16 nov10:24

Censo 2010: Santa Catarina tem 500 mil mulheres a mais do que homens

Mulher, branca, com idade entre 25 e 29 anos, alfabetizada e vive na cidade. Este é perfil da maior fatia do população catarinense, de acordo os números finais do Censo 2010 divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Conforme a pesquisa, feita em 2,1 milhões de domicílios do Estado, ela divide a residência — que é própria — com pelo menos outras duas pessoas, que são possivelmente um cônjuge do sexo oposto e um filho ou enteado, e não é responsável pelo sustento da família.

A renda per capita dos integrantes da família fica entre um e dois salários mínimos (foi levado em consideração o rendimento da época da pesquisa, R$ 510) e mora no Vale do Itajaí, região mais populosa do Estado.

Hoje, somos mais de seis milhões no Estado. Mais de 80% desta população vive na área urbana e a maior parte dela é composta por mulheres — são cerca de 500 mil representantes a mais do sexo feminino. Mais de 5 milhões de catarinenses são brancos, seguidos por quase 800 mil pardos, apenas 183 mil pretos, 26 mil amarelos e cerca 16 mil indígenas.

Origem dos números

As visitas do IBGE aos domicílios começaram em primeiro de agosto de 2010. O último Censo desta magnitude foi realizado no ano 2000. Esta é a única pesquisa domiciliar que oferece um amplo conjunto de informações demográficas, socioeconômicas e habitacionais sobre os 293 municípios catarinenses.

São contempladas características como relações de parentesco, educação, trabalho, renda, cor e raça. O estudo deve embasar o planejamento público e privado da próxima década.


ANELIZE SALVAGNI

Por

Comentários