14 mar14:58

Casan de Seara contratou caminhões para abastecer o município

A Casan de Seara voltou a utilizar caminhões pipa para captar água no rio Uvá de Itá e garantir o abastecimento da cidade. Ainda assim, os moradores vão continuar recebendo água só de 12 em 12 horas.

Como não chove há mais de 20 dias o nível do rio do Caçador diminuiu e o volume de água é insuficiente para atender a demanda. Para amenizar a situação, na manhã desta quarta-feira três carretas iniciaram o trabalho de captar água no Rio. O trajeto rio para reservatório da Casan em Seara é de 18 Km.

- Cada caminhão devem fazer 10 viagens por dia para atender a demanda – disse o Carlos Peressoni, chefe da Agência em Seara.

Mesmo assim, o rodízio no abastecimento vai ser mantido. Por 12 horas é distribuído água para uma região da cidade e 12 horas para a outra. Sistema que não garante o abastecimento de todas as residências. Quando a água chega até a casa de Dona Amália ela armazena o que pode. – Economizo em tudo, até o banho tem que ser rápido – disse a aposentada Amália Sartori.


Poço Profundo

A maior parte dos equipamentos que ficaram presos dentro do poço, após um cano se romper, foram retirados. Mas ainda é preciso retirar o motor da bomba de sucção que está a 400 metros de profundidade.

- Esse é um trabalho delicado e ainda não temos data para ser finalizado – disse Peressoni.


Por

Comentários