23 dez10:28

Prefeitura de Xanxerê avalia situação da estiagem no município

Estiveram reunidos nesta sexta-feira na prefeitura de Xanxerê, o prefeito, Bruno Linhares Bortoluzzi, o secretário do Desenvolvimento Agropecuário, Valdir Zembruski, o diretor da secretaria de Políticas Ambientais, Gilso Cherobin, e o coordenador da Defesa Civil, Rosito Miglioranza, para discutir a situação da longa estiagem que atinge o município.

De acordo com o secretário do Desenvolvimento Agropecuário, Valdir Zembruski, as perdas mais significativas são registradas nas lavouras de milho, ainda não quantificadas. Foram plantados 5,5 mil hectares nesta safra e o que preocupa é a baixa qualidade nos 2,2 mil hectares plantados para silagem. – Isso pode comprometer a atividade leiteira – destacou o secretário.

Segundo ele, outra situação que causa apreensão é com os 13 mil hectares de soja plantados no município. – A cultura encontra-se em fase de formação vegetativa e, com a falta de chuva, também pode ser afetada – disse Zembruski.


Volume de chuva

O secretário do Desenvolvimento Agropecuário salienta que foi registrado em dezembro apenas 15 milímetros de chuva, sendo que a média histórica para o mês é de 180 mm.

Valdir Zembruski enfatiza ainda que, de janeiro até o momento foram registrados 2170 milímetros de chuva, o que representa um volume acima da média. – Infelizmente a situação agora nos deixa muito apreensivos, pois a safra encontra-se em desenvolvimento e, não chovendo, as perdas devem acumular – finalizou.

Como há previsão de chuva para o final de semana foi decidido aguardar até o início da próxima semana para saber se será decretada ou não situação de emergência no município em função da estiagem.


Por

Comentários