29 dez15:43

Criação de peixes em tanques-redes é realidade em Concórdia

O lançamento do Projeto Experimental de Criação de Peixes em Tanques-Redes na comunidade de Pinheiro Preto nesta quarta-feira emocionou pescadores da região de Concórdia e municípios parceiros do projeto. – É a realização do sonho de um grupo que faz e pensa no futuro. Com certeza o projeto dará certo e nos tornaremos exemplo para os dois estados do sul – disse presidente da Colônia de Pescadores Z-34 e também da Associação de Piscicultores do município, Ademar Cavalli.

Para o prefeito João Girardi, realmente é outro momento histórico vivido pelo município. – Só quem vive a realidade é que pode falar com propriedade e demonstrar sua emoção. Muitas famílias irão se beneficiar deste projeto, agregando valor a sua renda e, consequentemente, aumentando sua qualidade de vida – completou.

A utilização da água doce dos lagos formados pelas usinas hidrelétricas é um projeto que já vem sendo desenvolvido há tempo pelo ministério. – Queremos colocar todos estes lagos para produzir. Por isto, até a metade de 2012 estaremos aqui para o estudo técnico e verificação do desenvolvimento dos peixes – esclareceu o superintendente do Ministério da Pesca e Aquicultura de Santa Catarina, Horst Doring. Ele disse ainda que esta unidade em Concórdia deve ser exemplo para a criação de outras unidades de tanques-redes nos lagos de Itá e Machadinho.

Os 48 tanques-redes submersos no lago em Pinheiro Preto estão agora com 8 mil alevinos de pintado e piava. Cerca de 150 pescadores, da colônia de pescadores Z-34, ficarão responsáveis pelo trabalho diário nos tanques-rede, assim como da Associação dos Pescadores e Piscicultores do município de Concórdia. O Governo Federal entrou com R$ 186.380,04 mil, com a contrapartida da Administração Municipal de R$ 36.380,04 mil. A assistência técnica, em parceria com a Epagri, e a compra de equipamentos são de responsabilidade do Poder Público Municipal.


Por

Comentários