02 mar09:20

Caixa eletrônico é explodido em São José do Cedro

Danilo Duarte | danilo.duarte@diario.com.br

A organização do ataque de uma quadrilha a uma agência bancária em São José do Cedro, na madrugada desta sexta-feira, mostra que não há principiantes nas explosões a caixas eletrônicos. Próximo da meia-noite, 12 homens armados com fuzis e pistolas 9 mm detonaram os terminais e fugiram. Houve troca de tiros com a Polícia Militar, mas ninguém foi preso. Este é o 54º ataque desde janeiro de 2011 em SC.

Quem mora perto ou circulava pela região central da cidade que fica a cerca de 40 quilômetros da fronteira com a Argentina, estranhou haver muitos homens nas esquinas perto da agência naquele horário e chamaram a Polícia Militar.

Quando a viatura chegou, um dos homens estava correndo para fora da agência e em seguida houve a explosão. Assim que os assaltantes viram os policiais, começaram a disparar contra o carro.

Segundo a PM e os moradores, os homens fugiram em três carros, um Ômega de cor escura, um Polo Sedan escuro e em uma S10 prata. Foram acionadas bases da PM de cidades vizinhas, que fizeram buscas na região, mas ninguém foi encontrado até o momento. Ainda não se sabe a quantia de dinheiro levado pelos assaltantes.

O policial Carlos Gheno foi baleado e encaminhado para o Hospital Regional em São Miguel do Oeste. Ele permanece internado e o  quadro é estável.


Cenário de destruição

Na agência há cinco caixas eletrônicos. Dois deles ficaram completamente destruídos e outros dois sofreram avarias na parte de cima, com as telas quebradas. Um quinto equipamento, que emite folhas de cheque, ficou parcialmente danificado.

A Polícia Civil investigará, nesta manhã, se havia dinheiro dentro dos terminais e quanto pode ter sido levado pela quadrilha.

O teto da agência veio abaixo. O local está isolado e não há previsão de quando o atendimento voltará a funcionar no local.

Por

Comentários