03 jan20:21

Sargento da PM de Xanxerê que teve o corpo queimado foi transferido para Joinville

O Sargento da Polícia Militar, Valmir Bressan Camargo, que teve queimaduras de primeiro e segundo grau em 60% nas mãos, braços, pernas e no rosto, foi transferido para o centro de tratamento para queimados do Hospital da Unimed de Joinville. A transferência foi de helicóptero no começo da tarde. Ele segue internado na UTI.

O sargento está com queimaduras de primeiro e segundo graus, Por estar usando o colete a prova de balas na hora da ocorrência, seu tronco ficou protegido das chamas.

Já o autor do crime, Fábio Bevilaqua, 30 anos, que ficou com 90% do corpo queimado não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada no Hospital São Paulo. Ele foi sepultado às 17h30 da terça-feira no Cemitério Municipal de Abelardo Luz.

A Polícia Militar disse que Fábio, que já era conhecido por diversas ocorrências na cidade, teria tentado colocar fogo nos caixas eletrônicos de uma agência bancária de Abelardo Luz, usando gasolina como combustível. O Sargento chegou e os dois entraram em luta. O homem tentou atear fogo no policial e também acabou ferido.

A Polícia Civil deve concluir o inquérito nos próximos dias, segundo informou o Delegado Luiz Carlos Dadam, que cuida o caso.



Por

Comentários