no Oeste.

O selo consiste na implantação de ações para o desenvolvimento sustentável da cadeia suinícola, demonstrando de modo transparente que os envolvidos as legislações sanitárias legais para boas práticas na produção de alimentos. A proposta do projeto da certificação é colaborar com as indústrias e produtores, no atendimento das exigências de mercado, integrando-os ao varejo e consumidor final. – Os consumidores estão mais exigentes e por isso estão optando por produtos que ofereçam garantia de qualidade, diferencial que agrega valor as carnes comercializadas – disse o presidente do INCS, Wolmir de Souza.

Para o consultor de frigoríficos da Top Carnes, Dilnei Echevenguá, esta será uma oportunidade de crescimento não só para a empresa mas sim para toda cadeia suinícola. – Vamos viabilizar economicamente toda a cadeia produtiva, todos terão o mesmo espaço, principalmente as pequenas e médias indústrias – disse Echevenguá.

Segundo a representante do Departamento Comercial da Cugnier Danielle Schwarzbach, o processo consiste na realização de auditorias para avaliação da conformidade nos frigoríficos e produtores através de um cronograma de auditorias periódicas em um processo sistemático de avaliação das instalações, cumprimento de legislações higiênico-sanitárias, auditoria documental, análises laboratoriais dos produtos coletados diretamente no mercado e envio a laboratórios credenciados, entre outros requisitos do Regulamento Técnico do Programa de Certificação do INCS, bem como os padrões estabelecidos de acordo com os Requisitos para Organismos que Oferecem Auditoria e Certificação de Sistemas de Gestão.

- As empresas que forem certificadas irão receber um Selo de Qualidade Controlada, o qual certifica que o estabelecimento cumpre com todos os requisitos Técnicos, Higiênicos e Sanitários verificados nas auditorias, garantindo a qualidade dos produtos e o desenvolvimento sustentável da cadeia – explicou Danielle.

A Cugnier irá fornecer a avaliação da conformidade através de processos de auditorias independentes e emissão dos respectivos relatórios para concessão do selo de qualidade aos estabelecimentos participantes do programa. Os itens de controle trabalhados serão os programas de auto controle do estabelecimento, inspeção visual da instalações e estrutura, Boas Práticas de Fabricação (BPF), Procedimento Padrão Higiênico Operacional (PPHO), análises laboratoriais, entre outros requisitos do regulamento técnico do INCS.

Para dar início ao processo de certificação um projeto piloto será implantado. De acordo com Danielle, o projeto visa verificar a aplicação do programa em campo. – Vamos conhecer eventuais ajustes e melhorias nos processos de implantação, auditoria e certificação do programa do INCS, bem como possibilitar apresentação de case ao público interessado – destacou ela. Após a conclusão, o projeto piloto, que será realizado de acordo com o cronograma do INCS, passará por uma aprovação.


Entenda os passos em relação ao selo de qualidade:

1. Empresa – Decide pela obtenção do Selo e informa INCS por meio de termo de adesão.

2. INCS – Recebe termos de adesão e agenda visita da Gerenciadora à Empresa.

3. Gerenciadora – Realiza avaliação da Empresa e auxilia nos preparativos para auditoria.

4. Certificadora – Fornece proposta de trabalho.

5. INCS – Agenda a auditoria da Certificadora.

6. Certificadora – Realiza a auditoria nas instalações da empresa, recolhe amostra do produto ou instrui o envio desta à Gerenciadora. Emite atestado de conformidade.

7. Gerenciadora – Recebe Atestado de conformidade da Certificadora e envia amostras para Laboratório credenciado.

8. Laboratório – Realiza análises microbiológicas.

9. Gerenciadora – Recebe dados do Laboratório, avalia o relatório de auditoria da empresa e encaminha à Comissão de Certificação.

10. INCS – Realiza Comissão de Certificação e aprova concessão do Selo de Qualidade.

11. Empresa – Recebe Selo da Qualidade INCS.



Por

Comentários