06 jan09:12

Do banho de balde ao banho de chuva

Darci Debona | darci.debona@diario.com.br

Quando começou a garoa na tarde da quinta-feira, 05, em Seara, Stefani dos Santos, 12 anos, pediu para a mãe. – Posso tomar banho de chuva? Diante de dias tão secos Giane Bianchin não quis frustrar a filha de desfrutar da alegria de sentir uns pingos de água.

No dia anterior a família havia tomado banho de balde por falta de água na torneira. Eles estavam sem água desde segunda-feira e somente ontem receberam 500 litros com caminhão-pipa.

– Faz mais de uma semana que não lavo roupa- disse Giane.

Muitas vezes ela aproveita para tomar banho no trabalho. – No final de ano nem pudemos receber os familiares pois não tínhamos água- lamentou.


Por

Comentários