27 jan20:47

Família vai pedir acesso aos laudos

A deputada estadual Luciane Carminatti, que foi colega de Marcelino na Câmara de Vereadores de Chapecó antes de ser eleita para o legislativo, disse estar preocupada com a falta de informações e com a volta de teses como a de suicídio.

Ela também estranhou o pedido de sigilo no inquérito que investiga a morte de Marcelino Chiarello.

–Qual o objetivo disso- afirmou.

Ela informou que o advogado da família de Chiarello vai solicitar o acesso aos laudos. Ela considera que as informações sobre a possibilidade de suicídio vão contra o laudo do médico legista e à própria declaração inicial dos delegados. A deputada voltou a cogitar a possibilidade de federalização do caso.

– Se for necessário vamos chamar outros peritos para analisar o caso- declarou.

Até a exumação do cadáver de Marcelino pode ser realizada.


Por

Comentários