22 nov12:11

Vereador nega superfaturamento

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O vereador Dalmir Pelicioli disse que as denúncias que foram feitas ao Ministério Público partiram de pessoas que querem prejudicá-lo politicamente. Ele até desafiou alguns presidentes de associações que teriam recebido benefícios, a confirmarem que lhe deram dinheiro ou cheque. Pelicioli disse que nenhum valor de cheque foi depositado na sua conta ou na conta de sua assessora. –Só entra o salário- argumentou.

Ele nega qualquer benefício próprio ou superfaturamento. –Não é verdade- repetiu.

Ele afirmou que os espetos que custaram R$ 45 a unidade eram maiores dos que usados em casa, com 1,20 metro de comprimento, e de aço inox, material mais caro.

Pelicioli justificou que pediu exoneração do cargo na superintendência da Efapi assim que soube da decisão, para poder se defender fora da Prefeitura, já que não há relação do executivo com as subvenções. A prefeitura apenas emitiu uma nota na sexta-feria comunicando a exoneração de Pelicioli.



Por

Comentários