10 fev20:18

Caso Marcelino Chiarello poderá ser federalizado

Depois de 75 dias sem respostas sobre a morte do vereador de Chapecó, Marcelino Chiarello, o deputado federal e presidente do PT, Pedro Uczai, acompanhado dos deputados estaduais Dirceu Dresch e Luciane Carminatti, se reuniu com o Procurador Geral da República, Roberto Monteiro Gurgel. A reunião foi nesta sexta-feira em Brasília. O assunto tratado na reunião foi a federalização do caso.

No encontro Uczai relatou ao Procurador a situação em que o caso se encontra, destacando a preocupação com a demora nas investigações e a forma com que a apuração vem sendo conduzida. Uczai questionou a atuação da Secretaria Estadual de Segurança, que para ele não tem dado a devida importância diante do assassinato de um vereador.

>> Encerra prazo do inquérito do Caso Chiarello

>> Polícia Civil de Chapecó prossegue inquérito para apurar causa da morte de Marcelino Chiarello

Gurgel solicitou um relatório completo sobre o caso, para após análise, formular o pedido de federalização ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ), que para ele, conforme relato dos deputados, o deslocamento de competência é necessário.

- Saímos muito animados do encontro – disse Pedro. Ele acredita que o procurador vai propor a federalização do caso e inserir a Policia Federal na investigação. – Aí sim vamos ter a verdade sobre o assassinato de Marcelino -, afirma Uczai.


Por

Comentários