03 dez13:29

PT vai entrar com ação contra o Estado por vazamento de fotos de vereador

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

O diretório municipal do PT de Chapecó vai entregar na segunda-feira, 5, no Ministério Público, uma representação contra o Estado de Santa Catarina pelo vazamento de fotos do vereador Marcelino Chiarello (PT), encontrado morto na segunda-feira, 28 de novembro. As fotos mostram o vereador enforcado no quarto de visitas de sua casa e também no chão, com várias manchas de sangue no rosto.

A ação foi anunciada hoje pela manhã em entrevista coletiva com o presidente municipal do PT e deputado federal, Pedro Uczai, a vereadora Ângela Vitória e os deputados estaduais Luciane Carminatti e Dirceu Dresch.

-O Estado deveria preservar o direito de imagem do Marcelino- disse Pedro Uczai. As fotos estão circulando pela internet desde quarta-feira. Uczai disse que a imagens partiram de algum órgão de segurança, pois ninguém do partido ou familiares fez fotos do local. A vereador Ângela Vitória descartou que as imagens sejam do Instituto Geral de Perícias, já que os ângulos são diferentes.

O delegado da Divisão de Investigação Criminal de Chapecó, Ronaldo Neckel Moretto, disse que nunca viu vazamento do IGP e que seus policiais não fizeram fotos do local.

O comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Benevenuto Chaves Neto, já determinou a apreensão de dois computadores, um pendrive e uma máquina digital da corporação para análise.

Foi instaurado um Inquérito Policial Militar para apurar o vazamento das fotos.


Notícias relacionadas:

>> Polícia faz nova perícia na casa de vereador

>> Para polícia morte de vereador em Chapecó é relacionada à vida pública

>> Desenho de uma pirâmide na mão do Vereador

>> PT traz criminalista famoso para acompanhar o caso

>> Últimos passos do vereador Marcelino Chiarello

Por

Comentários