16 mar09:07

Grazi Massafera estreia como protagonista no cinema

Cristina Vieira | cristina.vieira@diario.com.br

A estreia de Grazi Massafera como protagonista no cinema pode ser lida como caricatura de sua vida pessoal. Em Billi Pig, que entra em cartaz em Chapecó nesta sexta-feira, dia 16, ela interpreta Marivalda uma moça humilde que sonha em ser atriz. Casada com o corretor de seguros falido Wanderley (Selton Mello), ela conversa com Billi, um porco de plástico que guarda desde a infância.

Hoje, Grazi é uma das mais bem-sucedidas celebridades brasileiras, com participações em campanhas publicitárias de peso como a da L’Oréal, papéis de destaque na TV – Lucena, de Aquele Beijo (no ar no horário das 19h, na Globo) -, além de ter construído uma imagem de mulher elegante, discreta e ícone de beleza (looks usados por ela são sempre elogiados). Grazi também conquistou o coração do galã Cauã Reymond, com quem terá Sofia, a primeira filha do casal. A gestação chega ao sétimo mês em março.

A trajetória da loira com jeito meigo e sorriso largo, que já estampou de capas de revistas “mulherzinha” a publicações pop como a Rolling Stone Brasil, tem requintes de conto de fadas – pano de fundo do roteiro de Billi Pig.

>> Confira a PROGRAMAÇÃO DO CINEMA DE CHAPECÓ

Quando surgiu, chamava atenção o sotaque com o “r puxado“, tipicamente interiorano. Nascida em Jacarezinho, no Norte do Paraná, foi vendedora de cosméticos, cabeleireira e miss. O pulo do gato aconteceu em 2005, com a entrada no Big Brother Brasil. Aquela edição do reality show foi uma das mais bem-sucedidas da história, e Grazi tem boa parcela de contribuição. Na final do programa – ela ficou em segundo lugar -, Pedro Bial sintetizou: “Com sua inteligência intuitiva, Grazi superou o preconceito da mulher bonita, miss e loira, que sempre é taxada de burra.” Aos 30 anos, a atriz se prepara para marcar mais um gol na consolidação da carreira. Estreia no cinema como protagonista, e ao lado de Selton Mello, ator consagrado no cinema.

- Foi ótimo dividir o set com ela. Grazi é uma pessoa querida e com muita vontade de aprender, de crescer. Ela vai surpreender nesse trabalho e fazer uma bela trajetória como atriz – derrete-se Selton.

À vontade como Marivalda, a atriz arrisca-se na comédia e até acabou por dublar a voz do porquinho da história, já que ele insurge como sua consciência na trama.

- A equipe do set de filmagens, nesses momentos, serve de termômetro. Se eles riem, é porque eu acertei na dose. O roteiro era ótimo e o Selton, que já é naturalmente engraçado, ajudou nesse processo e o todo ficou bem legal – comenta a atriz.

A mamãe do ano sabe que Marivalda e sua própria trajetória se confundem naturalmente:

- Marivalda é uma sátira de uma parte da minha vida. Somos duas sonhadoras. E a letra de uma das músicas que está no filme – Sonho com as colunas sociais…” foi um carinho do José Eduardo Belmonte e da Vânia Catani com esse meu jeito, meio sonhador – comenta.

Por

Comentários