15 fev14:22

Estiagem atinge 60% das propriedades em Abelardo Luz

Os agricultores afetados pela estiagem estão recebendo atenção redobrada em Abelardo Luz. A falta de chuva fez com que a prefeitura a contratasse a terceirização do serviço de máquinas para fazer bebedouros para os animais em diversas propriedades do interior do município.

São cinco máquinas empenhadas diretamente na abertura de bebedouros e buracos para guardar a silagem produzida a partir do milho afetado pela estiagem. – Além de três máquinas da prefeitura, temos mais duas terceirizadas e mesmo assim o serviço aumenta a cada dia – disse o diretor de agricultura, Edivar Turossi.

A estiagem prolongada já afeta mais de 60% das propriedades rurais do município. A abertura de bebedouros é uma das soluções imediatas encontradas para conter em parte os efeitos da seca e evitar que falte água aos animais. – Já foram abertos mais de 100 bebedouros e 80 buracos para armazenamento da silagem em poucas semanas em diversas comunidades – ressalta Turossi.

O município está em situação de emergência e os prejuízos na produção agrícola devem passar de R$ 30 milhões. A queda maior é na produção de leite com 40% de perdas, lavouras de milho, fumo e feijão registram 40% de prejuízos e soja 10% por hectare.

As propriedades rurais mais prejudicadas estão localizadas nas comunidades de Alegre do Marco, Canhadão, Passo das Antas, Nova Aurora, Roseli Nunes, Juruá, José Maria e Papuan. – A secretaria de Agricultura vai ficar monitorando os locais e dando todo suporte necessário aos agricultores afetados – afirma Turossi.


Por

Comentários